Marketing Digital

Marketing de Conteúdo: Respostas Para Todas as Suas Perguntas

O que marketing de conteúdo

Se você quer criar um vínculo a longo prazo com seus clientes e aumentar o reconhecimento da sua marca, você pode contar com o marketing de conteúdo. É uma ótima estratégia para gerar mais leads por um custo baixo. Você só precisa fazer isso direito.

Neste artigo, você vai aprender sobre marketing de conteúdo e como começar uma campanha de sucesso.

O Que É Marketing de Conteúdo?

Marketing é o ato de promover sua marca e seus produtos usando estratégias diferentes como pesquisa de mercado e publicidade.

Marketing de conteúdo é uma estratégia que usa materiais criativos, como posts em mídias sociais, vídeos e blogs, para alcançar um público maior. Resumindo, marketing de conteúdo é sobre se aproximar do seu público oferecendo conteúdo de valor e relevante para solucionar os problemas deles.  

Diferente dos anúncios, o marketing de conteúdo não está diretamente relacionado à publicidade de um produto ou serviço. O objetivo do marketing digital é criar relacionamento com seu público e indiretamente transformá-los em clientes pagantes.

Por Que Você Deve fazer Marketing de Conteúdo?

Se você quer gastar menos dinheiro para ter mais resultados, então vale começar a fazer!

Enquanto você ainda não alcança 2500% de crescimento como o Airbnb fez com a campanha de conteúdo deles, com marketing de conteúdo você pode criar uma conexão melhor com sua audiência, o que irá resultar em uma taxa de conversão mais alta.

Então, o que faz com que o marketing de conteúdo seja uma boa para o seu negócio?

Impactante

Mais de 90% dos negócios no mundo produzem conteúdo para engajar com mais pessoas. Isto acontece porque as estratégias de marketing de conteúdo são impactantes.

Por exemplo, o Marriott criou uma ótima estratégia de marketing de conteúdo com a Marriott Traveller e atraiu mais de 3 milhões de visitantes em 2018. Isto foi 78% a mais do que o tráfego do ano anterior. E mais, as visitas geraram mais receita do que as reservas de hospedagem — até 200% — comparado ao ano passado.

Portanto, a criação consistente de conteúdo informativo pode ajudar a engajar com mais pessoas, construir sua marca e ter um impacto lucrativo.

Custo-benefício

Seja você uma empresa pequena ou grande, marketing de conteúdo oferece maneiras econômicas para promover seus produtos.

Primeiro, você pode compartilhar seus conteúdo em várias plataformas, expandindo assim sua audiência.

Por exemplo, o FlipKey tem um blog incrível sobre viagens – onde escrevem tudo sobre viagens, de dicas à lista de “melhores”. Assim quando o conteúdo é publicado no blog deles, eles compartilham o post em redes sociais como Facebook e Twitter.

Conta oficial do FlipKey no Twitter

Outra observação importante, quanto melhor o conteúdo que você criar, melhores as chances de receber visitantes de busca orgânica no seu site.

Tráfego orgânico é tudo o que os donos de site desejam. Este tráfego não pago vem dos mecanismos de busca porque o conteúdo é considerado relevante e informacional.

Falando de forma simples, as pessoas buscam uma informações online usando os mecanismos de busca. Para aparecer no topo das SERPs (Search Engine Result Pages, que significa páginas de resultados dos mecanismos de busca) você precisa apresentar um conteúdo otimizado para SEO e informação relevante. 

Na verdade, 92% da média do tráfego vem da primeira página de resultado do Google. Dito isso, ter um ótimo e relevante conteúdo posicionado no topo das SERP’s é vital. Isso resultará em mais visitantes sem custos adicionais.

Longo Prazo

Se você quer engajar com seus clientes, tente ajudá-los a resolver os problemas que eles encontram – dentro da sua área de especialidade.

Como marketing de conteúdo o foco é em educar as pessoas com informações úteis. E o vínculo com os clientes se torna eterno.

Para fazer isso, o marketing de conteúdo usa estratégias da jornada de compra: conscientização ou reconhecimento da marca, consideração e fase de decisão.

A primeira fase da jornada de compras é sobre construir uma presença online. A segunda fase é sobre ensinar as pessoas a escolherem os melhores produtos. E a última fase é quando as pessoas decidem comprar ou não os produtos.

Todas as fases são importantes, mas o marketing de conteúdo foca nas duas primeiras com mais intensidade.

Portanto, o marketing de conteúdo é uma estratégia de longo prazo. Pode esperar um aumento notável nas suas vendas quando começar. É um investimento que vai longe.

