Como Começar um Negócio Online Lucrativo em 10 Etapas

Como Começar um Negócio Online Lucrativo em 10 Etapas

Com o rápido crescimento do comércio eletrônico, as pessoas estão cada vez mais procurando como começar um negócio online para obter outra fonte de renda. Na verdade, criar sua pequena empresa online traz muitos benefícios, incluindo custo mais baixo e escalabilidade mais fácil quando comparada a uma física.

No entanto, você precisará de um plano de negócios sólido e de uma boa estratégia de marketing para transformá-la em um negócio lucrativo a longo prazo.

Continue lendo, pois forneceremos um guia passo a passo de como começar um negócio online do zero e compartilharemos dicas sobre como torná-lo bem-sucedido. Vamos começar explorando por que seria uma ótima ideia começar seu próprio negócio online hoje.

Motivos para Começar um Negócio Online

Muitas pessoas encontrar dificuldades na hora de abrir um negócio físico tradicional, pois isso requer muitos recursos. Também é algo que pode requerer um grande investimento e muito tempo para crescer.

Para evitar isso, você pode começar seu próprio negócio na Internet para ganhar dinheiro online. Aqui estão os principais benefícios que um negócio online pode oferecer.

Custo Baixo e Margens Altas

Quando você cria uma loja online, você não depende de um local físico para exibir seus produtos. Além disso, existem opções de modelos de negócios online, como marketing afiliado ou dropshipping, onde você não precisa sequer estocar itens. Como resultado, você pode operar confortavelmente sua pequena empresa de casa. O salário médio de quem tem uma pequena empresa no Brasil é de R$ 5.230 por mês.

Além disso, os e-Commerces estão crescendo cada vez mais. Estima-se que as vendas online globais (link em inglês) no varejo atingiram US$ 5,4 trilhões em 2022, um aumento significativo em relação aos US$ 4,28 trilhões em 2020.

Grandes Oportunidades de Escalabilidade

Uma das melhores coisas sobre começar um negócio online do zero é a escalabilidade. Quando seu site crescer para além dos recursos do seu plano atual de hospedagem, você pode simplesmente fazer um upgrade para um plano mais sofisticado.

Em comparação, um empresário tradicional pode precisar abrir uma nova loja, o que é muito mais caro e complicado.

Aberto 24 Horas

Com um negócio online, não há horário comercial fixo: seus clientes em potencial podem comprar seus produtos ou serviços 24 horas por dia, 7 dias por semana.

Além disso, é possível administrar sua empresa de qualquer lugar, desde que você tenha uma conexão com a Internet e seu notebook ou celular em mãos. Portanto, você pode equilibrar o trabalho e sua vida pessoal com mais facilidade enquanto sua loja funciona o dia todo.

Mercado Mundial

Graças às plataformas de mídia social e ferramentas de marketing digital, você pode atingir um público-alvo mais amplo com um negócio online.

Na verdade, prevê-se que as vendas globais de comércio eletrônico no varejo vão atingir US$ 7,4 trilhões (link em inglês) até 2025, o que significa que sua demanda só aumentará.

Como Começar um Negócio Online de Sucesso em 10 Etapas

Depois de discutir as vantagens do comércio eletrônico, é hora de cobrir as etapas essenciais para começar seu próprio negócio online.

1. Realize Pesquisas de Mercado

O passo mais importante ao começar um negócio é definir seu público-alvo. Para conseguir isso, você precisará realizar uma pesquisa de mercado. Isso validará suas ideias de negócios, mostrando se há demanda para um produto que você deseja vender online.

Primeiro, você precisa decidir qual será o seu nicho. Em seguida, conduza pesquisas de palavras-chave para determinar se a demanda por esse nicho está em alta ou em baixa. Para uma nova pequena empresa, entrar em um nicho popular com um mercado amplo será mais fácil, portanto tente procurar nichos com alto volume de pesquisa.

Use o Google Trends para medir isso. Por exemplo, se você deseja vender produtos de beleza, digite a palavra-chave “beleza”. Em seguida, compare-a com palavras-chave ou sub-nichos específicos, como cuidados com a pele veganos e maquiagem de luxo.

Página de pesquisa do Google Trends com o gráfico dos resultados para a palavra saúde

2. Resolva um Problema

É sempre mais fácil vender produtos ou serviços que resolvam os problemas de seus clientes. Para isso, identifique um produto em falta no mercado ou simplifique determinado processo. Por exemplo, empresas de gestão financeira fazem aplicativos móveis para ajudar as pessoas a gerenciar ativos de casa com eficiência, ou uma loja online pode vender roupas femininas de materiais orgânicos.

