HTTP Erro 500: Aprenda a Corrigir o Erro Interno do Servidor

HTTP Erro 500: Aprenda a Corrigir o Erro Interno do Servidor

Você está encontrando o erro 500 no seu site ou enquanto navega pela internet? Bom, você não está sozinho. O erro 500 ou erro HTTP 500 é um dos problemas mais comuns que os webmasters enfrentam — seja no WordPress ou em outras plataformas..

Contudo, encontrar a causa por trás desse erro não é tão fácil quanto com o erro 404, que aparece com mais frequência. Naquele caso, as possíveis razões incluem permalinks quebrados ou mudanças nas URLs das páginas.

É por isso que estamos trazendo para você um tutorial sobre como consertar o erro HTTP 500 usando dez métodos diferentes.

Como Consertar o Erro 500 Interno do Servidor no seu Site

Confira abaixo dez causas e dez soluções diferentes para o erro 500:

IMPORTANTE: antes de prosseguir com este tutorial, recomendamos fazer um backup do seu site para evitar a perda de arquivos durante as mudanças que você for realizar.

1. HTTP Erro 500 do Servidor Causado por Instalação ou Atualização de Plugin do WordPress

Se a sua página caiu após uma nova instalação ou atualização de plugin, você pode corrigi-lo desativando ou removendo o plugin. Dependendo da situação, existem duas maneiras de fazer isso:

Desative plugins via Painel de Controle do WordPress

Se o Painel de Controle do WordPress ainda estiver acessível, siga as etapas abaixo:

  1. Inicie sessão no Painel do WordPress.
  2. Clique em Plugins> Plugins instalados no menu de navegação à esquerda.                                                                                                    Instalando plugins no WP
  3.  Desative o plugin problemático.                                                                                                                                                                                                                       Desativando Plugin no WordPress
  4. Atualize o site no navegador para verificar se ele corrigiu o problema.
  5. Caso contrário, desative outro plugin e repita o processo até que todos os plugins sejam desativados (ou até que o site esteja funcionando).
  6. Depois de encontrar o plugin responsável pelo erro 500, o erro no servidor, tente removê-lo e instalá-lo novamente. Você também pode procurar plugins substitutos que executam a mesma função ou entrar em contato com os desenvolvedores de plugins para verificar por que o plugin é incompatível com o WordPress.

Desative plugins do WordPress por meio do Gerenciador de Arquivos ou do FTP

Existem situações em que o erro no servidor 500 faz com que o painel não funcione. Nesses casos, você pode desativar ou remover plugins com a ajuda do Gerenciador de Arquivos, localizado no seu painel de controle de hospedagem de site ou cliente FTP, como o FileZilla.

  1. Navegue até o diretório do WordPress e digite o diretório wp-content/plugins.
  2. Localize o plugin problemático e renomeie seu diretório para desativá-lo. Por exemplo, você pode adicionar .disabled no final para que você não se esqueça que plugins foram desativados. Se você deseja removê-lo completamente, basta excluir o diretório de plugin.                                                                                                                                                          Renomeando plugin WP no diretório
  3. Depois disso, atualize seu site. Caso o problema persista, prossiga com o processo até que todos os plugins sejam desativados (ou até que o site esteja funcionando).
  4. Depois de localizar o plugin que causou o erro no servidor, você pode tentar reinstalá-lo, procurando um plugin substituto, ou entrar em contato com os criadores de plugin para descobrir como implementá-lo em seu site WordPress.

2. HTTP Erro 500 de Servidor Interno Causado por Nova Instalação de Tema ou Atualização do WordPress

Se a sua página parou após uma nova instalação de tema ou atualização, você pode lidar com o problema alterando o tema. Existem duas maneiras de fazer isso, dependendo da situação:

Altere o tema via Painel de Controle do WordPress

No caso de você ser capaz de acessar a área de administração, aqui está o que você deve fazer:

  1. Navegue até a seção Aparência> Temas.                                                                                                                                                                                                      Painel com Temas WordPress
  2. Escolha qualquer outro tema e clique em Ativar para usá-lo.                                                                                                                                                                        Ativando novo tema WordPress pelo painel
  3. Depois que tudo estiver pronto, você verá uma tela de confirmação com um link para seu site.                              Novo Tema WordPress ativado

Altere o tema WordPress via phpMyAdmin

Você também pode mudar seu tema editando seu banco de dados MySQL via phpMyadmin, que é encontrado no painel de controle de hospedagem. Isso pode ser útil se o painel do WordPress não estiver funcionando. Veja o que você deve fazer:

