Artigos Otimizar Site

Otimização de sites: dicas de como melhorar um site com técnicas de SEO

Quem decide finalmente em entrar no mundo virtual e criar um site, mal sabe que o trabalho apenas começou. Após realizar todas as análises de mercado para o seu segmento, criar um domínio e checar preços de hospedagens, chegou a hora de otimizar o seu site para que ele dê ao usuário uma experiência agradável dentro da sua página.

Além disso, o mais importante: utilizar técnicas de SEO para que ele fique bem posicionado em sites de buscas, como o poderoso Google. Dentro desse artigo nós vamos apresentar algumas dicas de SEO para otimização de sites. Vamos lá?

1 – O que é SEO?

Search Engine Optimization, ou para o bom português, mecanismo de buscas, é um conjunto de técnicas que você utiliza dentro do seu site para deixá-lo bem posicionado em sites de busca. Quando uma pessoa quer procurar um site ou alguma informação, ela vai aonde? Isso mesmo, ela coloca a pergunta no Google para encontrar o que está procurando.

E se o seu site teve um bom serviço de SEO, muito provavelmente ele estará nas primeiras páginas do Google e será facilmente encontrado pelos navegadores. E mais importante que isso, o seu trabalho precisa ter o foco de aparecer na primeira página do Google, pois convenhamos, quem vai até a quinta ou décima página do Google para procurar alguma coisa? A não ser que esteja dando o famoso control c control v em algum artigo para o colégio e não quer que o professor ache o trabalho que você copiou, ninguém passa da primeira página.

Mas como otimizar meu site trabalhando com o SEO? Bom, é simples.

2 – Pesquisa de palavras-chave

Esse é o primeiro passo que deve ser feito quando se fala em otimização de sites. Digamos que o site que deseja criar é sobre moda. Você deve acessar o ahrefs e procurar o que as pessoas que querem saber sobre o mundo da moda estão procurando. Mas como fazer isso? É fácil.

Acessando o ahrefs, vá na aba “keyword explorer”, como mostra a imagem abaixo:

Após clicar nessa opção, você colocará a palavra que deseja focar como principal palavra-chave, mas lembre-se que você não precisa focar apenas em uma. Você pode ter diversas keywords espalhadas dentro do seu site, apenas certifique-se se a palavra-chave escolhida é procurada pelas pessoas no Google.

Digamos que você coloque “roupas estilosas” como palavra-chave. Coloque ela na descrição e selecione para fazer a busca no Brasil. Aparecerá as seguintes informações:

Perceba que as duas primeiras “keywords” destacadas em baixo são as que as pessoas mais buscam. Você pode clicar em “View all” e checar todas as palavras-chave que os usuários procuram que envolvam esse assunto e de que forma eles abordam as pesquisas. Baseando-se nesses dados é que você montará quais as melhores palavras-chave para o seu site.

Lembre-se que você terá um blog de moda, mas não será apenas para falar sobre roupas estilosas, você pode falar sobre diversos outros assuntos, como viagens, celebridades, eventos. Tudo que envolva o mundo do entretenimento, e isso abrange mais palavras-chave ainda, o que também ajuda na otimização de sites.

Assim que estabelecer as palavras-chave, espalhe-as por todos os cantos do seu site. Lógico que não de uma maneira forçada em que o usuário se incomode ao acessar sua página ou ler algum conteúdo. Mas coloque na URL do seu site, coloque na meta-descrição e principalmente, nos conteúdos que for produzir.

3 – Produção de conteúdo para otimização de sites

Pronto, palavras-chave estabelecidas, é hora de criar conteúdo. E você vai precisar criar muito conteúdo. Produza textos sobre os produtos que você fizer review (como o site é sobre moda, faça review de diversos tipos de roupas e estilos), textos sobre celebridades, entretenimento, lançamentos, tudo que o seu blog puder abordar, você aborda. E sempre colocando as palavras-chave de cada assunto no meio do texto.

Assim que você tiver um blog bem otimizado com as palavras-chave, com conteúdos de diversos tipos de assuntos. Quanto mais conteúdos contendo as palavras-chave você produzir, mais rápido você vai subir no ranking do Google.

É importante lembrá-lo de que o que vale é produzir um conteúdo de qualidade. Não fique pensando em encaixar as keywords em todos os lugares no texto pois o leitor perceberá que é um conteúdo forçado. Coloque elas naturalmente ou então após finalizar o artigo, leia-o novamente e vá inserindo as palavras-chave.

Procurando uma alternativa melhor de hospedagem?

Migre seu site para a melhor e mais rápida plataforma de hospedagem com suporte dedicado 24/7.

3.1 Espione seus concorrentes para otimização de sites

Como um verdadeiro James Bond da vida real, você vai prestar atenção nas palavras-chave e nos conteúdos dos seus concorrentes que já estão no topo do Google. Não tem necessidade de inventar a roda e produzir um conteúdo totalmente diferente com palavras-chave inovadoras. Não, isso provavelmente não vai ter um bom resultado. Como o tópico acima falou, você vai produzir muito conteúdo, mas um conteúdo melhor que os que estão no topo e exatamente com as mesmas palavras-chave.

Após você criar um conteúdo de qualidade superior aos dos seus concorrentes, que fizeram todo o trabalho duro e já estão no topo do Google, entre em contato com sites e blogs que publicaram os artigos dos seus concorrentes linkando para a página deles e mostre o seu conteúdo.

Se esses sites gostarem do seu conteúdo, eles vão publicá-lo e vão linkar para a sua homepage, fazendo com que aumente o seu tráfego e sua posição no Google.