Além do Google Trends, as redes sociais são ótimos lugares para encontrar um problema para resolver. O TikTok é uma das plataformas mais populares do momento, e lá você pode encontrar várias dicas, análises de produtos ou histórias que permitem saber o que as pessoas estão fazendo hoje em dia. Você também pode mergulhar em fóruns e participar de discussões.

Aqui estão algumas ideias de negócios online que você pode experimentar:

  • Aprendizado online – criar um curso online é uma ideia de negócio rentável e de baixo custo, mas você precisará de habilidades pedagógicas específicas.
  • Loja de roupas – apesar das mudanças nas tendências, o nicho da moda é sempre popular. Você pode começar um negócio de dropshipping ou sua própria linha de roupas.
  • Marketing de afiliados – como muitas pessoas confiam mais em recomendações do que em anúncios de marcas, ingressar em planos de marketing de afiliados ou influenciadores pode ser uma ideia lucrativa. Especialmente se você já estabeleceu seguidores em plataformas de mídia social que podem ser seu mercado-alvo.

3. Estude a Concorrência

Analisar seus concorrentes pode ajudar você a determinar seus pontos de venda exclusivos, entender o seu público-alvo e criar uma estratégia de negócios bem-sucedida. Tente listar empresas semelhantes dentro do seu nicho escolhido e observe suas qualidades únicas.

Compare os modelos de negócios, preços, estratégias de marketing e elementos técnicos de seus concorrentes em seus sites. Em seguida, faça uma análise SWOT para identificar seus pontos fortes, fracos e oportunidades para descobrir o que você pode fazer melhor.

Para realizar a análise da concorrência e desenhar um plano de negócios com mais facilidade, recomendamos o uso das seguintes ferramentas:

  • Semrush – usando esta ferramenta de SEO, você pode comparar o desempenho de até cinco concorrentes ao mesmo tempo. O Semrush fornecerá dados sobre suas estratégias de marketing online, principais palavras-chave e artigos, backlinks e tráfego do site.
  • Sprout Social – rastreie métricas importantes das redes sociais e meça o alcance e o engajamento por meio do desempenho das hashtag de seus concorrentes.
  • Mailchimp – verifique o desempenho de seus e-mails. Você verá suas taxas de abertura, clique e cancelamento de inscrições em comparação com seus concorrentes.
  • iSpionage – analise as estratégias de copywriting, palavras-chave lucrativas e páginas de destino de outras empresas para otimizar suas campanhas publicitárias e melhorar o tráfego do site.
  • Buzzsumo – aprenda as estratégias de marketing de conteúdo dos concorrentes. Você pode acompanhar o conteúdo de melhor desempenho e encontrar as práticas recomendadas para o seu negócio.

4. Selecione seu Modelo de Negócios

Antes de começar seu negócio online, é essencial considerar como torná-lo lucrativo.

Um modelo de negócios ajuda a definir seus produtos e serviços, mercado-alvo e gastos, para que você possa calcular seus preços com mais precisão para aumentar a lucratividade.

Aqui estão os modelos de negócios online mais comuns a serem considerados:

  • Business to Business (B2B) – uma empresa vende seus produtos ou serviços para outra empresa. Um exemplo é o Amazon Business.
  • Business-to-Consumer (B2C) – nesta transação, uma empresa vende seus bens e serviços diretamente aos consumidores. Por exemplo, livrarias online e modelos de assinatura como aluguel de ferramentas de camping.
  • Consumidor para empresa (C2B) – esse tipo envolve indivíduos que vendem produtos ou serviços para empresas. Marketing de afiliados, blogs e freelancers são exemplos famosos de C2B.
  • Consumidor a Consumidor (C2C) – um consumidor vende bens e serviços para outro consumidor, geralmente por meio de mercados online como o eBay.

5. Determinar Licenças Comerciais e Leis

Não importa se você vai gerir um negócio tradicional ou online, você terá que cumprir os requisitos legais.

Nesta parte, examinaremos as leis de negócios online no Brasil. Para ajudar você a entender melhor, criamos um guia passo a passo que os pequenos empresários devem seguir.

Defina sua Estrutura de Negócios

Sua estrutura de negócios afetará o papel das partes que gerenciam o negócio, impostos, acionistas, envio de documentos e responsabilidade pessoal. Os tipos de estrutura de negócios mais conhecidos incluem Microempreendedor Individual (MEI), Microempresa (ME), Empresa de Pequeno Porte (EPP), Empresa de médio porte (EMP) e Empresa de Grande Porte (EGP).

