ecommerce Website

Como montar uma loja virtual

Como montar uma loja virtual

Com o avanço que a internet vem tendo nos dias atuais, pessoas que não estão conectadas ficam distantes de tudo o que vem acontecendo no mundo. Desde informações banais até notícias importantes que mexem com a sua vida ou do local onde você mora. Mas a internet não serve só para se manter informado, ela é o lar também de muitos empreendedores. Sim, você pode empreender online e ganhar muito dinheiro com isso. Confira este passo a passo de como montar uma loja virtual e tire todas as suas dúvidas.

Por que eu preciso de um e-commerce?

Você gostaria de ganhar dinheiro? Bom, todo mundo gosta, mas como você é um empreendedor, está sempre procurando soluções de como aumentar a sua própria renda, não é mesmo? E a solução para isso pode ser a internet.

Digamos que você possua uma única loja física de roupas e esteja conseguindo vender todo o estoque chegando a ficar sem peças durante alguns dias. Isso quer dizer que o seu negócio está crescendo e precisa expandir-se. Mas como?

Bom, a criação de outras lojas físicas é uma opção, porém, você ficará limitado apenas na região que está localizada a sua loja. E é aí que entra o poder da internet. Você pode montar uma loja virtual. Mas antes de montar um e-commerce, você precisa realizar diversas pesquisas, checar sua situação financeira, pois serão muitos gastos e, principalmente, contratar uma empresa de hospedagem para cuidar dos servidores onde o seu site estará localizado. Nesse tutorial você vai aprender como montar uma loja virtual e outros fatores que incluem dentro desse caminho.

Como montar uma loja virtual – O que eu preciso?

Depois de checar todas as suas finanças e enxergar a necessidade de precisar montar um e-commerce para começar a lucrar mais e não perder vendas por falta de “lojas”, você vai precisar contratar alguns tipos de serviços e pensar em diferentes ferramentas que vão te auxiliar nessa montagem.

Registro de domínio

Para você montar um e-commerce, você precisa criar um site, mas antes de criar um site, você precisa registrar o seu nome de domínio, que nada mais é do que o nome do seu site. Existem diversos tipos de domínio que você pode registrar e inúmeras empresas que oferecem esse tipo de serviço.

O que você precisa levar em conta aqui é o preço e qual tipo de domínio vai querer, pois existem vários como: .com, .com.br, .org, .net, .xyz e etc. Aconselhamos utilizar um domínio mais conhecido pelos usuários da internet, como .com ou .com.br. Não que usar um domínio mais exótico como xyz vá prejudicar diretamente o seu site, mas grande parte das pessoas não estão acostumadas com esse tipo de endereço de site, acabam desconfiando e não acessam. E você como dono desse e-commerce, não quer que isso aconteça, pois significaria perda de dinheiro. Lembre-se que quanto mais tráfego o seu site tiver, maior a taxa de conversão dos produtos.

Quando for registrar o nome do seu site, pense em algo relacionado com a sua marca. Se você possui uma loja de roupas, provavelmente já tenha um nome, portanto, crie o site com o nome da sua marca, pois será mais fácil dos clientes que já conhecem você, te encontrar na web.

Assim que você registrar o domínio e o endereço escolhido, ninguém mais poderá utilizar esse nome nem endereço. Para lojas online que vendem periféricos tecnológicos e, normalmente, utilizam nomes voltados para tecnologia, é importante registrar esse domínio primeiro.

Como você já possui uma loja física que lucra bastante e a sua intenção com um e-commerce é aumentar mais ainda esses lucros, este processo, de ter uma loja online, será duradouro. Portanto, além do registro de domínio, você também precisa fazer o registro da sua marca. Parece ser a mesma coisa, mas não é.

O registro de domínio não te garante o uso exclusivo da marca, somente o endereço do site. Portanto, se você tem um site chamado tudosobretecnologia.com e outra pessoa também resolve criar um site com o mesmo nome, porém no .com.br e registrar a marca antes de você, ele, de acordo com a lei, pode derrubar todo o seu site.

Hospedagem de site

Após registrar o domínio e a sua marca, você precisa de um dos itens mais importantes da sua loja online. Uma hospedagem de sites, pois não tem como montar uma loja virtual sem esse item. Aconselhamos que você contrate os serviços da mesma empresa que você registrou o domínio, mas é possível utilizar esses dois serviços sem ser da mesma empresa.

