Como Atualizar o WordPress – Guia Completo

Como Atualizar o WordPress – Guia Completo

Depois de colocar o seu site WordPress no ar, você precisa fazer manutenções regulares para mantê-lo em boas condições.

Um dos pontos cruciais desse processo é atualizar o próprio WordPress, afinal ignorar a mensagem de atualização disponível no seu painel de controle pode levar a problemas de compatibilidade, mau funcionamento ou até mesmo um colapso total do site.

Esses problemas são difíceis de consertar, então o mais indicado é se prevenir.

Por sorte, existem quatro maneiras de atualizar o WordPress de maneira segura, e nós vamos mostrá-las para você neste artigo.

Além da atualização de núcleo do WordPress, também vamos mostrar como atualizar os seus temas, os plugins e o banco de dados. Deste modo, o seu site ficará livre de malware ou de ciberataques.

Motivos para Atualizar um Site para a Versão Mais Recente do WordPress

Como em qualquer outro software, uma atualização vai garantir que os usuários do WordPress possam melhorar os seus site com novos recursos, atualizações e com o conserto de bugs.

Se você não atualizar o seu WordPress, as métricas do seu site também vão sofrer. Afinal, os visitantes verão que ele está desatualizado e terão menos vontade de explorá-lo. O resultado é que você perderá tráfego, o que não é ideal a longo prazo.

Adicionalmente, existem outras vantagens de atualizar o WordPress:

  • Melhor segurança. Versões anteriores do WordPress estão mais vulneráveis a falhas de segurança. Implemente novas atualizações para evitar que hackers roubem dados confidenciais.
  • Velocidade. Instalar uma nova versão do WordPress pode fazer seu site ficar mais rápido. O resultado é que ele será mais responsivo em diferentes navegadores e dispositivos, encorajando os visitantes a ficarem mais tempo e a potencialmente até voltar no futuro próximo.
  • Compatibilidade. A nova versão do WordPress vai fazer com que o seu site seja compatível com mais plugins e temas. Assim sendo, você não terá problemas para instalar novos recursos e ampliar a funcionalidade do seu site.
  • Funcionalidade. As atualizações do WordPress vêm com novos recursos ou têm melhorias de usabilidade. Você terá mais opções e ferramentas para fazer o seu site crescer.

Antes de Atualizar o WordPress

Antes de atualizar para versão mais recente do WordPress, é essencial se preparar para possíveis erros.

Lembre-se que essas atualizações podem impactar os arquivos do seu site e os seus bancos de dados.

Confira abaixo uma lista rápida do que fazer antes de atualizar um site do WordPress:

  • Leia e compreenda as notas da atualização. Descubra o que a nova atualização traz através do registro de mudanças do WordPress. Ela pode trazer novos recursos ou patches de segurança.
  • Confira os fóruns de suporte. Veja o que os outros dizem sobre a versão mais recente do WordPress e se ela contém erros ou bugs. Decida se é necessário atualizar agora ou se você pode esperar um pouco mais. Como uma regra geral, priorize atualizações de segurança.
  • Crie um backup completo do WordPress. Os backups evitam a perda permanente de dados e funcionam como um plano B se ocorrer um erro enquanto você modifica ou atualiza seu site. Garanta que você poderá restaurar o seu site.
  • Desligue o cache. Plugins de cache podem não reconhecer que está acontecendo uma instalação do WordPress, o que pode causar erros no processo.
  • Desative outros plugins. Algumas atualizações do WordPress não são compatíveis com certos plugins. Isso pode deixar o seu site inacessível. Desative todos os add-ons e as extensões antes de instalar o update.

Como atualizar o núcleo do WordPress

Nesta seção, vamos ver como atualizar o WordPress:

  • Através do painel de administrador do WordPress
  • Usando manualmente o FTP
  • Usando SSH e WP-CLI
  • Automaticamente via cPanel, wp-config.php e functions.php

Atualizando o WordPress através do painel de administrador

Esse é o mais fácil de todos os processos de atualização do WordPress. Para atualizar o WordPress através do painel de administrador, basta apontar e clicar com seu mouse.