Crie e Registre um Nome Comercial

Escolha um nome exclusivo para distinguir sua marca das existentes no mercado. Para evitar problemas legais, certifique-se de que ninguém use o nome que você deseja. Você pode pesquisar no Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) para saber se alguém já registrou uma marca sobre um nome.

Depois de escolher um nome, registre-o para proteger sua marca. Aqui estão três maneiras comuns de fazer isso:

  • Nome comercial – como proprietário de uma marca registrada, você obterá proteção para o nome de sua empresa, de modo que nenhuma outra empresa do mesmo setor ou similar possa usá-lo. O registro da marca obedece a nível nacional.
  • Fazendo negócios como (DBA) – registrar um DBA não lhe dará proteção legal. Ainda assim, você pode se beneficiar disso, pois muitas empresas online não têm permissão para usar a conta bancária do proprietário para processar pagamentos.
  • Nome do domínio – com o registro do nome de domínio, você obterá o endereço do site com o qual deseja identificar seus negócios e serviços.

Números de Identificação de Pessoa Física ou Jurídica

Pesquise se é necessário solicitar números de identificação de pessoa física ou jurídica. Os requisitos podem diferir de acordo com fatores como produtos vendidos e local de operação.

Esses números também são conhecidos como CNPJ. Esse registro é importante para o profissional autônomo que precisa emitir nota fiscal pelo serviço prestado a uma empresa. Ele também é necessário para contratar funcionários, abrir uma conta bancária e solicitar licenças e autorizações.

As taxas fiscais diferem de um estado para outro, portanto se certifique de verificar os regulamentos da sua região.

Licenças e Autorizações Comerciais

Uma pequena empresa normalmente requer algumas licenças e autorizações de agências federais e estaduais. Os requisitos e taxas diferem conforme a localização da empresa, atividades e regulamentações governamentais.

Vale destacar que o microempreendedor que abre um comércio obtêm o CNPJ com a inscrição na Junta Comercial e um alvará de funcionamento provisório, válido por 180 dias.

Esse alvará se torna definitivo após o período provisório, caso a Prefeitura não se manifeste. Consulte os procedimentos necessários diretamente com a administração do seu município, pois cada cidade tem suas próprias regras. 

Também é importante acompanhar o andamento de suas licenças e alvarás, pois alguns deles expiram após um determinado período.

Crie uma Conta Bancária Empresarial

Depois de obter um CNPJ para o seu negócio, reúna outros requisitos, como documentação comercial e licenças para abrir uma conta bancária de pessoa jurídica (PJ).

Ela vai permitir que você gerencie todos os pagamentos de qualquer transação comercial. Além disso, uma conta bancária comercial oferece benefícios como proteção legal mais robusta contra riscos comerciais e acesso a melhores opções de financiamento que você pode não obter com uma conta bancária pessoal.

Considere os Regulamentos Digitais Relevantes

Algumas empresas podem envolver transações de trabalhos criativos, como livros e linhas de roupas. Embora o registro de marca possa proteger o nome da sua empresa, você pode solicitar direitos autorais ou patente para seus produtos.

Além disso, a privacidade do cliente deve ser sua prioridade ao administrar um negócio online. Certifique-se de cumprir as leis de privacidade, como a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD) e o Regulamento Geral de Proteção de Dados (GDPR) (link em inglês). Este último será relevante se você estiver oferecendo produtos e serviços na União Europeia.

6. Compre um Domínio e um Plano de Hospedagem

Agora que você aprendeu as etapas para desenvolver uma boa ideia de negócio online e cumprir os regulamentos, é hora de planejar o site da sua empresa.

O primeiro passo é escolher um tipo de hospedagem e um nome de domínio.

Procure estes fatores na hora de decidir qual plano de hospedagem comprar:

  • Facilidade de uso – alguns planos exigem conhecimento técnico mais avançado para serem gerenciados, enquanto outros oferecem uma interface fácil de usar, adequada para iniciantes.
  • Compatibilidade – se você está construindo um site WordPress, recomendamos optar pelo host WordPress, pois facilitará o processo de integração do CMS ao seu site. Como alternativa, verifique os criadores de sites.
  • Espaço e largura de banda – calcule o nível de recursos que você pode precisar para armazenar os arquivos do seu site. Além disso, considere o volume de tráfego estimado do site para evitar problemas.
  • Velocidade e otimização – uma velocidade de carregamento rápida é essencial para melhorar o SEO do seu site e a experiência do usuário. Considere usar um serviço confiável de hospedagem para otimizar seu site.
  • Segurança – verifique se um provedor de hospedagem oferece várias camadas de segurança para proteger seu site contra atividades maliciosas. Por exemplo, aqui na Hostinger, você consegue instalar certificado SSL gratuito e proteger seu site assim que estiver online.