Existem diversas empresas que oferecem um serviço de hospedagem de sites, para escolher a melhor para o seu e-commerce, você deve checar quais requisitos são demasiadamente importante para montar uma loja online, como: uptime, segurança, backups, processador, espaço, suporte e etc.

Dentro de um serviço de hospedagem, você poderá contratar servidores dedicados, compartilhados ou até mesmo uma VPS (Servidor Virtual Privado). O que você for escolher depende do tamanho do seu negócio. O servidor VPS oferece mais recursos que um servidor compartilhado e custa mais barato que um servidor dedicado.

Ele funciona como um serviço dedicado,mas com um poder de processamento menor. Já um servidor dedicado é uma máquina física especialmente dedicada para os seus sites, porém, com um custo mais alto.

Já um servidor compartilhado, o seu site fica dentro de um servidor com diversos outros sites, compartilhando o mesmo local. É um pouco mais barato, porém você não tem a autonomia que teria com uma VPS ou um servidor dedicado.

Como montar uma loja virtual vai demandar um servidor de alto nível, é necessário um pouco mais de investimento e pagar mais caro, para não ter arrependimentos mais tarde.

Procurando uma alternativa melhor de hospedagem?

Migre seu site para a melhor e mais rápida plataforma de hospedagem com suporte dedicado 24/7.

tutorial-uptime-hostinger

Uptime

Um item muito importante para quem tem um site que lida com clientes o tempo inteiro. Uptime significa o tempo que o servidor permanece online. Escolha uma hospedagem que ofereça o maior tempo possível de uptime. A Hostinger por exemplo, possui 99.9% de uptime. E o tempo que a sua loja virtual permanece online influencia e muito na sua receita, é um efeito borboleta, pois gera diversos outros fatores.

Digamos que um cliente esteja realizando uma compra em seu site, uma roupa cara ou um periférico de alto custo e que você lucrará muito com essa venda. E quando o cliente menos espera, o site cai e ele tem que fazer o processo tudo outra vez. Frustrante, não é mesmo?

Isso dá margem para o cliente nunca mais voltar ao seu site, aconselhar outras pessoas a não visitarem e não comprarem, fazer propaganda negativa, e se o cliente for muito conhecido na internet, o dano pode ser maior ainda.

E como se não bastasse, o Google também pode deixar você lá embaixo no ranking de buscas por causa do tempo que o seu site fica online.

Segurança

Segurança é necessário em tudo o que fazemos na vida, e lidando com a internet isso precisa ser redobrado. Como montar uma loja virtual vai lhe dar permissão para mexer com dados importantes dos clientes como, CPF, endereços, cartão de crédito e etc, você precisa contratar uma hospedagem que te ofereça um Secure Sockets Layer, ou o famoso certificado SSL.

Existem empresas de hospedagem de site que em alguns planos oferecem esse certificado com um custo adicional. Aqui na Hostinger nós oferecemos planos em que o SSL já vem incluído.

Mas pra que serve esse certificado? Bom, como você lidará com cartões de crédito, o SSL vai garantir que a sua loja online e os dados que os seus clientes colocarem ali permaneçam anônimos. Ou seja, tudo ficará criptografado e sem riscos de ter o cartão clonado ou algum outro tipo de falcatrua que tentarem.

Esse é mais um ponto em que o Google rankeia os sites com um sistema de segurança adequado lá em cim. O Google ama sites que possuem SSL. E lembrando, quanto melhor posicionado o seu site estiver nos sites de busca, maior a visibilidade dos usuários, mais acessos e potencialmente mais vendas.

Outro ponto importante que deve-se ter cuidado também são os spams. Usuários desagradáveis que spameiam os comentários do site ou até mesmo o e-mail institucional da empresa precisam de algumas medidas. Instale um antispam de qualidade e evite esse incômodo.

Backups

Salvamento de todos os seus dados e arquivos. Imagine um apagão em todo o país, você utiliza um plano de hospedagem em que o backup é feito semanalmente automaticamente e depois de diversas modificações e alterações que você realizou dentro do site, o servidor cai e não salva as alterações. Seria um trabalhão ter que refazer tudo. Como montar uma loja virtual vai fazer com que você lide com diversos produtos e criação de novas abas dentro do site, o backup é essencial.