  1. Localize a tabela wp_options e acesse.
    tabela wp_options no phpmyadmin

    Dependendo da sua instalação, o prefixo pode não ser sempre wp_

  2. Vá para a página 2.
    Página 2 no WordPress - Opções
  3. Procure o modelo de seções e a folha de estilo
    Template e Folhas de Estilo no Banco de Dados
  4. Descubra quais temas você pode usar para substituir o seu tema atual, direcionando para o diretório wp-content/themes usando o Gerenciador de Arquivos.
    lista de temas instalados no wordpress pelo phpmyadmin
  5. Copie o nome do tema que deseja usar. Em seguida, altere os valores de modelo e folha de estilo no banco de dados com o nome do seu tema. Neste exemplo, vamos mudar o tema de Twentyfifteen para Twentysixteen.Troca de Tema realizada no Banco de dados

Agora você pode atualizar seu site no navegador e ele será carregado com o novo tema. Se o Erro 500 foi causado pelo seu tema WordPress, esta solução irá corrigi-lo. Em seguida, você pode tentar reinstalar o tema antigo ou entrar em contato com o desenvolvedor/provedor do tema para obter mais informações sobre como implementá-lo.

3. Verifique o arquivo .htaccess

Outra opção para se livrar do erro no servidor é verificar o seu arquivo .htaccess atual. A probabilidade é alta de que o arquivo .htaccess esteja corrompido. Isso pode acontecer devido a uma série de razões, sendo a mais comum a instalação de um novo plugin ou outras alterações em seu site.

A melhor maneira de verificar se seu arquivo .htaccess atual está corrompido é fazendo um novo.  Para isso, siga os seguintes passos:

  1. Faça login no painel de controle de hospedagem e acesse o Gerenciador de Arquivos localizado na seção Arquivos. Você pode usar um cliente FTP como o FileZilla.
  2. Navegue até o diretório do seu site WordPress (Se você conseguiu localizar arquivos como wp-content e wp-includes, você está no lugar certo.)
  3. Procure o arquivo .htaccess aqui e desabilite-o. Isso pode ser feito dando ao arquivo um nome diferente. Por exemplo .htaccess1                        Renomear .htaccess via Gerenciador de Arquivos
  4. Depois disso, crie um novo arquivo .htaccess e tente fazer o upload do código padrão .htaccess do WordPress, que é:                                        
    # BEGIN WordPress
    <IfModule mod_rewrite.c>
    RewriteEngine On
    RewriteBase /
    RewriteRule ^index\.php$ - [L]
    RewriteCond %{REQUEST_FILENAME} !-f
    RewriteCond %{REQUEST_FILENAME} !-d
    RewriteRule . /index.php [L]
    </IfModule>
    # END WordPress
  5. Certifique-se de salvar o arquivo.

Agora, abra seu site em um navegador e veja se o erro foi corrigido. Se não, siga a opção abaixo.

4. Aumente os limites do PHP

Se os dois passos acima não funcionam para você, outras razões por trás do erro 500 podem ser falta de memória ou valores de PHP insuficientes. Isso ocorre porque scripts e plugins requerem uma certa quantidade de memória para funcionar corretamente.

Além disso, quando o site é carregado, o navegador faz um número significativo de solicitações para carregar seus plugins, scripts e conteúdo. Quando há uma quantidade insuficiente de memória disponível para os plugins e scripts para carregar, o site do WordPress facilmente lança um erro 500 de servidor interno.

Por isso é importante aumentar a memória do seu site e outros valores do PHP. Você pode aumentá-los com a ajuda do arquivo .htaccess. Aqui estão as linhas que recomendamos adicionar:

php_value upload_max_filesize 128M
php_value post_max_size 128M
php_value max_execution_time 300
php_value max_input_time 300
php_value memory_limit 256M

htaccess com memoria aumentada

Não se esqueça de salvar suas alterações. Depois de feito, atualize seu site. Se o problema estava relacionado a valores PHP insuficientes, esta solução resolverá o erro no servidor.

5. Altere a versão do PHP

Alguns plugins e scripts do WordPress requerem uma versão específica do PHP. Se os requisitos não forem atendidos, o Erro 500 pode aparecer. Você pode testar se o problema está relacionado à versão do PHP ao alterá-la. Isso pode ser feito através da seção de configuração PHP do painel de controle da sua hospedagem de site.

Trocando versão de PHP no painel de controle

Caso você não saiba qual versão do PHP é necessária, experimente todas elas. Não se esqueça de salvar suas configurações e atualizar o site após cada alteração. Caso nenhuma dessas seleções corrija o erro 500, mude a versão do PHP para a inicial (que foi usada no início) e prossiga para a próxima opção.