Para ajudar você a economizar dinheiro, experimente a hospedagem grátis da Hostinger. Quando seu negócio crescer e você precisar de mais recursos, faça um upgrade para um plano de hospedagem mais robusto – na maioria deles, você consegue um domínio grátis.

Idealmente, seu domínio deve ser curto e único. Evite usar números e hifens, para que os visitantes possam memorizar o endereço do seu site com mais facilidade.

Recomendamos usar uma ferramenta de pesquisar domínio para garantir que o nome de domínio que você deseja está disponível. Caso não esteja, a ferramenta oferecerá alguns títulos alternativos ou diferentes extensões de domínio. Use o nosso criador de nome de empresa se precisar de mais opções.

Dica

Consulte a página de preços Hostinger para ter uma melhor ideia dos valores que você precisará investir inicialmente para abrir seu negócio online.

Ferramenta de Pesquisa de Domínio

Descubra se um nome de domínio está disponível

7. Crie um Site

Finalmente, é hora de criar um site. Um site bem projetado ajuda a criar uma ótima primeira impressão de sua empresa, permitindo que clientes em potencial aprendam mais sobre sua marca e serviços. Você não precisa ser um designer gráfico – basta encontrar um tema WordPress adequado.

Não se esqueça de adicionar também todas as informações relevantes sobre o seu negócio, como as páginas legais, de contato e sobre nós — se você deseja ter um site de comércio eletrônico.

Para usuários do WordPress, uma das maneiras mais fáceis de habilitar a funcionalidade de comércio eletrônico é instalando a plataforma WooCoomerce.

página inicial do woocommerce

Como alternativa, você pode usar um construtor de sites para criar seu site comercial. Este método é mais rápido e fácil. No entanto, ele vem com menos opções de personalização.

Por exemplo, os planos de loja online com construtor de sites da Hostinger oferecem uma interface fácil e um editor de página de arrastar e soltar. Eles trazem mais de 100 modelos personalizáveis ​​para vários tipos de negócios, como moda, tecnologia e design de portfólio.

A plataforma de criação de sites da Hostinger permite que você acesse muitos recursos de comércio eletrônico, incluindo:

  • Painel completo – gerencie seu inventário, rastreamento, pedidos, relatórios e atendimento ao cliente em um só painel.
  • Venda entre canais – conecte sua loja a Amazon, Instagram e Facebook para aumentar suas vendas.
  • Opções de envio – escolha a sua transportadora preferida entre as várias opções disponíveis na sua localidade.
  • Automação de anúncios – lance anúncios personalizados do Google e de mídia social para atrair mais clientes.
  • Gestão de relacionamento com o cliente – envie emails, códigos personalizados e descontos para manter a satisfação de seus clientes.
  • Gateways de pagamento – adicione os métodos de pagamento mais populares à sua loja online.

Além disso, como um construtor de sites com inteligência artificial, essa plataforma fornece ferramentas como um gerador de nome comercial, um mapa de calor e um gerador de conteúdo.

Dica

Seja usando um CMS ou um construtor de sites, faça alguns testes antes de começar a vender seus produtos online para garantir que tudo funcione conforme o planejado.

8. Crie Conteúdo Amigável para SEO

A pesquisa orgânica é uma ótima fonte de tráfego para o site. Portanto, melhorar a visibilidade do seu site com otimização de mecanismos de busca (SEO) é essencial para obter uma classificação mais alta nos resultados de busca.

Os mecanismos de pesquisa classificam os sites com base em vários fatores, incluindo a qualidade do conteúdo. Portanto, adote melhores práticas de SEO na sua estratégia. Use ferramentas de SEO como Semrush ou Ahrefs para analisar palavras-chave com alto volume e divulgá-las em seu conteúdo. Além disso, considere a correspondência de palavras-chave com a intenção de pesquisa para aumentar suas chances de atrair clientes em potencial.

Quando as pessoas pesquisam por “protetor solar” no Google, os mecanismos de pesquisa mostram muitos resultados diferentes, como dicas, anúncios de compras e páginas de produtos. Isso ocorre porque essa palavra-chave não mostra claramente a intenção. No entanto, quando usam “protetor solar acessível”, pretendem adquirir um protetor solar. Portanto, escolha as palavras-chave para otimizar com sabedoria.