Tipos de Marketing de Conteúdo

Sabendo como o marketing de conteúdo é importante estrategicamente, vamos aprofundar agora nos tipos de marketing de conteúdo.

Blogs

Se você é tem um blog para você ou para uma empresa, marketing de conteúdo é um ótimo método para você. Mas os benefícios serão maiores se for uma empresa. 

Se você produzir um ótimo conteúdo, isso vai mostrar sua especialidade no setor, além de construir uma relação de confiança com seu público.

Na verdade, blogs são muito populares e alcançaremos a marca de mais de 31 milhões de blogueiros em 2020 somente nos Estados Unidos. Você já consegue entender qual o potencial que um blog tem.

No entanto, é importante entender que a concorrência desse tipo de marketing é feroz. É crucial saber como atrair visitantes, se você deseja ter um público grande o suficiente

Um blog que usa muito bem as estratégias de marketing de conteúdo é o Grammarly.

Blog do Grammarly

Alinhado com os produtos da empresa, o blog da Grammarly busca engajar com os prospects fornecendo artigos úteis com dicas de gramáticas, tutoriais de “como fazer” e tendências do momento.

Isso é importante para confirmar que o Grammarly é especialista para quem quer escrever melhor.

Newsletters

As Newsletters são um dos tipos mais promissores de marketing de conteúdo.

Quando alguém assina seus emails, a porta está aberta. Embora você possa usar essa oportunidade para transformar assinantes em clientes, uma newsletter é uma das melhores maneiras de criar uma conexão mais forte com seu público.

A chave é fornecer o melhor conteúdo que você pode criar.

Qual é o melhor conteúdo para newsletters? É algo que seu público adoraria – informações interessantes e valiosas, que farão diferença entre tantos outros.

Além disso, as newsletters devem ser personalizados para tornar esse vínculo ainda mais forte.

Uma das melhores newsletters com uma estratégia de marketing de conteúdo é da BarkBox. Prometendo fazer seus cachorrinhos felizes, o BarkBox usa imagens temáticas sobre a vida dos cães.

Exemplo de uma newsletter do BarkBox como estratégia de marketing de conteúdo

Redes Sociais

Mídia social é o tipo de marketing de conteúdo que promove o mais alto nível de envolvimento do usuário.

Ao contrário de pesquisar em blogs ou assinar newsletters, as pessoas só precisam clicar no botão “seguir” para obter atualizações sobre um determinado produto. Simples assim.

A Go Pro faz isso muito bem com uma campanha intensa de marketing de mídia social. Eles divulgam em todos os canais de mídia social, como Facebook, Twitter e Instagram.

Conta oficial da GoPro no Instagram

Eles até incentivam as pessoas a continuar compartilhando momentos incríveis.

Com essa estratégia, a GoPro obteve uma receita gigante – quase US$ 377 milhões no último trimestre de 2018.

Infográficos

Os infográficos são uma maneira criativa de apresentar informações usando um design bonito.

À medida que as pessoas entendem melhor as informações visuais, o uso do infográfico para o engajamento é muito eficaz. Além disso, os infográficos são adequados para muitos tipos de publicação: digital ou impressa, posts de blog ou atualizações de mídia social.

No entanto, lembre-se de que esse tipo de marketing de conteúdo é complicado. 

Invista em criar posts visualmente atraentes.

Se não conseguir fazer sozinho, você pode contratar um freelancer para fazer isso. Existem sites como o Fiverr que podem salvar seu dia.

Infográficos da Marriott pela Lemonly

Ou, se você tiver um orçamento maior, pode usar sites de terceiros como Lemon.ly para obter resultados ainda melhores.

White Papers

Os white papers são documentos oficiais divulgados pela empresa para destacar os recursos dos produtos.

Esse tipo de marketing de conteúdo apresenta evidências factuais baseadas em pesquisas ou testes. Dessa forma, os profissionais de marketing tentam influenciar seu público a comprar os produtos sem usar anúncios sofisticados.

Um dos melhores exemplos de white papers é o Microsoft Azure Stack.

White Paper Microsoft Azure

O white paper mostra os melhores recursos do Azure Stack. Ao ler o white paper, as pessoas conseguirão entender como o Azure Stack funciona na implementação real de diferentes setores.

Como Começar?

O marketing de conteúdo é uma estratégia que envolve uma equipe de pessoas trabalhando juntas para alcançar o mesmo objetivo – aumentar as vendas.

Como o marketing de conteúdo é uma estratégia de longo prazo, todo o processo deve ser executado muito bem. Há três pontos que sempre devem estar conectados:

  • Plano de ação. O plano de ação sempre terá foco nos clientes, portanto é importante conhecer seu público.
  • Implementação. A implementação deve ter como alvo as perspectivas certas, usando o tipo certo de marketing de conteúdo.
  • Revisões. As revisões são a maneira como analisamos os dados para repetir os esforços de sucesso e revisar os que falharam.