Se houver alguma atualização do WordPress disponível, o WordPress mostrará uma notificação na parte superior do seu painel de administrador.

wordpress-update

Basta clicar em “Update now” para iniciar o processo de atualização.

O WordPress irá colocar o seu site no modo de manutenção até que a atualização seja concluída. O processo envolve a desativação e reativação de seus plugins, o download e a instalação do WordPress, entre outras coisas.

Após uma pequena atualização bem-sucedida, o WordPress redireciona você para a tela de Updates, onde você pode atualizar seus temas e plugins.

wordpress-tutorial

Se foi uma grande versão do WordPress que você atualizou — digamos que você está atualizando da versão 4.8 para a 4.9.5 — uma atualização bem-sucedida redireciona você para a tela de boas-vindas do WordPress, conforme mostrado abaixo.

wordpress-welcome-update

Na imagem acima você consegue ver a quantidade de correções que foram feitas quando a atualização foi finalizada. Neste momento, sua plataforma WordPress está atualizada. Agora prossiga e atualize seus temas e plugins.

Agora, vamos aprender a como atualizar o WordPress manualmente via FTP. Usar um programa de FTP, como o FileZilla, é útil quando você não consegue atualizar o WordPress por meio do painel de administrador por um motivo ou outro.

Como atualizar o WordPress manualmente via FTP

A atualização manual do WordPress não é tão difícil como muitos acham. Sim, há mais etapas envolvidas, porém é tão fácil quanto seguir uma receita de bolo.

Importante: Para esta seção, você pode usar um programa de FTP, como o FileZilla ou o Gerenciador de arquivos. Além disso, tudo que você precisa é de acesso ao seu diretório raiz do WordPress.

Para este tutorial, nós usamos o FileZilla.

Para usar um programa FTP, você precisa dos seguintes detalhes da sua hospedagem: nome de usuário, senha, host, hostname e porta do FTP. Se você é cliente Hostinger, você pode encontrá-los na seção “Painel de Controle” e depois em “Contas FTP”.

ftp-filezilla

Agora, com essas informações, vamos atualizar o wordpress manualmente. Faça o backup do seu site e desative todos os plugins, para a segurança do seu site.

Passo 1 – Faça o download da última versão do WordPress

wordpress-download

Vá até o site do WordPress e baixe a última versão do WordPress clicando no botão azul Download. Em seguida, extraia o arquivo do WordPress no seu computador usando o WinRar ou o WinZip.

Dentro da pasta, você deve ver subpastas como wp-admin, wp-includes e wp-content, assim como arquivos individuais como index.php, wp-login.php, wp-config-sample.php e etc.

Passo 2 – Acesse o diretório raiz do WordPress

Usando os detalhes de FTP, acesse seu diretório raiz do WordPress.

ftp-filezilla-wordpress

Quando acessar, mova os arquivos da versão mais recente do WordPress que você tem no seu computador para o diretório raiz do WordPress na sua hospedagem. Em outras palavras, substituiremos alguns arquivos e pastas na sua hospedagem pelos arquivos e pastas correspondentes do pacote WordPress que você extraiu há um minuto.

Importante: não tenha pressa em substituir tudo no diretório raiz do WordPress. Você pode facilmente prejudicar seu site se você fizer isso. Em vez disso, siga as instruções abaixo.

Exclua as pastas wp-admin e wp-includes existentes em sua hospedagem. Se você estiver usando o FileZilla, basta selecionar as pastas, clicar com o botão direito do mouse e escolher deletar:

ftp-delete-files

Não mexa na pasta wp-content, pois seus temas, plugins e mídia estão ali.

