O Que É um Endereço de IP? Guia Completo

Um endereço de IP, sigla que representa um endereço de Protocolo de Internet (Internet Protocol address), é um identificador único para dispositivos conectados à internet ou a uma infraestrutura de rede.

Neste artigo, você irá descobrir como os endereços de IP funcionam, quais seus diferentes tipos e como encontrar o seu endereço de IP. Além disso, também vamos conhecer quais as possíveis ameaças de segurança relacionadas aos endereços de IP e porque você deve utilizar uma VPN. 

O Que É um Endereço de IP?

Um endereço de IP é uma sequência de números que funciona de forma similar a um endereço residencial ou endereço de e-mail. Em outras palavras, é um meio de comunicação entre dispositivos e computadores. O IP garante que os dados corretos são enviados ao computador correto.

Como os Endereços de IP Funcionam?

Quando você visita um site utilizando um computador ou celular, o dispositivo em questão precisa encontrar onde estão localizados os dados daquele site para poder obtê-los.

Primeiramente, o computador se conecta a um roteador de rede, geralmente fornecido por um provedor de serviço de internet (ISP). O roteador irá se comunicar com o servidor em que o site está hospedado, para assim poder acessar os arquivos que precisam ser enviados de volta ao seu computador.

O computador, o roteador e o servidor possuem endereços de IP específicos, que podem ser reconhecidos entre si. Sendo assim, é através desses endereços de IP que os dispositivos se comunicam, obtendo e enviando dados de acesso na internet.

Diferentes Tipos de Endereço de IP

Hoje em dia, há duas versões de IP, o IPv4 e o IPv6. Além disso, os endereços de IP de dispositivos pessoais podem ser divididos em quatro tipos diferentes: privados, públicos, dinâmicos e estáticos. 

Adicionalmente, há dois tipos de endereços de IP para sites: compartilhados e dedicados. 

Agora vamos conhecer cada um deles um pouco melhor.

IPv4 e IPv6

IPv4 é a abreviatura de Internet Protocol version 4, e é a versão de IP mais amplamente utilizada. A versão 4 do protocolo de internet é representada por um sistema numérico de 32-bits, divididos em quatro partes (octetos) e separados por pontos.

O valor de cada um desses conjuntos de números varia entre 0 e 255. Sendo assim, existem aproximadamente 4,3 bilhões de endereços de IPv4 únicos e exclusivos. 

Abaixo indicamos um exemplo de como um IPv4 se parece:

169.89.131.246

Todos os tipos de sistemas conseguem lidar sem problemas com endereços de IPv4 em suas redes. Além disso, os endereços IPv4 suportam a maioria dos diagramas de rede devido aos seus prefixos simples.

Adicionalmente, os dados armazenados nos pacotes dos endereços de IP são criptografados para garantir uma comunicação segura entre as redes. 

De todo modo, a versão mais recente do protocolo de internet é a versão 6, representada pelo endereço de IPv6, que tende a eventualmente substituir o IPv4. Isso porque o número de possíveis variações de IPv4 já estão se esgotando, principalmente devido à rápida expansão da internet e da quantidade de usuários.

Endereços de IPv6 são sequências numéricas de 128-bits. Isso significa que há aproximadamente 340 undecilhões de possíveis endereços de IP únicos. Um undecilhão é representado pela potência 1036, isto é, o número 1 seguido de 36 zeros.

Os endereços IPv6 são compostos por oito conjuntos de dígitos hexadecimais de 16-bits, separados por dois pontos (:). Sendo assim, um endereço de IPv6 é escrito com letras de A a F, além dos números de 0 a 9.

Abaixo você encontra um exemplo de endereço de IP versão 6:

2001:3FFE:9D38:FE75:A95A:1C48:50DF:6AB8

O roteamento é mais eficiente com endereços de IPv6, já que eles permitem que os provedores de serviço de internet reduzam o tamanho das tabelas de roteamento. O sistema IPv6 também utiliza a Segurança de Protocolos da Internet (IPsec), então os usuários não precisam se preocupar com a autenticação, confidencialidade e integridade dos dados.

Além do mais, os endereços de IPv6 não possuem o IP checksum, resultando em um processamento de pacotes muito mais eficiente, além de suportar transmissão multicast. Consequentemente, os fluxos de dados podem ser enviados para múltiplos destinos simultaneamente, economizando o consumo de banda larga da rede.

Endereço de IP Privado e Endereço de IP Público

Um endereço de IP privado é o endereço de IP que você utiliza para se comunicar dentro de suas redes locais. Então qualquer dispositivo que tenha o recurso bluetooth ou que possa se conectar a uma rede de internet possui um endereço de IP privado. Esse tipo de IP só funciona dentro de uma rede de área local (LAN) e não na internet. Sendo assim, seu uso é gratuito.