6. Ative a exibição de erro

Encontrar a razão para o erro HTTP 500 do WordPress é provavelmente a parte mais chata. Se nenhuma das opções acima te ajudou, talvez seja necessário investigar mais a fundo e verificar seus erros. Existem algumas maneiras de começar:

Ativando a exibição de erros

Ao habilitar a exibição de erros, você pode encontrar uma parte específica no código que causa o problema. Isso pode ser feito através da seção Configuração do PHP no painel de controle de hospedagem. Defina o valor Mostrar Erros como Habilitado e clique em Salvar.

Ativando exibição de erros

Agora, você deve atualizar seu site. Quaisquer erros no código serão exibidos na tela como mostrado abaixo:

erro do wordpress na tela

Como alternativa, você pode criar um arquivo de log de erro separado e gerar entradas para ele com a ajuda de .htaccess. Um tutorial mais detalhado pode ser encontrado aqui.

Depois de localizar o erro, você pode abrir o arquivo mencionado no erro e checar a linha especificada para obter mais informações. Você também pode usar o Google, Stackoverflow, Fóruns do WordPress ou entre em contato com o desenvolvedor para obter mais informações sobre como resolvê-lo.

7. Use a depuração do WordPress

O WordPress tem seu próprio sistema de depuração especial, portanto, você pode usá-lo para solucionar problemas com seu código. Também pode ajudar ao resolver o erro 500. Para começar a usá-lo, primeiro você precisará fazer algumas alterações no seu arquivo wp-config.php.

1. Localize a seguinte linha no seu arquivo wp-config.php

define('WP_DEBUG', false);

2. Remova-o e cole o seguinte código em seu lugar:                                                                                                    

// Enable WP_DEBUG mode
define( 'WP_DEBUG', true );
// Enable Debug logging to the /wp-content/debug.log file
define( 'WP_DEBUG_LOG', true );
// Disable display of errors and warnings
define( 'WP_DEBUG_DISPLAY', false );
@ini_set( 'display_errors', 0 );
// Use dev versions of core JS and CSS files (only needed if you are modifying these core files)

define( 'SCRIPT_DEBUG', true );

3. Atualize seu site e abra o Gerenciador de Arquivos. Navegue até o diretório wp-content e procure o arquivo debug.log. Para ver as entradas geradas, abra o arquivo na visualização de edição. Depuração no WP

4. Agora, você sabe os erros que estão causando problemas para o seu site WordPress e pode resolvê-los com a ajuda de seu desenvolvedor, Google, Stackoverflow ou Fóruns WordPress. Mais informações sobre depuração no WordPress também podem ser encontradas aqui.

8. Restaure um backup

No caso de você fazer o backup do WordPress quando ele era funcional, restaurar o backup também é uma solução. Em primeiro lugar, remova todos os seus arquivos do site WordPress. Em seguida, volte a carregar o seu conteúdo e verifique novamente se o site funciona.

Se você não é fã de restaurar WordPress via backups manualmente, podemos oferecer uma ótima solução. Infelizmente, não vai ajudar se o seu site não é funcional, mas certamente pode ajudar a evitar problemas semelhantes no futuro.

  1. Instale e ative o plugin All-in-One WP Migration.                                                                                                                                                                                           Plugin All in one WordPress
  2. Encontre o plugin em seu WordPress Dashboard e selecione a função Exportar.                                                                                                              importando backups no painel wp
  3. Escolha a opção Arquivo se desejar fazer o download do backup gerado diretamente para o seu computador.                                                                                                                                                        importando backup do wordpress
  4. Faça o download do backup gerado e armazene. Ele incluirá seus arquivos e banco de dados.
  5. No caso de você encontrar o Erro 500 (ou qualquer outro problema) e não poder corrigi-lo, você pode simplesmente restaurar o backup gerado.
  6. Para restaurar um backup gerado pelo plugin do All-in-One, você precisará remover completamente o site atual e instalar um novo site do WordPress juntamente com o plugin do All-in-One. Depois disso, escolha o recurso Importar, selecione o arquivo de backup gerado e prossiga com a restauração.                                                                                                                        Importando backup do WordPress via all in one

9. Recarregue os arquivos principais do WordPress

Se nada parece estar dando certo, há um recurso mais drástico para corrigir o erro 500 no servidor. Tudo que você precisa fazer é o seguinte:

  1. Baixe a versão mais recente do WordPress.
  2. Salve e descompacte em seu computador.
  3. Exclua o arquivo wp-config-sample.php e a pasta wp-content para evitar sobrescrever quaisquer dados importantes.
  4. Mova todos os arquivos principais para a localização do site e substitua-os. Isso pode ser feito com a ajuda do FileZilla FTP.                         Criando arquivos no Filezilla
  5. Finalmente, você verá uma tela de confirmação. Você também pode selecionar as opções mostradas na imagem abaixo. Dessa forma, não haverá necessidade de confirmar o processo de substituição para cada arquivo.
    Criando arquivos no Filezilla

P.S.: Certifique-se de que você já tenha feito um backup completo do seu site atual antes de prosseguir com esta opção para evitar qualquer perda de arquivo.