Como saber quais empresas realizam esse serviço de linkagem aos concorrentes? É fácil! Você pode acessar o site backlinkwatch.com e inserir a URL exata do seu concorrente que você quer checar e clicar em “check backlinks”.

Abaixo vai aparecer uma lista de todos os sites que fazem backlinks para o seu concorrente. Você pode entrar em contato com esses sites para atingir diretamente o seu concorrente. Conseguindo backlinks, o seu site começará a escalada para as primeiras posições do Google.

3.2 – Headlines nos conteúdos

Os títulos dos tópicos que você vai falar dentro dos conteúdos podem variar de headline 1 até headline 6. É importante você utilizar os headlines 1,2 e 3, pois são importantes para o SEO. O título do artigo coloque sempre em H1, os tópicos que falarão sobre os assuntos em H2 e tópicos menores, que incorporam os tópicos grandes, em H3.

4 – URL confiável

Você já se deparou com alguns sites em que a URL não diz nada sobre o que é o conteúdo? Pois é, você pode configurar e faz parte da otimização de sites. Assim, você não fica com dúvidas de entrar em determinados sites por medo do que pode encontrar. Deixando a URL o mais clara possível, você mostra para o leitor que tipo de conteúdo ele vai encontrar ao clicar no link, pois está especificando. Por exemplo, se você quiser compartilhar este conteúdo para algum amigo, a pessoa que receber o link vai saber que o texto é sobre otimização de sites, caso não apareça, pode até achar que seja algum tipo de vírus ou pegadinha. 

5 – Prepare sua meta-tag e título

Como já foi dito, você deve espalhar a palavra-chave principal por todo o seu website. E no código html de uma página, existem a tag “title” e a tag “description”. O código deve ficar assim:

<html>

<head>

<title>Escrever aqui o título de sua página</title>

<meta name=”description” content=”Faça um resumo da sua página aqui neste espaço”>

</head>

O título da página deve ter a palavra-chave principal. Ou seja, para todo o conteúdo ou parte do site que você construir e produzir, deve conter a palavra-chave sempre no título. Lembrando que o título não pode ser muito extenso.

Já a meta-tag, ou meta descrição você pode trabalhar um pouco mais em cima dela, adicionado até palavras-chave secundárias. Ela é um resumo do seu trabalho dentro do site, portanto, pode ser um pouquinho mais extenso que o título. Quando se fala em otimização de sites, as meta descrições são extremamente importantes.

Um exemplo perfeito do nosso próprio website. A meta descrição explicando brevemente o que fazemos incluindo a palavra-chave principal e outras secundárias. Isso é muito bom para o SEO.

6 – Trabalhe o SEO nas imagens para otimização de sites

Um site não é um site quando não possui imagens, não é mesmo? E é muito importante para o leitor e também para o SEO que os seus artigos possuam imagens. Isso ajuda a entender melhor o texto e consequentemente te ajuda no posicionamento do Google.

Quando você for carregar as imagens, renomeie o arquivo com a palavra-chave do artigo escrito. Assim, se porventura o usuário quiser salvar a imagem abrindo ela separadamente em outra aba, a sua palavra-chave aparecerá na URL.

7 – Otimização de sites para dispositivo móveis

De 2016 até 2018, os acessos dos usuários por dispositivos móveis cresceram em 5 vezes. Quantas pessoas você conhece que não sai do celular? Pois é, não é apenas o seu filho ou amigo, é uma geração inteira. Quatro em cada cinco consumidores realizam compras online através dos celulares.

Esses números só mostram a força que os dispositivos móveis têm e vão ter ao longo dos anos. É muito mais fácil para um usuário acessar um site pelo celular (se a página for bem otimizada) e realizar uma compra ou ler algum artigo do que para os usuários de computadores. Além de todos os aplicativos para banco que, em alguns casos, você consegue até descontos.

8 – Utilize o Google Analytics na otimização de sites

Essa vai ser a sua principal ferramenta ao lado do ahrefs que foi mencionado antes. O Google Analytics vai analisar e coletar todas as informações de tráfego da sua página, além do comportamento dos usuários nela.

Com essa ferramenta você consegue: quantidade de pessoas que acessaram o seu site ou post, de onde aquele usuário está acessando o seu conteúdo (qual site ele estava navegando antes de ir para o seu, de qual cidade ele está acessando), se ele estava acessando de um computador ou de um celular, qual o tempo que ele permaneceu em cada área do seu site, qual página é a “menos lida” pelos seus usuários e qual a mais lida e etc.

Baseado em todas essas informações, o Google Analytics te entrega os dados e você começa a trabalhar a otimização do seu site em cima disso. Você vai conseguir segmentar mais os conteúdos, melhorar os artigos, atingir os seus principais leitores de forma positiva e muito mais.

E para que todas essas dicas apresentadas dê certo, você precisa de um “feedback”, certo? E o Google Analytics será exatamente isso, portanto, essa ferramenta é indispensável.

Conclusão

Com essas dicas apresentadas você consegue imaginar que ter um site não é apenas adquirir uma hospedagem de site e escolher um tema bonito para colocar os conteúdos. Você precisa trabalhar muito em cima da sua página para querer ser conhecido, ganhar acessos e dinheiro. Utilize técnicas de SEO para otimização de sites e você estará trilhando um bom caminho.

Deixe um Comentário

Deixe seu comentário!

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Comece a Economizar Agora!

Hospedagem com tudo incluso e nome de domínio
R$6
39
/mês*

Junte-se a centenas de inscritos em todo o mundo

e receba um resumo dos tutoriais mais recentes direto para o seu e-mail

Please wait...

Obrigado por se inscrever!