Você pode acessar o seu painel de controle e realizar o backup a hora que quiser, ou então, pode contratar um plano onde o backup é feito diariamente automaticamente, assim você não precisa se preocupar em ter que acessar para salvar os dados alterados.

Processamento e espaço

Como montar uma loja virtual deixa o site muito pesado, pois envolve diversos tipos de programas, plugins e atualizações, você vai precisar de uma hospedagem em que o processador seja rápido e o espaço seja grande. Pense em adquirir um plano de hospedagem que ofereça essas atribuições para não ter que se preocupar em ter o seu site travado ou lento por falta de espaço no futuro.

Suporte

Se você não entende muito sobre como funciona um e-commerce ou como montar uma loja virtual, não sabe montar o site muito bem, não sabe os melhores plugins para instalar e precisa de ajuda para isso, contrate um serviço de hospedagem que ofereça um suporte 24 horas.

Todas as coisas que você for fazer dentro do seu painel de controle e não sabe muito bem como proceder, basta entrar em contato com o suporte técnico para tirar todas as dúvidas. É muito importante que o suporte contratado esteja disponível 24 horas por dia, todos os dias, pois um imprevisto grave pode acontecer e eles estarão lá para ajudar.

tutorial-metodo-de-pagamento-hostinger

Métodos de pagamento

Como montar uma loja virtual visa o lucro como o principal objetivo, não pensar nos métodos de pagamento para os clientes seria um pouco estranho. Há três formas de você receber o dinheiro online:

Sub Adquirentes: esse método são as empresas que realizam o intermediário e distribuem o dinheiro. Como o próprio intermediário se responsabiliza pelas transações, você não precisa se afiliar aos bancos. São exemplos de sub adquirentes: PayPal, PagSeguro, PayU, Pagarme, etc.

Gateway de pagamento: para usufruir desse sistema, você vai precisar se cadastrar aos bancos. Isso porque esse método é uma ponte de ligação tecnológica entre agentes financeiros e lojistas. O gateway verifica com os bancos através de um sistema se o cliente que efetuou a compra de um produto possui saldo no cartão, se tiver, a compra é autorizada.

Com esse método você tem acesso a todas as informações financeiras dentro de um painel de controle financeiro, além de a compra inteira ser realizada dentro da página do seu site.

Integração direta: esse método é aconselhado à empresas grandes e que já possuem um bom capital. Esse medo é semelhante ao gateway, porém, com o gateway você não precisa cuidar da integração de cada cliente, o próprio sistema cuida de toda a transação pra você, enquanto na integração direta com os adquirentes você cuidará de cada integração individualmente.

Como criar um e-commerce

Depois de realizar todas as etapas acima, você precisa partir pro que interessa de verdade para ganhar dinheiro online, que é a criação da sua loja virtual. E para isso, você vai precisar de uma plataforma para montá-la.

Como fazer um e-commerce? Bom, existem muitas plataformas onde você pode montar a sua loja virtual. Para facilitar, você pode usar o WordPress, o CMS mais popular do mundo e um dos mais utilizados por ser fácil de manusear. Nele, você consegue instalar o plugin WooCommerce. Com esse plugin de código aberto, você consegue transformar o WordPress em um e-commerce. Ele tem uma variedade de funções, com métodos de pagamentos, várias formas de colocar o produto e muito mais funcionalidades.

Mas por que escolher o WooCommerce? Bom, ele é especificamente construído para o WordPress. Empresas de pequeno, médio e grande porte podem utilizar e existem mais de 1 milhão de funcionalidades dentro do WooCommerce. Quer saber como montar uma loja virtual na plataforma mais utilizada do mundo? Nós temos um tutorial que te mostra o passo a passo de como configurar um e-commerce no Woocommerce.

tutorial-como-criar-um-ecommerce-hostinger

Marketing é importante para o meu e-commerce?

Depois de realizar todo o processo, analisar dados, verificar quais serviços de hospedagem usar e montar a loja virtual, você deve estar pensando: ufa, finalmente acabou. Mas é aí que o trabalho realmente começa, pois você precisa atrair os clientes até a sua loja. E como fazer isso? Com algumas estratégias de marketing.

Google AdWords

Essa ferramenta do Google vai ajudar a sua loja online de uma maneira imensurável. A pesquisa em sites de busca é muito importante, pois são em sites de busca que os clientes te encontram, e como o Google é o mais utilizado, você precisa estar nas primeiras posições dele. O Google AdWords serve para proporcionar um alcance imediato no Google, que vai gerar mais tráfego e mais resultados para o seu site.

