Lemos Viajantes: Para Viajar o Mundo sem Gastar Muito 
access_time
hourglass_empty
person_outline

Lemos Viajantes: Para Viajar o Mundo sem Gastar Muito 

Tudo começou alguns anos atrás, com duas irmãs brasileiras viajando por vontade própria. Hoje, elas relatam as suas experiências na internet, compartilhando dicas de acomodação, transporte, gastronomia e outros assuntos relacionados a viagens. “Queríamos desmistificar a ideia de que só quem pode viajar é gente rica”, afirma Caroline, cofundadora das Lemos Viajantes.

Mesmo sendo de diferentes áreas — Caroline trabalha nas forças armadas e Carine é professora de música —, as irmãs sempre gostaram de aventuras, coisa que o Brasil tem de sobra.

Ao longo dos anos, elas visitaram diversos lugares, de florestas a montanhas até cidades pequenas pitorescas e grandes centros urbanos cheios de arranha-céus. Sempre que Caroline tinha uma folga do serviço, ela e sua irmã costumavam pegar a estrada para explorar a cultura brasileira bem de perto e capturar a essência da natureza e da vida urbana do seu país. 

Foto de duas moças com os braços estendidos à frente de seu corpo segurando um globo, a moça do lado esquerdo tem a pele clara e veste um vestido bege, ela sorri. A moça do lado direito também tem a pele clara, ela veste uma blusa azul do Little Stitch e calça jeans e também usa um óculos de sol. Ao fundo, há um lago e uma construção greco-romana

A estrada as ensinou muitas lições sobre viagens inteligentes. No começo, seus amigos pediam conselhos sobre viagens, o que acabou incentivando as irmãs a criarem um blog para compartilharem as suas aventuras.

De um Hobby para um Site Oficial 

Quando Caroline chegou ao Rio de Janeiro, Carine propôs criar uma conta no Instagram para compartilharem suas experiências na Internet: que iam desde passagens aéreas baratas até dicas de segurança e alimentação a preços acessíveis. 

O momento não poderia ter sido melhor. Assim que a pandemia começou, os brasileiros passaram a fazer mais viagens nacionais, o que tornou o conteúdo das irmãs um grande sucesso. 

A conta do Instagram agora chega a 22,7 mil seguidores. Além do Instagram, elas também têm um canal no YouTube e, claro, o seu bem mais precioso: o site das Lemos Viajantes, um projeto iniciado por Caroline com a Hostinger.

“Hoje, os clientes nos contratam para promover vários negócios, principalmente restaurantes e hotéis”, diz Caroline. “Mas, além disso, nosso conteúdo é gratuito, não lucramos com ele.” 

Consistência e Estilo

Caroline está ciente da forte concorrência nas redes de conteúdos de viagens, por isso, é sempre uma boa ideia apresentar um novo ângulo a cada história. Senão, as coisas podem ficar obsoletas.

“Muitas pessoas escrevem sobre viagens. A única forma de se destacar é pelo estilo e pela consistência. As pessoas precisam de um motivo para se engajarem e voltarem para mais histórias: a sua melhor aposta é chegar a uma reviravolta interessante.”

Quando o assunto é estilo, as Lemos Viajantes arrasam. As irmãs são conhecidas pela sua visão positiva do mundo, que irradia pelo seu conteúdo. Suas redes sociais são brilhantes e coloridas, com fotografias cheias de ação e com um sentimento autêntico de desejo de viajar, tudo isso capturado em uma bela prosa. 

Foto de duas pessoas, uma mulher e um homem, suspensas em equipamentos de segurança em cima do mar azul. A mulher tem a pele clara e estende o seu braço para tirar a foto com um pau de selfie, ela usa óculos de sol e colete salva-vidas e o homem tem a pele escura, usa óculos de sol e também colete salva-vidas e está sorrindo para a foto. Ao fundo, vemos a água do mar num tom azul piscina, bem clara e limpa.

Viagens Devem ser Acessíveis

Para Caroline, não existem experiências ruins de viagens. Cada viagem é uma oportunidade de aprender e de crescer como pessoa, mesmo que algumas viagens de férias acabem nos decepcionando. Por exemplo, uma visita ao famoso Parque do Jalapão foi mais cara do que uma viagem com tudo incluso à Argentina.

“Jalapão virou um lugar um pouco turístico graças às filmagens de uma famosa novela brasileira. Minha irmã gastou muito dinheiro e não conseguiu um hotel decente para se hospedar. Nessa mesma época, eu fui à Argentina e me hospedei num ótimo hotel. Gostei muito da comida, do vinho e do tango. Acabei gastando bem menos que do que a viagem da minha irmã a Jalapão”, lembra ela.

Foto de uma moça de pele clara com um biquini rosa e um short preto, óculos de sol e chapéu de praia, a moça sorri encostada num coqueiro com uma das mãos apoiada na sua perna esquerda, ao fundo da imagem podemos ver areia, o mar e mesas e cadeiras espalahadas pela praia.

As Lemos Viajantes sempre eliminam preços muito altos — Caroline acredita que existem diversas formas de viajar sem gastar muito. Um dos destinos que ela recomenda é Cancun, México: um paraíso de verão que Caroline planeja revisitar.

“Cancun oferece uma experiência caribenha completa, com uma ótima vida noturna e natureza exuberante. Os cenotes são incríveis. Eu diria que Cancun é o lugar perfeito para passar as férias.”, diz Caroline.

O projeto Lemos Viajantes não teria acontecido sem uma dose saudável de otimismo e perseverança das irmãs. Muitas pessoas tentaram desencorajá-las do que chamavam “sonhos impossíveis” — elas estão felizes em ter desconstruído a ilusão de que viajar é só para pessoas ricas.

Já usou os serviços da Hostinger? Quer aparecer nos Negócios Reais? Adoraríamos contar a sua história.

Fale com a gente pelo e-mail negociosreais@hostinger.com.

O autor

Author

Bruna Vidanya / @brunadutra

Bruna Vidanya é estudante de Letras Tradução Inglês na Universidade de Brasília, e trabalha como tradutora na Hostinger Brasil. Já estagiou como tradutora no Senado Federal e teve sua primeira tradução de um livro infanto-juvenil publicada pela Livraria Senado Federal. É apaixonada por tecnologia e agora demonstra sua paixão escrevendo artigos para o blog da Hostinger com muito carinho. Nas horas vagas, Vidanya ama ficar com seus dois cachorrinhos, Madonna e Snoop, ver séries (as sitcoms são suas favoritas). Um fato curioso sobre a autora: seu primeiro bichinho de estimação foi um galo Garnisé, chamado Chico Liro.

Histórias relacionadas

Deixe uma resposta

Por gentileza, preencha os campos solicitados.Marque o campo de aceitação da privacidade.Favor preencher os campos solicitados e marcar o campo de aceitação da privacidade.

Comentar

Nome*

E-mail*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Thank you! Your comment has been successfully submitted. It will be approved within the next 24 hours.

Faça parte da Hostinger agora!