Por outro lado, um endereço de IP público é o endereço de IP que você utiliza para se comunicar para além de suas redes locais, e assim se conectar à internet. Esse tipo de endereço de IP não é gratuito, pois é atribuído e controlado por provedores de serviço de internet.

Endereço de IP Dinâmico e Endereço de IP Estático

Há dois tipos de endereços de IP públicos: os dinâmicos e os estáticos. Um endereço de IP dinâmico é aquele que um provedor de internet oferece aos seus clientes.

Esses endereços dinâmicos são alterados toda vez que um novo dispositivo é adicionado à rede, quando as configurações da rede são alteradas, ou quando o dispositivo roteador é reiniciado. Sendo assim, seu endereço de IP residencial não é sempre o mesmo.

Os endereços de IP dinâmicos são comumente utilizados por razões de segurança. Por serem alterados regularmente, dificultam as ações de invasão de hackers que tentam acessar a interface da rede.

Contrariamente, endereços de IP estáticos são considerados endereços de IP fixos. Sendo assim, um IP estático é sempre o mesmo, a menos que a administração da rede decida alterá-lo. 

A maioria dos usuários não precisa ter um endereço de IP estático. De todo modo, ele é necessário para dispositivos que requerem acesso constante, ou em casos em que o usuário acessa redes privadas com muita frequência.

Por exemplo, uma impressora compartilhada precisa ter um endereço de IP estático, assim as pessoas no escritório conseguem se conectar a ela com facilidade.

Além desses casos, as empresas de hospedagem de sites também necessitam de endereços de IP estáticos, pois seus clientes precisam de acesso constante aos servidores web e aos servidores de e-mail. Um endereço de IP estático nessas situações facilita a transferência de dados das solicitações, fazendo com que elas cheguem ao endereço de IP correto através do DNS (Sistema de Nome de Domínio).

Endereço de IP Compartilhado e Endereço de IP Dedicado

Se você deseja se cadastrar em uma hospedagem web e criar um site, lembre-se que há dois tipos de endereços de IP para isto. 

Um endereço de IP compartilhado é um IP partilhado entre múltiplos domínios. Isso se aplica àqueles usuários que estão compartilhando a rede e os recursos de hardware de um servidor com outros usuários da hospedagem que também são donos de sites.

Ainda assim, note que essa categoria de endereço de IP não se limita a apenas usuários de hospedagens compartilhadas. Já que você não é o único enviando e recebendo dados através deste endereço de IP, é mais fácil manter o volume de tráfego constante.

Isso ajuda a conservar a reputação do endereço de IP do servidor frente aos provedores de internet. Outro benefício dos endereços de IP compartilhados é que eles são relativamente baratos.

Por outro lado, um endereço de IP dedicado indica que um endereço de IP exclusivo é atribuído ao domínio em questão. Sendo assim, seu endereço de IP não é compartilhado com outros donos de sites.

A vantagem é que, com um de endereço de IP dedicado, é mais fácil obter um certificado SSL.

Com esse tipo de IP, seu site também pode ser acessado através do próprio endereço de IP ao invés do nome de domínio. Adicionalmente, você tem liberdade para rodar seu próprio servidor FTP (Protocolo de Transferência de Arquivos) 

Atribuição de Endereços de IP

Endereços de IP privados são atribuídos aos dispositivos por um roteador através do DHCP (Dynamic Host Configuration Protocol). Alternativamente, eles também podem ser configurados manualmente a partir do momento em que os dispositivos conseguirem se comunicar entre si através do roteador de rede.

Um endereço de IP público é atribuído a um dispositivo pelo provedor de internet. A atividade online passa pelo provedor de serviços de internet, e é roteada de volta ao dispositivo através do endereço de IP público. 

Em uma rede local, os endereços de IP dinâmicos são geralmente atribuídos aos dispositivos de usuários pelo roteador de rede. Para redes que se conectam à internet, os provedores de serviço atribuem endereços de IP dinâmicos aos computadores de seus clientes. 

Se você não deseja que o roteador atribua um endereço de IP diferente a cada vez que você se conecta à rede de internet local, configure um endereço de IP estático no seu dispositivo. É possível fazer isso através das configurações de rede do seu sistema operacional, ou pela página de configuração do roteador. 

Como Verificar meu Endereço de IP?

Há diversas maneiras de descobrir o endereço de IP de seus dispositivos. De todo modo, para verificar o endereço de IP privado de um dispositivo, os passos podem variar dependendo da plataforma ou sistema operacional que você estiver utilizando. 

