Linux

Como Usar Comando File no Linux

como usar comando file no linux

Existem muitos comandos do Linux que são úteis tanto para usuários iniciantes e para experientes. Um desses comandos é o Comando File do Linux. É uma aplicação típica no Linux que determina que tipo de dados é salvo em um arquivo de sistema específico. Ele relata o tipo de arquivo em um formato simples de entender, também conhecido como MIME. Neste tutorial, você vai aprender o básico sobre como usar o comando file Linux e como ele pode melhorar o gerenciamento do seu VPS.

Os nomes dos arquivos no UNIX podem ser totalmente independentes do tipo de arquivo, o comando file Linux vai deixar claro qual o tipo de arquivo! Quer seja um áudio, uma planilha ou um arquivo de texto, o comando file Linux será apresentado de uma forma possível de ser compreendida.

Como Usar Comando File Linux

O comando oferece diversas variedades de uso aos usuários. Isso ajuda a entender as razões pelas quais eles não conseguem ler um determinado arquivo no sistema. O file também ajuda a determinar o tipo de pasta, socket, FIFO (pipes) e ajuda a bloquear arquivos específicos. Só podemos visualizar arquivos de zero-length no sistema Linux pelo comando file.

Sintaxe do Comando File Linux

Lembre-se, antes de usar o comando você precisa acessar sua VPS com SSH. Veja nosso tutorial sobre PuTTY se estiver enfrentando problemas com isso.

A sintaxe básica para o comando file está logo abaixo:

file [options] [filename]
  • file – instrui o terminal a executar o comando file Linux.
  • [options] – é onde você pode adicionar variáveis ao comando.
  • [filename] – é o arquivo que você quer inspecionar ao usar o comando.

Após executar o comando, você terá uma resposta automática do sistema descrevendo o tipo em um formato padrão. Também serão fornecidas informações benéficas, como dados armazenados no arquivo, o tamanho do arquivo ou da versão do arquivo que você inseriu.

Nós criamos um arquivos simples text.txt. Vamos usar a forma mais básica do comando file Linux.

file test.txt

Na saída, podemos ver que o arquivo é um arquivo de texto ASCII.

Para Que Usar Comando File Linux

O comando file analisa cada argumento para, então, classificá-lo. Existem três conjuntos de testes conduzidos nesta sequência: testes de sistema de arquivos, tests magic e testes de idioma. A análise inicial que for bem-sucedida fornecerá o tipo de arquivo.

Os usuários conduzem os testes do sistema de arquivos para examinar o retorno de uma chamada do sistema stat. O programa analisa se o arquivo é claro ou se é algum tipo de arquivo especial. Ele procura por qualquer tipo de arquivo conhecido relevante ao sistema em que você está trabalhando, se o sistema os especificar no cabeçalho do arquivo do sistema.

Os magic tests são aplicados para controlar arquivos com dados combinados. O comando file geralmente usa uma base de dados para gerenciar a análise de lead bytes. O banco de dados é implementado num arquivo chamado magic, que normalmente está localizado no devisers/file/magic ou em algo similar.

Estes arquivos possuem um número mágico salvo em um lugar particular, próximo ao início do arquivo que mostra o Linux e outro sistema operacional que o arquivo é um binário executável.

Uma vez que o arquivo tiver determinado o conjunto de caracteres, ele tentará concluir em qual idioma o arquivo está escrito. O teste de idiomas busca por sequências específicas que podem surgir em qualquer lugar dos primeiros segmentos de um arquivo. Estes testes são menos positivos do que os dois grupos anteriores, então são executados depois.

Usar Comando File Linux com Opções

O comando file linux é valioso como nomes de aruqivo já que o UNIX não possui conexão com o tipo do arquivo. Então, um arquivo chamado devisers.csv pode ser um arquivo zipado. O comando abaixo poderá testar isto:

file devisers.csv

Se você somente quer ver o tipo do arquivo então use a opção –b no terminal junto com o nome do arquivo:

file –b devisers.txt

O comando file também pode funcionar em arquivos múltiplos disponíveis no sistema e exibem a saída em diferentes linhas para cada arquivo. Para fazer isto, simplesmente substitua a variável com a To do this, simply replace a variable with a carta coringa *:

file *.txt

O saída irá exbir a informação em todos os arquivos .txt no diretório atual.

A opção i é usada para exibir o tipo de mime do arquivo que não estará em um formato legível. O comando será parecido com o que mostramos abaixo na linha de comando:

file –i devisers.csv

Para exibir arquivos especiais, use –s que permite que o usuário leia o arquivo de argumento que não estão funcionando ou possuem caracteres especiais. Ele também fornece informações sobre o tamanho de arquivos especiais. O comando para exibir o arquivo especial está logo em seguida:

file –s txt.t

Lembre-se de adicionar o nome do atual arquivo que você quer inspecionar!

Resumo

É claro que o comando file Linux é útil de diversas maneiras para gerar algoritmos longos de acordo com suas necessidades. Tudo que você precisa é especificar o arquivo e usar o comando na sintaxe correta.

O comando file é ótimo para entender exatamente o que você tem em sua máquina.

Depois de pegar o jeito deste comando, você aprenderá mais sobre diferentes tipos de arquivos existentes em seu sistema, e vai poder melhorar ainda mais o seu projeto. Ótimo desenvolvimento por aí!

Ariane G.

Ariane é jornalista, analista de conteúdo & SEO na Hostinger Brasil e tem o papel de contar para todo mundo o poder transformador da internet. Com foco em otimização, produção para web e técnicas de SEO, divide os dias entre pesquisas de palavras-chave e passagens aéreas (ela ama viajar).

Deixe um Comentário

Deixe seu comentário!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Comece a Economizar Agora!

Hospedagem com tudo incluso e nome de domínio
R$2
29
/mês*