No Google AdWords existem alguns tipos de campanha:

Rede de Pesquisa

Esse tipo de pesquisa funciona com a palavra-chave que você estabelecer. Digamos que o seu e-commerce seja uma loja de roupas de variados tipos, mas a palavra-chave que você quer focar é “jaqueta jeans feminina”, pois as pessoas estão procurando por isso no Google. Então o que você faz é “pedir” ao Google Adwords anunciar o link da sua loja na palavra “jaqueta jeans feminina” sempre que algum usuário procurar por isso.

E sempre que alguém clicar nesse link e acessar o seu site, você paga ao AdWords R$ 2,00. Você pode fazer isso com quantas palavras-chave quiser e pelo valor que quiser, basta analisar se vale a pena ou não.

Google Shopping

Essa pesquisa serve para anunciar os seus produtos em formas de imagem. É como se o Google se transformasse numa vitrine virtual da sua mercadoria. Mas como ele funciona? Nós iremos ilustrar abaixo:

tutorial-busca-google-shopping-hostinger

Veja que os anúncios com imagem (Google Shopping) aparece primeiro do que os links pagos logo abaixo. Sem contar na questão chamativa, pois já mostram tudo, como a imagem, preço, site da loja que está ofertando.

Ainda há a opção “Shopping” mais ao lado, como você pode ver abaixo:

tutorial-google-shopping-printscreen-hostinger

tutorial-google-shopping-printscreen-2-hostinger ,

Perceba que você pode filtrar o preço dentro dessa opção, além de outras diversas funcionalidades. Ou seja, é um verdadeiro shopping virtual. Mas para seu produto poder aparecer aí, você precisa pagar ao Google, e é aí que entramos na questão do orçamento.

Orçamento para o AdWords

Que você deve investir no AdWords é um pouco óbvio, mas você não precisa investir rios de dinheiro. Você precisa estabelecer um orçamento diário que pretende gastar. Esse valor não precisa ser astronômico, pode ser simples R$ 20,00 por dia. Depois que estabelecer o valor que vai pagar o Google para anunciar os seus produtos, você precisa definir os modelos de cobrança.

Pode ser custo por clique, onde o Google recebe cada vez que um usuário clicar no seu anúncio ou então o custo por compra, onde o valor somente é cobrado de você se é feita uma conversão do seu produto graças ao link.

Remarketing

Sabe quando você está visitando uma loja de informática, olha aquele computador gamer com todas as peças que sempre sonhou, mas logo sai do site por não querer sonhar muito, ou por simplesmente não ter tido tempo para comprar naquele momento? Pois é, acontece muito. E após isso, você já percebeu que aparece anúncios do produto que você se interessou por todos os cantos da internet? Isso se chama remarketing.

Serve para lembrar o cliente que aquele produto pelo qual ele se interessou ainda está lá esperando ser comprado. Você pode usar essa estratégia através do AdWords em parceiros do Google, como o facebook e outras redes sociais.

hostinger-seo-para-ecommerce-hostinger

SEO

Ou otimização para mecanismos de buscas. Essa técnica serve para melhorar e aumentar o seu posicionamento nos sites de busca (em resultados orgânicos). Não confunda SEO com anúncios pagos do Google Adwords, pois SEO são diversas técnicas e demoram um certo tempo para saber se está dando certo ou não.

Mas por que é tão importante se preocupar em SEO? Porque basicamente você vai estar fazendo a “mesma” coisa que o Google Adwords (se posicionando bem), mas com o seu próprio esforço, sem gasto algum, ou seja, todos os resultados que virão para você, serão lucros.

Palavra-chave

Esse é um item muito importante dentro de SEO. Palavras-chave (ou keywords) são o principal item de uma pesquisa. São as dúvidas dos clientes e usuários. São aquelas palavras que as pessoas digitam nos buscadores de sites para acharem o que estão precisando.

