Como criar o Child Theme no WordPress

Como criar o Child Theme no WordPress

Um dos maiores pontos fortes do WordPress é a sua capacidade de personalização. Isso também é verdade sobre temas do WordPress. Com eles, os usuários têm um elevado grau de flexibilidade na criação e customização da aparência do seu site

Contudo, a criação de um tema completo a partir do zero pode ser uma tarefa difícil e demorada. É por isso que a maioria das pessoas prefere criar temas filhos para seus sites do WordPress.

Este tutorial vai explicar por que essa prática é necessária e guiar você através da criação e da edição do seu primeiro tema filho — também conhecido em inglês como child theme.

Por que você deve usar Temas filhos no WordPress

Um tema filho permite que você modifique muito (ou pouco) um tema pai como você desejar. Em seguida, você pode alterar o tema filho sem afetar o tema pai ou quaisquer outros projetos, usando-o como uma âncora para seus próprios temas filho.

Como funcionam os temas filhos do WordPress

Um tema filho reside em um diretório separado do tema pai e cada diretório filho precisa incluir seus próprios arquivos style.css e functions.php. Arquivos personalizados podem ser adicionados conforme necessário, mas esses arquivos são recomendados para o tema funcionar corretamente.

Usando os arquivos .css e .php relevantes, você pode modificar tudo, desde os parâmetros de estilo e de layout, até a codificação real e os scripts que o tema filho usa, mesmo que esses scripts não estejam presentes no diretório do tema pai.

Pense no tema filho como uma sobreposição, que é implementada por cima do tema pai. Quando um visitante carrega seu site, o WordPress primeiro carrega o tema filho e, em seguida, herda estilos e funções ausentes do tema pai.

Como resultado, a maioria de sua codificação de plano de fundo ainda é retirada do diretório pai, mas é modificada de acordo com os parâmetros do tema filho antes que o conteúdo seja exibido na página.

Como Criar um Tema Filho no WordPress

Antes de você começar a criar seu tema, tenha em mente que é essencial ter um conhecimento básico sobre HTML, CSS e PHP. Afinal, o processo envolve um pouco de programação.

Como há uma quantidade significativa de temas pais disponíveis, também é importante escolher um que combine com as suas necessidades.

Existem dois métodos comuns para criar um tema do WordPress. Os usuários podem usar um plugin ou criar um tema filho usando um código personalizado. Cada opção tem seus próprios pontos fortes e suas desvantagens. Neste tutorial, vamos focar em criar um tema filho básico de modo manual.

As instruções a seguir usam o Twenty Seventeen como parent theme, mas você pode usar outro se preferir. Também vamos usar o Gerenciador de Arquivos da Hostinger para adicionar e editar arquivos, mas o processo também funciona se você usar um FTP.

Vamos dar uma olhada num guia passo a passo sobre como criar um child theme no WordPress:

  1. Acesse o hPanel e abra o Gerenciador de Arquivos.
    ícone do gerenciador de arquivos no hpanel da hostinger

  2. Navegue até a pasta public_html -> wp-content -> themes. É aqui onde ficarão os diretórios do seu tema pai e do seu tema filho.
    pasta wp-content do wordpress aberta no gerenciador de arquivos da hostinger. a pasta themes está em destaque

  3. Crie o diretório do tema filho ao clicar no ícone de Nova Pasta no menu superior. Insira um nome para o seu child theme e clique em Create (Criar).
    pasta themes do wordpress aberta no gerenciador de arquivos da hostinger. o botão de criar nova pasta está em destaque

    Importante! Substitua os espaços na pasta ou o nome do arquivo com hifens (-) para evitar erros.

  4. Crie um arquivo style.css na pasta do tema filho. Copie o seguinte código dentro desse arquivo:
/*
Theme Name: Twenty Seventeen Child
Theme URI: http://yourdomain.com
Description: Twenty Seventeen Child
Theme Author: Your Name
Author URI: http://yourdomain.com
Template: twentyseventeen
Version: 1.0.0
Text Domain: twentyseventeen-child
License: GNU General Public License or later
License URI: http://www.gnu.org/licenses/gpl-2.0.html
Tags: light, dark, two-columns, right-sidebar, responsive-layout, accessibility-ready
*/

Este código contém informações básicas sobre o tema filho, como qual é o seu nome e qual seu tema pai. Detalhes adicionais como nome do autor e descrição são principalmente usados como identificadores para caso você decida publicar o tema.