Conheça o Seu público

Por que conhecer seu público vem em primeiro lugar?

Se você conseguir definir quem é seu público-alvo, saberá o que precisa fazer com sua campanha de marketing de conteúdo.

Para fazer isso, você precisa conhecer a personalidade da sua persona.

Persona é o perfil do seu cliente ideal. Esse perfil mostra quem são e quais problemas eles precisam resolver. Com essas informações, você pode produzir conteúdo alinhado ao seu público-alvo.

Por exemplo, se você é uma empresa de jogos, precisa pesquisar quem são os jogadores, por quanto tempo eles jogam e onde eles jogam, e quanto de receita você pode esperar.

Encontre seu Nicho

O próximo passo importante é criar conteúdo para públicos segmentados. 

Ao criar conteúdo, ele sempre deve começar com seu público em mente. Não pense apenas no tipo de conteúdo você está usando, mas também como você o entrega.

Lembre-se de que um público diferente precisa de um tipo de marketing de conteúdo diferente.

Por exemplo, se você deseja fornecer informações completas com base em pesquisas, pode usar documentos técnicos, como o que a Apple fez.

Ou, para jogadores de dispositivos móveis, atraia-os para visitar seu blog com links distribuídos todos os seus canais de redes social, como o que Clash Royale fez.

Blog do Clash Royale

Além disso, o estágio das jornadas de compra determina seu tipo de marketing de conteúdo a ser usado.

Portanto, você não deve enviar uma newsletter para pessoas aleatórias apenas porque tem os emails deles. As pessoas irão reportar como spam.

Em vez disso, você pode usar blogs e mídias sociais para atrair seu público-alvo. A partir daí, você pode criar uma lista de emails, usar newsletters e white papers.

Analisar

Depois de segmentar seu público-alvo com o conteúdo certo, você precisa avaliar a eficácia da estratégia.

Analisar a estratégia de marketing de conteúdo é importante para melhorar o que você fez para obter melhores resultados.

Para fazer isso, você precisa de métricas. Dependendo dos estágios da jornada de compra, cada estágio tem sua própria métrica.

No estágio de reconhecimento da marca, você provavelmente usará blogs e mídias sociais. Para medir este estágio, você pode usar:

  • Visitantes – quantas pessoas acessam seus blogs.
  • Taxa de rejeição – com que frequência as pessoas entram e saem do seu blog instantaneamente.
  • Votos – quantos votos em seus posts de mídia social.
  • Likes e comentários – quantos likes e comentários em seus posts.
  • Compartilhamento de links – com que frequência seus posts são compartilhadas.

Na fase de consideração ou reconhecimento da marca, as newsletters são basicamente o que você vai usar. Você pode usar métricas como:

  • Taxas de entrega – a porcentagem dos seus emails que chegam aos clientes.
  • Taxas de compartilhamento social – quantas newsletters compartilhadas nas mídias sociais.
  • Taxas de abertura e clique – quantas vezes os links dos e-mails são clicados.

Embora os resultados possam variar, a análise dos dados é importante. Quanto mais cedo você descobrir que algo não funciona, poderá melhorar.

Conclusão

O marketing de conteúdo é uma estratégia para criar um envolvimento de longo prazo com o cliente, fornecendo conteúdo de valor.

Essa estratégia é ótima porque é impactante, econômica e com ótimo custo-benefício, e tem como objetivo metas de longo prazo.

Existem muitos tipos de marketing de conteúdo, como:

  • Blogs;
  • Newsletters;
  • Canais de mídia social;
  • Infográficos;
  • Whitepapers.

Escolha os melhores tipos para sua campanha de marketing de conteúdo.

Se você deseja usar o marketing de conteúdo, siga estas etapas:

  • Conhecendo seu público;
  • Encontrando seu nicho;
  • Analisando métricas, dados, resultados.

Então, o que você está esperando? Partiu começar sua estratégia de marketing de conteúdo e aumentar suas vendas.

Ariane G.

Ariane é jornalista, analista de conteúdo & SEO na Hostinger Brasil e tem o papel de contar para todo mundo o poder transformador da internet. Com foco em otimização, produção para web e técnicas de SEO, divide os dias entre pesquisas de palavras-chave e passagens aéreas (ela ama viajar).

2 Comentários

Deixe seu comentário!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Comece a Economizar Agora!

Hospedagem com tudo incluso e nome de domínio
R$2
29
/mês*