Passo 3 – Atualize as novas versões

Depois de excluir as pastas wp-includes e wp-admin, é hora de fazer o upload das novas versões do seu computador. Acesse a pasta WordPress no seu computador através do painel esquerdo, como mostrado abaixo. Em seguida, selecione a pasta wp-includes e wp-admin, clique com o botão direito e escolha Upload:

wordpress-filezilla

Com as novas versões do wp-includes e do wp-admin no seu servidor, é hora de atualizar os outros arquivos individuais dentro da pasta do WordPress. Dessa vez, não excluiremos nenhum arquivo no servidor, apenas os substituiremos. Selecione todos os arquivos como mostrado abaixo, clique com o botão direito e escolha Upload.

filezilla-upload-files

Se você obtiver uma caixa de diálogo de confirmação, escolha Sobrescrever e clique no botão OK. Examine o wp-config-sample.php para ver se existem linhas de código que você precisa copiar para o arquivo wp-config.php existente em seu servidor.

Finalmente, basta navegar para sua área de administração (seusite.com/wp-admin/upgrade.php/) para verificar se tudo está funcionando e atualizar seu banco de dados.

Como atualizar o WordPress via WP-CLI

Nesta parte, nós presumimos que você já tem acesso SSH ao seu diretório raiz do WordPress, que é public_html no nosso caso. Se você não tem certeza de como acessar sua conta via SSH, veja este tutorial.

Atualizar o WordPress via WP-CLI é um caso um pouco mais complexo, visto que você precisa atualizar o banco de dados e os arquivos do WordPress. Se você instalou seu site WordPress em uma pasta separada, como public_html/seu-site, então, seu diretório raiz do WordPress é “seu site”.

Em primeiro lugar, use o comando cd para mudar para o diretório raiz do WordPress:

cd public_html

Depois, cheque se há alguma nova versão do WordPress para atualizar:

wp core check-update

Exemplo:

+---------+-------------+---------------------------------------------------------------+
| version | update_type | package_url                                                 |
+---------+-------------+---------------------------------------------------------------+
| #.#.#   | minor       | https://downloads.wordpress.org/release/wordpress-#.#.#.zip |
| #.#.#   | major       | https://downloads.wordpress.org/release/wordpress-#.#.#.zip |
+---------+-------------+---------------------------------------------------------------+

Se não houver atualizações disponíveis, você verá a mensagem “Sucesso: o WordPress está na versão mais recente”.

Em terceiro lugar, execute o seguinte comando para atualizar o WordPress:

wp core update

Exemplo:

Updating to version #.#.# (en_US)...
Downloading update from https://downloads.wordpress.org/release/wordpress-#.#.#-no-content.zip...
Unpacking the update...
Cleaning up files...
No files found that need cleaned up.
Success: WordPress updated successfully.

Agora você sabe como atualizar o núcleo do WordPress via WP-CLI. Agora, aprenda a atualizar seu banco de dados, tema e plugins. Siga os passos abaixo:

Banco de dados: wp core update-db

Tema: wp theme update –all

Plugins: wp plugin update –all

Como atualizar o WordPress automaticamente

Habilitar as atualizações automáticas do WordPress vai manter seu site otimizado e seguro, além de economizar tempo.

Tipos de Atualizações Automáticas WordPress

Até este exato momento, a atualização mais recente é a WordPress 5.1 Beta 1. As atualizações automáticas estão disponíveis desde a versão 3.7.

Existem diferentes tipos de atualização:

  1. Atualizações do núcleo.
    As atualizações do núcleo estão divididas entre:
    • Atualizações de desenvolvimento do núcleo com propósitos de testar novas funcionalidades.
    • Atualizações menores do núcleo que cuidam da segurança e manutenção, toda instalação do WordPress possui esse tipo de atualização habilitado como padrão.
    • Atualizações maiores e upgrades contendo novas ferramentas, recursos e correção de bugs.
  2. Atualização de plugins.
  3. Atualização de temas.
  4. Atualização de arquivos de tradução.