  1. Modifique todos os valores de acordo. O campo mais importante é o Template, porque ele fala para o WordPress qual o parent theme no qual o seu child theme é baseado.
  2. Nesta etapa, você vai enfileirar as folhas de estilo do tema pai e do tema filho. Crie um arquivo PHP chamado functions.php no diretório do child theme, mas não o preencha com o código do parent theme — pois ele precisa se manter separado.

Importante: Pule este passo se você está usando o WordPress 5.9. Isso porque, nesse caso, o tema filho vai herdar os estilos globais do arquivo theme.json do tema pai.

Comece o código com uma tag PHP de abertura, e então inclua as funções que vai preencher a folha de estilo do tema pai. De uma olhada no exemplo abaixo:

<?php
add_action( 'wp_enqueue_scripts', 'enqueue_parent_styles' );
function enqueue_parent_styles() {
  wp_enqueue_style( 'parent-style', get_template_directory_uri().'/style.css' );
}
?>
  1. Visite o seu site e acesse Aparência -> Temas. Ative o tema filho que você acabou de criar, e você vai perceber que ele é exatamente igual ao tema pai.
tela de temas do wordpress com o botão de ativar o tema filho em destaque

Como Customizar seu Tema Filho

Para personalizar seu tema filho, você precisa de um conhecimento básico das regras de CSS e de como inspecionar elementos. Isso porque você precisa saber apontar o seus códigos CSS e as classes às quais foram atribuídos.

Existem alguns métodos para customizar seu tema filho. Os usuários podem modificar o layout da página ao adicionar arquivos de templates e a classe para a pasta do child theme. Também é possível modificar o estilo do tema filho ao adicionar um código CSS customizado.

Finalmente, os temas filhos também podem ter novas funcionalidades que substituem aquelas do parent theme.

Agora, vamos dar uma olhada nos aspectos básicos da customização de um child theme. Para fazer isso, navegue até Aparência -> Temas e clique em Personalizar no seu tema filho ativo.

Quando abrir o Editor de Temas, selecione CSS Adicional.

editor de temas do wordpress na seção de css adicional

Como Mudar a Cor de Fundo

Insira a seguinte regra CSS se você desejar modificar a cor de fundo do seu tema filho:

.site-content-contain {
   background-color: #DEF0F5;
   position: relative;
}

O valor próximo a background-color: corresponde ao código hexadecimal da cor que você deseja. Neste exemplo, nós estamos mudando ele de branco para azul claro, então o resultado ficará assim:

editor de css do wordpress com o código personalizado em destaque

Como Modificar a Cor da Barra Lateral

Você pode criar uma exibição agradável dos seus widgets adicionando alguma cor para a barra lateral. Para isso, use o seguinte código CSS:

.widget {
background: #B9EBFA;
padding: 25px;
}

Novamente, não se esqueça de editar o código de cores da maneira apropriada. O resultado será algo assim:

editor de css do wordpress com a cor modificada

Como Mudar os Tipos, os Tamanhos e as Cores das Fontes

Para mudar o tipo, o tamanho e a cor das fontes do seu tema filho, insira o código abaixo:

p {
color: teal;
}
p {
font-family: Georgia;
font-size: 18px;
}

A tag p significa parágrafo. Como você pode ver abaixo, a regra acima mudou o visual das fontes do parágrafo com base nos valores especificados.

editor de css do wordpress com a cor turquesa selecionada

Para mudar a cor da fonte e de outras partes do texto, como títulos ou cabeçalhos, primeiro inspecione os elementos para ver seus parâmetros CSS. Vamos tentar mudar a cor da fonte do título:

  1. Primeiro, clique com o botão direito do mouse no texto e selecione Inspecionar. Neste tutorial, estamos procurando este código na aba Estilo
.entry-title a {
   color: #333;
   text-decoration: none;
   margin-left: -2px;
}

Este código representa o título para o post de exemplo do nosso blog. Isso inclui a cor, a decoração e a margem do título.

editor de temas do wordpress com as opções de edição de margem, cor e decoração modificadas
  1. Copie e cole o código na aba CSS Adicional e mude os valores de acordo com suas preferências. Neste exemplo, nós mudamos a cor da fonte de preto para vermelho ao modificar o valor hexadecimal.
editor de temas do wordpress com o css adicional sendo editado

Este processo também se aplica a quaisquer outros elementos que você queira modificar.

Como Mudar o Layout de Posts e de Páginas

Assim como o CSS customizado de um tema filho do WordPress substitui o estilo do seu tema pai, os arquivos de modelo permitem que você crie seus próprios layouts.

Cada tema do WordPress tem um layout de página e uma estrutura diferente, mas a maior parte deles consiste em seções como cabeçalho, conteúdo, rodapé e barra lateral.

Essas seções são controladas pelos arquivos de template correspondentes de cada função. Por exemplo, quem lida com a seção cabeçalho geralmente é o arquivo header.php.

Os arquivos de modelo originais ficam localizados na pasta pai do tema. Se você quiser fazer uma página modelo customizada, basta copiar o arquivo de template na pasta do seu child theme e modificá-lo.

Tenha em mente que o seu novo arquivo de template deve ter o mesmo nome e estar na pasta equivalente à do original.

O tema Twenty Seventeen separa seus arquivos de template em template-parts (partes de template), citadas no modelo primário usando a função get_template_part() do WordPress.

Por exemplo, se você deseja editar o arquivo page.php, pode começar localizando as partes de modelos para ver quais delas precisam ser editadas. No nosso exemplo, na linha 28 está escrito:

get_template_part( 'template-parts/page/content', 'page' );

Como nós fizemos para ler isso? O caminho para essa pasta é template-partes/page/. Enquanto isso, o content se refere ao caractere no nome do arquivo antes do hífen, enquanto o page vem depois do hífen.

Juntos, eles foram o seguinte caminho completo:

wp-content/themes/twentyseventeen/template-parts/page/content-page.php

Seguindo essa estrutura, se você quiser mudar o layout do content-page.php, será necessário copiá-lo para a pasta do seu tema filho e colá-lo neste local:

wp-content/themes/twentyseventeen-child/template-parts/page/content-page.php

Como Mudar os Estilos Globais no WordPress 5.9

É fácil customizar um tema filho baseado em blocos no WordPress 5.9. O painel de estilos globais permite que você mude a paleta de cores e a cor de fundo do tema sem mexer na programação do site.

Se você quiser mexer nos códigos dos estilos padrão, crie um arquivo theme.json para o child theme. Ele estará dentro de um único bloco CSS customizado, dentro do qual você colocará suas configurações de estilo.

Usando o Painel de Estilos Globais

Vá até o editor de site ao navegar até Aparência -> Personalizar. Então, clique no ícone preto e branco no canto superior direto da tela para abrir o painel de estilos global.

editor visual de site wordpress com o ícone preto e branco do painel de estilos em destaque

O painel de estilos globais vai aparecer no canto direito da tela. Vá até Cores para encontrar as opções de customização para o fundo, o texto e a cor global dos links.

editor de cores no gutenberg

Para adicionar cores customizadas, vá até a configuração de Paleta e encontre a seção Customizada na parte inferior do painel. Clique o ícone de soma (+) e a ferramenta de seleção de cores vai aparecer. Você pode adicionar quantas cores quiser sem afetar as configurações de estilo global do tema pai.

seleção de cores customizadas no editor visual do gutenberg no wordpress

Como Criar um Arquivo theme.json

A criação de um novo arquivo theme.json vai substituir a paleta de cores padrão do tema, ao invés de adicionar uma cor customizada.

