Artigos Banco de dados MySQL SQL Server

Entenda a diferença entre SQL e MySQL

entenda a diferença entre sql e mysql e use o banco de dados de acordo com seu perfil de usuário

Sempre quis saber a diferença entre SQL e MySQL e trabalhar com o tipo de banco de dados mais apropriado com seu perfil de usuário? Comece a comemorar: você está no artigo certo.

Praticamente todas as aplicações de internet e bancos de dados desempenham um papel importante. Devido à natureza dinâmica de desenvolvimento da web atual, até mesmo as aplicações mais rudimentares exigem algum tipo de mecanismo de armazenamento. Por isso, a Hostinger oferece banco de dados MySQL ilimitado para clientes premium e business.

Dois desses sistemas são o MySQL e o SQL Server. Ambos desempenham as mesmas funções, embora tenham usos diferentes. Em palavras mais simpĺes, eles têm “sabores” diferentes, mas usam a mesma estrutura. No caso, é o SQL, também conhecido como Structured Query Language.

Assim, os desenvolvedores podem esperar algumas similaridades entre o MySQL e o SQL Server. São elas: tabelas para armazenar dados, referências a chaves primárias e externas, assim como múltiplos bancos de dados dentro de um único ambiente ou servidor.

Não seria errado chamar o MySQL e o SQL Server como duas das soluções RDBMS (Relational Database Management System) existentes mais populares. Embora o Oracle e o Postgres possam ter algo a dizer sobre isso.

Apesar de estarmos gradualmente observando uma mudança do SQL para o NoSQL, o primeiro continua tendo uma presença mais dominante. Isso significa que agora é uma boa hora para aprender tanto sobre MySQL quanto SQL Server.

Nesse guia, vamos explicar brevemente o que são estes dois tipos de banco de dados. Vamos descobrir a diferença entre SQL e MySQL, além de ajudar você a escolher qual o melhor deles para suas necessidades.

MySQL vs SQL Server

Antes de descobrir a diferença entre SQL e MySQL, vamos dar uma breve olhada nas características dos dois sistemas, como surgiram e como funcionam. Em seguida, entraremos no comparativo mais detalhado.

O que é MySQL?

Desenvolvido em meados dos anos 90 (e posteriormente adquirido pela Oracle), o MySQL foi um dos primeiros bancos de dados de código aberto a surgir. E ele permanece assim até hoje. Isso significa que existem algumas alternativas do MySQL.

Mas a diferença entre essas variantes não são muito divulgadas; as sintaxes e as funcionalidades básicas continuam idênticas.

Algo que se tornou uma característica do MySQL é sua popularidade nas comunidades de startups. Por ser de código aberto e gratuito, os desenvolvedores podem facilmente começar seus projetos com o MySQL e modificar seu código como precisarem.

O MySQL é tipicamente usado em conjunto com o PHP e o Apache Web Server em uma distribuição Linux. Essa situação originou o famoso acrônimo LAMP (Linux, Apache, MySQL,  PHP).

O que é SQL Server?

O SQL Server, também conhecido como Microsoft SQL Server, surgiu muito antes do MyQSL. A Microsoft desenvolveu o SQL Server nos anos 80 com a promessa de prover RDBMS confiáveis e escaláveis.

E essas permanecem sendo as principais qualidades do SQL Server depois de tantos anos, uma vez que ele se transformou num software corporativo de larga escala.

O SQL Server é indicado principalmente para desenvolvedores que estão usando a linguagem .NET como a sua linguagem de desenvolvimento, em oposição da linguagem PHP para o MySQL. Isso faz sentido, pois ambos (SQL Server e .NET) também estão sob o guarda-chuvas da Microsoft.

Mas qual a diferença entre SQL e MySQL?

Agora que já sabemos o quê esses dois sistemas são, chegou a hora de conhecer a diferença entre SQL e MySQL. Na verdade, não existe apenas uma diferença. São várias diferenças para você avaliar e escolher o melhor entre o MySQL ou SQL Server de acordo com seu perfil.

Ambiente

Como citado antes, o SQL Server trabalha melhor com a linguagem .NET. Já o MySQL pode ser pareado com qualquer outra linguagem, mais tradicionalmente com o PHP.

Também deve ser mencionado que o SQL Server costumava ser rodado exclusivamente no Windows. Mas isso mudou desde o ano passado, quando a Microsoft anunciou o suporte do SQL Server para Linux.  

Ainda assim, a versão para Linux é um tanto prematura. Isso significa que nossa recomendação continua sendo a que você use o SQL Server no Windows. E mude para o Linux quando for usar o MySQL.

Sintaxe

Para a maioria das pessoas, essa é a diferença mais importante entre os dois sistemas. Ter familiaridade com regras de sintaxe de um deles pode influenciar drasticamente na sua decisão sobre qual se encaixa melhor com seu perfil.

Enquanto ambos MySQL e SQL Server são baseados em SQL, as diferenças de sintaxe ainda são proeminentes. E é válido tê-las sempre em mente. Por exemplo, dê uma olhada nas sintaxes abaixo.

  • MySQL
SELECT age
FROM person
ORDER BY age ASC
LIMIT 1 OFFSET 2
  • Microsoft SQL Server
SELECT TOP 3 WITH TIES *
FROM person
ORDER BY age ASC

Os dois grupos de códigos alcançam o mesmo resultado – retornam 3 entradas com a idade mais jovem de uma tabela chamada pessoa. Mas existe uma mudança drástica na sintaxe.

É claro que sintaxe é subjetivo. Então não podemos dar recomendação alguma. Escolha aquela que pareça mais intuitiva para você. A lista completa de mudanças implementadas entre MyQSL e SQL Server pode ser encontrada aqui

SQL Server é mais do que um RDBMS

Uma grande vantagem de um software proprietário em relação a um de código aberto é o suporte exclusivo que ele recebe. Nesse caso em particular, a vantagem fica ainda maior, pois o SQL Server é apoiado por uma das maiores companhias de tecnologia do mundo.