Em resumo, existem 4 tipos de atualizações automáticas do WordPress, sendo que as atualizações de núcleo possuem 3 subcategorias.

Gerenciar Atualizações Automáticas com o Arquivo wp-config.php

O WordPress permite a modificação do arquivo wp-config.php para gerenciar as atualizações automáticas.

Vamos começar mostrando como desabilitar as atualizações automáticas. Basta adicionar o seguinte código no arquivo wp-config.php:

define( 'AUTOMATIC_UPDATER_DISABLED', true );

Importante lembrar que as atualizações menores de núcleo e de arquivos de tradução são habilitadas por padrão para garantir melhor performance.

Em seguida adicione a seguinte linha para alterar as atualizações automáticas de núcleo:

define( 'WP_AUTO_UPDATE_CORE', true );
  • True significa que as atualizações de desenvolvimento, menores e maiores estão habilitadas.
  • False significa que as atualizações de desenvolvimento, menores e maiores estão desabilitadas.
  • Minor significa que as atualizações menores estão habilitadas e as atualizações de desenvolvimento e maiores estão desabilitadas.

Via Filtros de API

Caso você prefira não usar constantes para realizar alterações, também pode optar pelos filtros de API. Os filtros são funções que permitem a manipulação de variáveis. Com eles você tem mais controle para focar em tipos específicos de atualizações automáticas ou plugins para qualquer modificação.

Por exemplo, se você quer desativar atualização automática WordPress, pode usar:

add_filter( 'automatic_updater_disabled', '__return_true' );

Ou se deseja habilitar todas as atualizações de núcleo, adicione o filtro:

add_filter( 'auto_update_core', '__return_true' );

Você também pode realizar alterações individuais:

  • Para permitir atualizações menores:
add_filter( 'allow_minor_auto_core_updates', '__return_true' );
  • Permitir atualizações maiores:
add_filter( 'allow_major_auto_core_updates', '__return_true' );
  • Ou permitir atualizações de desenvolvimento:
add_filter( 'allow_dev_auto_core_updates', '__return_true' );

Para definir as opções contrárias ao que foi definido acima, é só substituir o valor true por false.

As atualizações automáticas também se aplicam para plugins e temas em circunstâncias especiais controladas pela equipe do WordPress. Para atualizar temas e plugins automaticamente, utilize o filtro:

  • Para plugins:
add_filter( 'auto_update_plugin', '__return_true' );
  • Para temas:
add_filter( 'auto_update_theme', '__return_true' );

Notificações de Email

Como administrador da conta, você vai receber informações de atualizações via email.

Os emails enviados são:

  • Um email com resultados, informando que a atualização foi feita com sucesso: “Olá! Seu site foi atualizado automaticamente para o WordPress (número da versão.)” Isso significa que as atualizações automáticas estão funcionando . Você não precisa realizar mais nenhuma ação.
  • Um email de notificação. Quando você recebe um email do tipo “O WordPress (número da versão) já está disponível”, significa que você precisa realizar a atualização manualmente. Também pode significar que a atualização automática falhou.
  • Um email de debugging. Você vai receber este tipo de email no caso de versões em desenvolvimento ou quando um erro crítico ocorre.

Você também pode desabilitar as notificações dependendo dos tipos de email.

  • Para desabilitar o recebimento de emails de resultando, utilize o filtro:
apply_filters( 'auto_core_update_send_email', '__return_false' );
  • Para desabilitar o recebimento de emails de notificação:
apply_filters( 'send_core_update_notification_email', '__return_false' );
  • Desabilitar emails de debugging:
apply_filters( 'automatic_updates_send_debug_email', '__return_true' );

Os filtros de API já ótimos para configurações específicas. Você pode criar regras personalizadas para receber apenas emails que sejam relevantes.