O processo de upload pode levar de 10 a 20 minutos. Depois de concluída, tente atualizar seu site. Se o erro 500 do servidor interno do WordPress foi causado por um problema nos arquivos do núcleo, essa opção certamente o ajudará a corrigi-lo.

10. Contate seu Provedor de Hospedagem

No final das contas, se todos os métodos falharam e você ainda não consegue resolver o erro 500, chegou a hora de ir atrás de ajuda externa. Contate o time de suporte ao cliente da sua hospedagem e conte o que está acontecendo.

Eles vão conseguir verificar os registros do servidor e localizar a causa do seu problema.

O Que Fazer se o Erro 500 for no Site dos Outros?

É bem improvável que isso aconteça, mas às vezes algum problema no seu computador ou celular pode estar causando o erro 500 interno do servidor. Nesse caso, existem três coisas que você pode fazer:

1. Recarregue a Página

Às vezes o problema do servidor é apenas temporário, e tudo o que você precisa fazer é recarregar a página. Para isso, pressione o botão de atualizar no canto superior esquerdo do seu navegador.

Você também pode usar teclas de atalho como F5 ou CTRL + R.

página de erro 500 com o botão de atualizar em destaque

2. Limpe o Cache

Outra possibilidade é você ter uma versão do site armazenada em cache que entra em conflito com a mais recente do site. Para resolver isso, basta limpar o cache do navegador.

No Google Chrome, siga os seguintes passos:

  • Acesse o menu superior à direita (os três pontinhos) na barra superior e clique em Histórico > Histórico.
  • Selecione Limpar Dados de Navegação, no menu à esquerda.
  • Selecione o intervalo de tempo que quer fazer a limpeza. Selecione Todo o Período para remover tudo.
  • Escolha quais elementos quer limpar (cache, cookies e histórico).
  • Aperte o botão Limpar Dados.

tela de limpeza de cache do chrome

3. Limpe os Cookies

Finalmente, a última alternativa é uma incompatibilidade com os cookies. Por isso, uma possível solução também pode fazer fazer uma limpeza desses dados.

O procedimento é o mesmo que o descrito acima para limpar o cache. A diferença é que, desta vez, você também seleciona a opção Cookies e outros dados do site.

O Que Causa o Erro 500?

Os motivos mais comuns para o erro 500 (Erro Interno do Servidor) são arquivos .htaccess corrompidos, um novo tema ou plugin recém-instalado, uma versão PHP incompatível ou uma atualização do WordPress.

Uma das melhores coisas para fazer quando você está procurando por soluções para esse erro e refazer os seus passos. Tente se lembrar que evento específico fez com que o seu site parou de funcionar. Quando você souber exatamente o que deu errado, encontre a solução na lista.

Variações do Erro 500 Interno do Servidor

Como existem diferentes servidores da web, navegadores e sistemas operacionais, o erro 500 interno do servidor pode aparecer de uma série de maneiras. Aqui estão algumas variações que você vai encontrar:

  • 500 Erro Interno de Servidor
  • HTTP 500
  • Erro 500
  • HTTPS 500 erro
  • Erro Temporário (500)
  • HTTPS erro 500
  • Erro HTTP 500 – Erro Interno de Servidor
  • O site não pode exibir a página – HTTP 500

Além dessa lista, você pode ver uma tela branca ou uma mensagem de erro mais longa pedindo que você contate o administrador do servidor.

Também é cada vez mais comum encontrar páginas customizadas para o Erro 500 Interno de Servidor.

Conclusão

Todo mundo que usa o WordPress encontra um HTTP Erro 500 pelo menos uma vez. Se você é um desenvolvedor avançado ou um usuário iniciante, é fácil corrigir o erro interno do servidor WordPress se souber onde procurar.

Da mesma forma como na vida real, para resolver um problema, você precisa primeiro encontrar o que causou isso. Depois disso, você pode usar recursos online, pedir ajuda a amigos, desenvolvedores ou seu provedor de hospedagem.

Tem algumas dicas legais que você gostaria de compartilhar? Não esqueça de deixar seu recado nos comentários!

Author
O autor

Rafael H.

Trabalho com marketing digital desde 2017. Atualmente sou Country Manager do Brasil na Hostinger. Sou apaixonado pelo mundo da tecnologia e hospedagem de sites, tendo experiência com WordPress, marketing digital, SEO, copywriting e ferramentas de automação de marketing. Também já trabalhei como analista de conteúdo, redator, assessor de imprensa e analista de comunicação.