9. Estabeleça uma Presença nas Redes Sociais

Além de SEO, você deve usar outras estratégias de marketing de comércio eletrônico como marketing de mídias sociais. Isso ajudará você a aumentar sua base de clientes e a se envolver mais com seu público-alvo.

Com muitas plataformas populares de mídia social como Facebook, TikTok, Instagram e Twitter, você deve escolher a mais adequada para o seu novo negócio.

Dadas as diferentes funções, o envolvimento do usuário difere em cada plataforma. Por exemplo, o Instagram é mais popular entre usuários com menos de 35 anos (link em inglês), enquanto muitas pessoas usam a busca do Tiktok (link em inglês) para procurar produtos. Portanto, você precisará de estratégias específicas para cada plataforma que estiver usando.

Como alternativa, crie várias contas de mídia social para alcançar melhor seu público-alvo. No entanto, isso levará mais tempo.

10. Utilize o Email Marketing

O marketing por e-mail é uma ótima maneira de se envolver com seus clientes, fidelizá-los e aumentar as vendas. Você pode fazer isso compartilhando códigos de desconto, ofertas especiais e boletins informativos, além de coletar feedback de clientes novos e existentes.

Com ferramentas como o Mailchimp, você pode criar suas campanhas de marketing por e-mail facilmente — basta importar sua lista de contatos e escolher um modelo de mensagem. Em seguida, divida seus contatos em diferentes segmentos para atingir seu público-alvo. Por fim, adicione um logotipo de marca e imagens para sua campanha e verifique a pré-visualização do conteúdo do e-mail.

Não se esqueça de acompanhar as métricas para ver o desempenho de seus e-mails. Conhecer as necessidades de seus clientes ajudará você a melhorar sua estratégia geral de negócios e aumentar as vendas.

Leitura Sugerida

Caso você não tenha um logo para a sua campanha, use nosso criador de logotipo para fazer o seu em alguns minutos!

Conclusão

Começar um negócio online é acessível, altamente escalável e oferece acesso ao mercado global 24 horas por dia, 7 dias por semana.

Não importa se você está construindo uma empresa física ou uma loja online, será necessário ter um plano de negócios adequado e uma estratégia de marketing para ganhar dinheiro.

Para te ajudar, vamos recapitular as 10 etapas de como começar um negócio online de sucesso:

  1. Realize pesquisas de mercado para validar sua nova ideia de negócio.
  2. Certifique-se de que sua empresa está resolvendo um problema.
  3. Analise a concorrência para construir um produto melhor e aplicar uma estratégia de marketing mais eficiente.
  4. Selecione um modelo de negócios adequado para obter mais lucro.
  5. Obtenha licenças comerciais e autorizações para administrar seus negócios online legalmente.
  6. Obtenha um serviço confiável de hospedagem na web e um nome de domínio.
  7. Faça um site com aparência profissional.
  8. Crie conteúdo compatível com SEO para direcionar mais tráfego.
  9. Crie uma presença na mídia social para se envolver com os clientes.
  10. Use o marketing por e-mail para fidelizar o cliente.

Esperamos que este artigo ajude você a entender como começar um negócio online do zero. Boa sorte!

Como Começar um Negócio Online – Perguntas Frequentes

Se você ainda está se perguntando como começar um negócio online do zero, confira nossas respostas para algumas das perguntas mais frequentes.

Como Começar um Negócio Online sem Dinheiro?

Você pode começar com negócios online que não exigem estoque e fabricação, como o dropshipping. Com este tipo de negócio, você terá apenas que manter as suas estratégias de promoção online enquanto o seu fornecedor se encarregará da encomenda e logística dos seus produtos.

Qual é o Negócio Online mais Lucrativo para Começar?

O marketing de afiliados é uma das opções de negócios mais lucrativas para ganhar dinheiro online sem sair de casa, pois requer pouco investimento e é facilmente escalável.

Qual é o Negócio mais Fácil de Começar e Executar Online?

Ser freelancer é uma das melhores ideias de negócios online para iniciantes. Um negócio baseado em serviços permite que você escolha seus projetos e clientes, escolha seu horário de trabalho e desenvolva suas habilidades.

Tudo o que você precisa fazer é se registrar em um dos sites de freelancers.

Author
O autor

Larissa Folch

A Larissa é uma engenheira química que adora ciência e gosta de aprender sobre “tudo e todas as coisas”. Ama os animais e cultua bons livros. Assiste Harry Potter incansavelmente, ama música eletrônica e correr ao ar livre. Curte muito escrever e estudar inglês.