Gerenciar Atualizações Automáticas com Plugins
plugin wordpress Easy Updates Manager

Se você não se sente confortável com a utilização de códigos para gerenciar as atualizações automáticas do WordPress, recomendamos este plugin.

O Easy Updates Manager é um dos melhores plugins de atualização do WordPress. Ele é grátis, fácil de usar, potente e possui muitas opções de configuração. Por exemplo, habilitar e desabilitar a atualizações de núcleo, plugins e temas. Se você deseja ter outras funcionalidades que não estão disponíveis na versão grátis, a licença premium sai no valor de $29 dólares por ano.

tela easy updates manager do wordpress

A instalação do plugin é fácil. Acesse o painel de administração do WordPress e procure por Easy Updates Manager no menu Plugins. Então é só instalar e ativar. Em seguida acesse as configurações do plugin para definir suas preferências.

Como atualizar os temas e plugins do WordPress

Você fará um desserviço a si mesmo se deixar seus temas e plugins desatualizados enquanto atualiza seu núcleo do WordPress. Vá até o seu painel de controle e vá até “Updates”.

wp-temas

Atualizar seus temas e plugins a partir desta tela é auto-explicativo. Apenas marque Selecionar tudo e clique em Atualizar plugins ou Atualizar temas para atualizar todos os plugins e temas, respectivamente. Você também pode atualizar seus plugins individualmente, indo até a opção “Plugins” -> “Installed Plugins” como mostrado abaixo.

temas-plugins-instalar

Da mesma forma, você pode atualizar os temas do WordPress indo até a opção “Appearance -> “Themes” como ilustramos abaixo.

wp-temas-plugins

Lembre-se: Atualizar o tema do WordPress eliminará todas as modificações que você fez com o tema. Portanto, para evitar perder essas alterações, considere usar um tema teste em vez de editar seu tema principal diretamente.

Conclusão

Neste tutorial, nós aprendemos como atualizar o WordPress de maneira segurança através de métodos manuais e automáticos sem quebrar o seu site. Essa é uma habilidade essencial para qualquer dono de site.

Atualizar o seu site vai ajudar a melhorar a segurança e consertar os bugs. Um website que funciona direitinho vai atrair mais visitantes e aumentar as suas taxas de conversão.

Na hora de atualizar, você vai precisar checar se existem atualizações futuras do WordPress, executar um backup e limpar o cache do seu site. Também não se esqueça de desativar os plugins antes de fazer update para uma nova versão do WordPress, evitando assim erros relacionados a arquivos.

Antes de você ir embora, permita-nos recapitular rapidamente as quatro maneiras de atualizar o seu site para a versão mais recente do WordPress:

  • Atualizar através do Painel de Controle do WordPress. Clique na mensagem de atualização automática no admin do WP para prosseguir com a instalação.
  • Atualizar manualmente via cliente FTP. Sobrescreva os arquivos de núcleo antigos com as versões mais novas baixadas do repositório oficial do WordPress.
  • Atualizar via SSH e WP-CLI. Execute comandos num terminal SSH para atualizar os arquivos de núcleo do WordPress, assim como o banco de dados, os temas e os plugins.
  • Habilitar atualizações automáticas do WordPress. Edite o arquivo wp-config.php através do Gerenciador de Arquivos do painel de controle da sua hospedagem.

Além disso, não deixe de atualizar os temas e plugins do WordPress para que seu site possa desempenhar suas funções de maneira correta. Vá para a página de Atualizações do seu painel de controle do WordPress e escolha se quer atualizar cada banco de dados separadamente ou todos de uma só vez.

Agora que você atualizou o WordPress para a versão mais recente com sucesso, deixe um comentário para a gente!

Author
O autor

Andrei L.

Jornalista e conteudista SEO/Localização na Hostinger Brasil. Tem experiência em WordPress e na produção de conteúdos de tecnologia otimizados para conquistar as melhores posições no Google. É fã de games, adora vôlei, ama o inverno e está sempre buscando se aperfeiçoar no Inglês.