Nós só precisamos de um pequeno bloco de código CSS para fazer isso — mas isso não vai afetar o tema pai.

Use o gerenciador de arquivos do painel de controle para abrir o diretório de pastas do child theme e adicione o arquivo theme.json. Depois disso, simplesmente adicione o código CSS customizado ao arquivo.

Por exemplo, aqui está um trecho de código para substituir a paleta de cores padrão:

{
"version": 2,
 "settings": {
   "color": {
     "palette": [
       {
         "slug": "foreground",
         "color": "#ffffff",
         "name": "Foreground"
       },
       {
         "slug": "background",
         "color": "#a88f32",
         "name": "Background"
       },
       {
         "slug": "primary",
         "color": "#fffb00",
         "name": "Primary"
       },
       {
         "slug": "secondary",
         "color": "#6fff00",
         "name": "Secondary"
       },
       {
         "slug": "tertiary",
         "color": "#000000",
         "name": "Tertiary"
       }
     ]
   }
 }
}

Ao abrir o painel de estilos globais, você verá que as cores padrão do tema mudaram de acordo com o código CSS.

cores padrão do tema do wordpress alteradas por escolha do usuário

Use esse método para mudar outros estilos padrão, como o filtro duotônico e o bloco de estilos.

Como Adicionar e Remover Funções

Outra vantagem significativa de criar um tema filho é a habilidade de ter um arquivo functions.php separado. Assim como na hora de criar plugins, isso é usado para adicionar (ou remover) certos recursos usando códigos em PHP.

O processo vai ser simples e direto se você quiser criar uma nova função que não interage ou se relaciona de qualquer maneira com aquelas que já existem no tema pai. Tudo que você precisa fazer é adicionar os novos códigos para o seu arquivo function.php.

Contudo, o processo pode ser um pouco mais complicado se você quiser substituir ou modificar uma função que já está presente no parent theme. Você precisará sobrescrever manualmente as funcionalidades do tema pai. Existem três maneiras principais de fazer isso:

  • Substitua uma função conectável ao adicionar novas funcionalidades com o mesmo nome para o arquivo function.php do child theme.
  • Aumente uma funcionalidade já existente ao escrever outra função com um nome diferente no arquivo function.php, e garanta que ele irá rodar apenas depois da função presente no tema pai.
  • Desconecte uma função do parent theme para evitar que o WordPress a execute.

Por exemplo, o seguinte código vai desabilitar no seu tema a funcionalidade de clicar com o botão direto.

function your_function() {
  ?>
<script>
jQuery(document).ready(function(){
   jQuery(document).bind("contextmenu",function(e){
       return false;
   });
});
</script>
<?php
}
add_action('wp_footer', 'your_function');

Conclusão

Um tema filho do WordPress permite que os usuários criem um projeto inteiramente novo com base no tema pai existente, mas sem prejudicar sua funcionalidade.

Com técnicas simples de programação e de gestão de diretórios, é possível modificar o tema filho tanto quanto você quiser.

Neste artigo, nós aprendemos sobre os benefícios de usar um tema filho no seu site do WordPress — além de falar sobre como ele funciona. Também demos uma olhada num guia passo a passo sobre como criar e customizar um child theme.

Contudo, antes de prosseguir com a criação do seu tema filho, é bom ficar atento. Afinal, usar um child theme no seu site pode trazer os seguintes problemas:

  • Tempo de carregamento mais lento.
  • Maior curva de aprendizado.
  • Dependência no tema pai.

Para mais tutoriais sobre desenvolvimento de sites WordPress, confira nossa sessão de tutoriais WordPress. Não hesite em deixar um comentário abaixo de você tiver alguma dúvida.

Author
O autor

Carlos E.

Carlos Estrella é formado em jornalismo pela UFSC e tem as funções de redator, tradutor e SEO na Hostinger Brasil. Já trabalhou com jornalismo de games e tecnologia e hoje aplica essa experiência escrevendo posts e tutoriais no blog da Hostinger. Suas paixões incluem games, dar rolês com a namorada e amigos e ler artigos aleatórios da Wikipédia de madrugada.