Windows 10:

  • Digite cmd no campo de pesquisa do Windows (barra inferior da tela, no ícone da lupa) e abra o Prompt de Comando. 
opção do prompt de comando no Windows
  • Digite ipconfig e pressione Enter.
comando ipconfig rodando no prompt de comando do Windows
  • Role para baixo até encontrar a informação do Endereço IPv4.
Informação do endereço de IPv4 exibida no prompt de comando do Windows

Mac OS:

  • Acesse as preferências do sistema (System Preferences), e clique em Network para ver os detalhes da rede.
Opção de Redes ou Network nas preferências do sistema Mac OS
  • Selecione a rede em questão — por exemplo, seu Wi-Fi — e você logo verá a informação do endereço de IP do computador exibida acima do nome da rede em questão.
Informações de endereço de IP exibidas nos detalhes da rede - sistema Mac OS

Para descobrir qual seu endereço de IP público, basta pesquisar “qual meu ip”  no Google e selecionar uma das opções de sites que oferecem essa informação, como MeuIP. Outra opção é pesquisar no Google com as palavras em inglês “What is my IP address”, assim seu endereço de IP será imediatamente exibido na página de resultados da busca do Google. 

Captura de tela do resultado da pesquisa "what is my IP address" no Google

Ameaças de Segurança Comuns Relacionadas a Endereços de IP 

É crucial proteger seu endereço de IP e não compartilhá-lo com ninguém. Se um hacker ou cibercriminoso descobrir qual seu IP, ele pode utilizá-lo para realizar vários ciberataques. Apesar de um endereço de IP não conter nem exibir informações sensíveis, ele ainda pode ser utilizado para:

Rastrear sua Localização e Monitorar sua Atividade 

Um endereço de IP mostra uma geolocalização. Sendo assim, através do IP, uma pessoa mal intencionada pode identificar a cidade, região e até mesmo o endereço físico em que você mora. Isso pode levar a muitas ameaças, desde pegadinhas e perseguições até furtos e sequestros.

Além disso, hackers podem ver sua atividade online. Essa brecha na sua privacidade pode incluir o monitoramento de seus perfis em redes sociais, compras online, pagamentos, e até mesmo informações sobre seus cartões de crédito. Todos estes dados podem ser roubados e vendidos, ou ainda, podem ser utilizados para roubo de identidade.

Hackear seu Dispositivo

Dispositivos se conectam à internet através de portas e endereços de IP. Se um hacker sabe qual seu endereço de IP, ele pode invadir suas conexões através de ataques de força bruta sobre as portas, e assim assumir o controle de seu computador ou celular.

Uma vez que um hacker conseguir entrar em seu dispositivo, ele pode instalar malwares para acessar e editar arquivos. Como resultado, suas senhas, contas de redes sociais, e detalhes financeiros estarão em risco. Além disso, os cibercriminosos podem roubar fotos e vídeos pessoais e utilizá-los em ameaças e chantagens.

Usar seus Recursos ou te Incriminar 

Se os cibercriminosos conseguirem descobrir seu endereço de IP, eles podem utilizá-lo para conduzir atividades maliciosas e ilegais, incriminando você e sua rede neste processo.

Como exemplo, eles podem baixar ou enviar para sites na internet conteúdos sensíveis ou ilegais, utilizando seu endereço de IP. Esses arquivos podem violar os termos e condições estabelecidos pelos provedores de serviço de internet.

Assim, você poderá enfrentar um bloqueio do serviço, ou até mesmo um processo legal, dependendo dos conteúdos e da legislação local.

Você Deveria Estar Utilizando uma VPN?

Uma VPN oferece uma experiência online muito mais segura, pois mascara seu endereço IP real ao redirecionar o tráfego de dados por um túnel criptografado. Deste modo, para evitar enfrentar as ameaças e vulnerabilidades de segurança mencionadas anteriormente, uma VPN é uma ferramenta muito útil. 

Porém, lembre-se que uma VPN não é uma solução de segurança completa, já que a própria empresa pode vazar os endereços de IP verdadeiros de seus clientes. Assim, preste muita atenção quando for optar por um provedor, garanta que o escolhido é confiável e seguro, e não se esqueça de verificar o nível de criptografia que o sistema utiliza. 

Abaixo listamos algumas outras situações em que você poderá precisar utilizar uma VPN:

Acessando Sites e Serviços Bloqueados Regionalmente 

Alguns países podem bloquear o acesso a sites específicos, plataformas de redes sociais e serviços de streaming. Isso pode ser feito através de restrições geográficas. Sendo assim, certos conteúdos podem estar disponíveis apenas para certas regiões — devido a licenças, litígios, direitos autorais (copyright), e questões morais. 