Você como um dono de e-commerce precisa saber usar essas palavras-chave. Mas como você pode saber o que as pessoas estão procurando? Nós explicamos. Primeiro você acessa o ahrefs.com e vá na aba “Keywords Explorer”

tutorial-ahrefs-keyword-explorer-hostinger

Agora você vai procurar pelas palavras que os usuários estão procurando para achar determinado produto. Digamos que a sua loja de tecnologia quer fazer uma mega promoção com placa de vídeo e você quer impactar nessa palavra-chave. Você deve colocar “placa de vídeo” na caixa abaixo. Não esqueça de colocar Brasil na hora de procurar.

tutorial-printscreen-ahrefs-hostinger

Após clicar em procurar, tudo sobre a forma como os usuários estão procurando sobre “placa de vídeo” no Google vai aparecer.

 

tutorial-keyword-research-overview-ahrefs-hostinger

Se você for em “View all” na parte de baixo na esquerda, você consegue acesso a todas as buscas que são feitas no Google relacionado com a palavra “placa de vídeo”.

tutorial-related-keywords-ahrefs-hostinger

Com base nessas palavras, você vai montar a sua palavra-chave principal e as palavras-chave secundárias. Quanto mais você usá-las, maior a chance do Google rankear bem o seu site.

Escreva conteúdo de qualidade

Se você possui um e-commerce sobre tecnologia ou qualquer outra área que dê para construir conteúdos de qualidade, faça isso, pois atrai diversos leitores e potencialmente futuros clientes. Além disso, focando em SEO, você pode trabalhar a sua palavra-chave, para aparecer nas primeiras buscas do Google. E quanto melhor o seu conteúdo for, mais visualizações ele vai receber, mais acessos, mais compartilhamento, até o seu blog virar referência no mercado.

Você também pode explorar o Youtube para espalhar seu conteúdo. Se a sua loja for de tecnologia, você pode realizar reviews de equipamentos como mouse, teclado, monitores, placas de vídeos e etc. Isso dá muitas visualizações e ajuda a sua marca a ficar conhecida.

Otimização é tudo

Além de produzir conteúdo de qualidade, você precisa ter um site bem otimizado, de fácil acesso às mercadorias, de fácil leitura, para o usuário ter uma experiência agradável ao navegar dentro da sua página. Imagine você entrando num site e você demore para achar aquilo que foi procurar, não encontre as opções e fique perdido. Provavelmente o usuário não vai gostar e não vai mais acessar o seu site.

O Google checa todas essas funcionalidades para classificar seu site como bom ou ruim, podendo ranquear em uma posição ótima ou péssima.

Título, meta description e URL

Esses três combinados são essenciais para agradar o Google e também o usuário. Toda a página da internet necessita de um título e uma descrição, e dentro disso, precisa estar a palavra-chave que você definir. Lógico que não precisa ser uma descrição muito robótica, apenas para encaixar as palavras-chave.

Você deve produzir uma descrição natural, e de maneira estratégica colocar todas essas “keywords” dentro da meta-descrição.

A URL do seu site também precisa constar a sua palavra-chave, lembre-se que o Google enxerga tudo o que o seu site agrega e mostra, portanto, quanto mais palavras-chave você conseguir encaixar em determinadas áreas do seu site, melhor.

Como montar uma loja virtual com o auxílio do Marketing de Conteúdo

Se tudo o que fizer em relação a conteúdo, SEO, otimização, for de alto nível, você vai conseguir um melhor posicionamento no Google, autoridade no mercado, redução de custos, pois os clientes chegarão até você; relacionamento com os seus clientes e vendas.

Para o marketing de conteúdo funcionar, você identifica o que a persona precisa. Digamos que ela precisa muito de um computador e está procurando pelo melhor do mercado, fuçando todo o tipo de configuração para poder comprar um. Como a sua empresa tem esse computador, você vai produzir conteúdos explicando o porquê ela precisa realmente dessa máquina e como isso vai melhorar a vida dela. tutorial-sucesso-na-internet-hostinger

E isso pode ser feito através de posts no blog, reviews de produtos no youtube, o que for ajudar na dor da persona, melhor. E como o seu conteúdo vai se destacar de todo o resto, as pessoas vão divulgar o seu trabalho, fazendo a sua empresa ganhar autoridade, clientes e mais vendas.

Deixe um Comentário

Deixe seu comentário!

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Comece a Economizar Agora!

Hospedagem com tudo incluso e nome de domínio
R$6
39
/mês*

Junte-se a centenas de inscritos em todo o mundo

e receba um resumo dos tutoriais mais recentes direto para o seu e-mail

Please wait...

Obrigado por se inscrever!