A Microsoft lançou ferramentas adicionais para o SQL Server, que vieram agregados com o RDBMS, incluindo ferramentas de análise de banco de dados. Ele também tem um servidor de relatórios – o SQL Server Reporting Services, assim como uma ferramenta ETL.

Você também pode ter características semelhantes no MySQL, mas você precisa vasculhar a internet para encontrar soluções terceirizadas. Algo que não é recomendo por muitas pessoas. 

Motores de armazenamento

Outra grande diferença entre SQL e MySQL que às vezes passa batida é a maneira como eles armazenam dados. O SQL Server usa um único motor de armazenamento desenvolvido pela Microsoft, em contraste com os múltiplos motores de armazenamento do MySQL.

Isso dá aos desenvolvedores do MySQL muito mais flexibilidade, pois eles podem usar diferentes motores para cada tabela, com base em velocidade, confiabilidade e outras dimensões. Um motor de armazenamento popular do MySQL é o InnoDB, um dos mais confiáveis existentes, ainda que também seja um dos mais lentos. Outro exemplo de motor de armazenamento do MySQL é o MyISAM.

Cancelamento de pesquisa

Muitas pessoas não sabem disso. Mas uma crítica diferença entre SQL e MySQL é que o MySQL não permite que você cancele pesquisas em andamento.

Isso significa que uma vez que um comando começa a ser executado, você precisa torcer para que o dano que ele pode causar ao sistema seja reversível.

Por outro lado, o SQL Server permite que você cancele uma pesquisa que já está em processo.

A diferença pode ser bastante crítica para os administradores de bancos de dados SQL Server e MySQL. Mas não para os desenvolvedores web, que podem executar comandos de script que raramente exigem cancelamento de pesquisas durante sua execução.

Segurança

De uma forma mais abrangente, não há muito o que se comparar sobre a diferença entre SQL e MySQL no quesito segurança. Ambos são compatíveis com EC2, o que significa que você está em mãos seguras escolhendo qualquer um dos dois sistemas.

Dito isso, a influência da Microsoft traz uma vantagem considerável ao SQL Server, já que ele vem com recursos de proteção proprietários já instalados.

A Microsoft Baseline Security Analyzer, uma ferramenta dedicada da gigante, assegura uma segurança robusta ao SQL Server. Então, se a segurança é uma prioridade no seu trabalho, você já sabe qual sistema escolher.

Custo

Aqui é onde o SQL Server se torna bem menos atrativo e o MySQL ganha muitos pontos. A Microsoft exige que você compre várias licenças para rodar múltiplos bancos de dados no SQL Server. Até existe uma versão gratuita do sistema, mas ele só serve mesmo para você se familiarizar com os RDBMS.

Em contrapartida, o MySQL usa o GNU general Public License, que o torna completamente grátis para usar. Só fique atento a uma questão: se você precisar de suporte ou assistência para qualquer contratempo que surgir, você terá que pagar por isso.  

Comunidades de suporte

Ainda que você precise pagar pelo suporte do MySQL, isso não chega a ser exatamente uma obrigação. Existem muitas comunidades na internet que contribuem para solucionar problemas que os usuários possam encontrar.

Uma vantagem de ter uma comunidade ampla ao seu dispor é que a maioria das pessoas nem precisa contatar a assistência oficial. Elas podem simplesmente procurar pela internet e encontrar uma tonelada de dicas e soluções.   

IDEs

É importante notar que ambos os RDBMSs têm diferentes compatibilidades com ferramentas Integrated Development Enviroment (IDE).

Essas ferramentas oferecem um ambiente completo para o desenvolvimento. E você deveria prestar atenção em qual deles se encaixa melhor com as suas necessidades.

O banco de dados MySQL ostenta por ter o Orcale’s Enterprise Manager, enquanto o banco de dados SQL Server usa o Management Studios (SSMS). Ambos têm seus pontos positivos e negativos e podem influenciar na sua decisão de escolha.  

entenda a diferença entre sql e mysql e use o banco de dados mais apropriado para você    

Conclusão

A escolha do RDMBS é um passo importante para quem está apenas começando a desenvolver aplicativos modernos.

As pessoas que já escolheram um sistema dificilmente vão mudar de ideia mais tarde. O que significa que é crucial analisar as diferentes ofertas e escolher aquela opção que se encaixa melhor com você.

Neste guia, discutimos dois dos mais usados RDMBSs. Vimos não só uma diferença entre SQL e MySQL, mas algumas das principais diferenças entre ambos os sistemas.

Por fim, a escolha é toda sua. Como princípio básico, se você está desenvolvendo aplicações de pequeno e médio portes e usa predominantemente a linguagem PHP, escolha o MySQL.

Em contrapartida, se você se interessa em desenvolver aplicações seguras, resilientes e voltados ao meio corporativo de larga escala, o SQL Server deve ser o seu novo parceiro.

Andrei L.

Andrei é jornalista e conteudista na Hostinger. Tem experiência no WordPress, em conteúdos de tecnologia e conhecimentos avançados em SEO. É fã de games, adora vôlei, ama o inverno e não dispensa uma boa leitura a qualquer hora do dia.

2 Comentários

Deixe seu comentário!

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Comece a Economizar Agora!

Hospedagem com tudo incluso e nome de domínio
R$3
12
/mês*

Junte-se a centenas de inscritos em todo o mundo

e receba um resumo dos tutoriais mais recentes direto para o seu e-mail

Please wait...

Obrigado por se inscrever!

[href]
[href]