Deste modo, se você vive ou está viajando para países que contenham sites cujas configurações contam com restrições na internet, pode ser necessário utilizar uma VPN para acessar sites e serviços bloqueados naquela localização ou exclusivos para certas regiões. 

Trabalhando de Forma Remota 

O trabalho remoto é muito comum hoje em dia. Já que os funcionários estão acessando a rede e os recursos da empresa de fora do escritório, muitas companhias estão implementando o uso de VPNs por motivos de segurança. 

Já que com a ferramenta o tráfego dos dados é criptografado, a VPN reduz as possibilidades de brechas de segurança e de acessos não autorizados. 

Sendo assim, pode ser obrigatório utilizar a VPN da empresa caso esteja trabalhando de forma remota. Aqui na Hostinger, por exemplo, utilizamos a NordVPN Teams.

Utilizando Redes Wi-Fi Públicas

Quando você estiver em um café, restaurante ou coworking, e está utilizando a rede Wi-Fi pública do ambiente, é recomendado usar uma VPN. Uma Wi-Fi pública é gratuita e facilmente disponibilizada, mas a rede está aberta para qualquer pessoa, incluindo hackers.

Além do mais, muitas redes de internet públicas não oferecem camadas de proteção aos usuários, nem contam com funções robustas de segurança.

Então, os cibercriminosos podem não somente monitorar seu tráfego de dados e atividades online, mas também conseguem enviar malwares e roubar informações sensíveis. 

Ao ativar uma VPN, você estará driblando a rede Wi-Fi pública do provedor de internet, mascarando sua identidade e ocultando todas as comunicações — evitando que hackers monitorem e espionem suas ações na internet. 

Aumentando sua Privacidade

Uma VPN também pode ser útil quando você deseja navegar pela internet e não deseja deixar rastros na rede. Muitos sites podem coletar informações sempre que você os visita – essas informações incluem o tempo que você fica em cada página, seus hábitos de navegação, e os links nos quais você clicou. 

Corporações de anúncios publicitários podem ajustar as propagandas e exibir anúncios baseados nestas informações. Por isso algumas vezes os ads podem parecer pessoais e passar a impressão de que certos sites estão te seguindo na internet.

Isso significa que você também pode incluir a habilitação de uma VPN em seu celular ou outros dispositivos móveis usados frequentemente. Sua localização pode ser encontrada pelo endereço de IP mesmo quando o GPS do dispositivo e os serviços de localização estiverem desabilitados.

Conclusão

Um endereço de IP é um conjunto único de números (às vezes inclui letras) que serve para identificar um computador ou dispositivo em uma rede. Trata-se de um sistema de comunicação que define regras quanto à forma com que computadores conectados à internet transferem dados entre si e com servidores. 

A versão mais comum e mais utilizada é o IPv4, e seu sucessor é o IPv6. Além dessas duas diferenciações entre os protocolos, também há endereços de IP privados e públicos — e estes últimos podem ser do tipo dinâmico ou estático. 

Geralmente, endereços de IP dinâmicos são preferíveis, já que oferecem mais segurança e privacidade. De todo modo, endereços de IP estáticos podem ser uma exigência em escritórios e outros locais em que pessoas precisam de acesso constante ao mesmo dispositivo contido na rede, como uma impressora. 

Além disso, donos de sites têm a opção de escolher entre utilizar um endereço de IP compartilhado ou dedicado. Usar um endereço de IP dedicado pode ser mais conveniente, já que é mais fácil obter um certificado SSL para o site com este tipo de IP. 

Lembre-se que não é difícil para outras pessoas descobrirem seus endereços de IP público e privado. Sendo assim, é preciso estar atento às ameaças de cibersegurança relacionadas aos endereços de IP, além de tomar as devidas precauções quanto a isso.

Por exemplo, o uso de uma VPN oculta seu endereço de IP, portanto, seu uso é benéfico e recomendado quando você estiver conectado à internet.

Author
O autor

Bruna B. Barro

Bruna é formada em relações internacionais pela UFSC e atualmente faz mestrado em sociologia pela UFRJ. Determinada em tornar o conhecimento sobre tecnologia acessível a todas as pessoas, atua como tradutora e redatora freelancer na Hostinger. Tem experiência com tradução, localização, copywriting, gerenciamento de projetos, atendimento ao cliente e escrita acadêmica. No seu tempo livre gosta de assistir séries, cozinhar e jogar jogos de lógica.