Como Atrair Clientes: 15 Formas Comprovadas para Fidelizar seu Público

Atrair novos clientes é essencial para que profissionais autônomos e empresas possam ter um fluxo de receita estável e capaz de impulsionar o crescimento do negócio.

De todo modo, criar um site é só o primeiro passo do processo. Donos de negócios e profissionais autônomos devem investir tempo e esforço na construção de relacionamentos com os clientes, no estabelecimento de conexões com outras empresas do ramo, e no desenvolvimento de estratégias consistentes.

Este artigo lista 15 métodos práticos para atrair mais clientes e torná-los fiéis. Além disso, você terá acesso a exemplos da vida real e dicas de especialistas aqui da Hostinger.

1. Defina Seu Cliente Ideal

É quase impossível possuir todos os recursos necessários para ter uma empresa ou marca que atue em todas as indústrias e ramos do mercado global.

Na verdade, investir no mercado errado é uma das razões mais comuns que fazem empresas falharem em suas estratégias. Muitos donos de negócios tentam atingir múltiplas audiências, mas é a definição de um nicho mais específico que pode fazer suas vendas decolarem, atraindo e fidelizando o público correto.

Sendo assim, ao focar em atingir o público-alvo ideal para seu negócio, se baseie nas necessidades dos clientes, na indústria em que você está inserido, e no tamanho das concorrentes do seu ramo. Assim é possível que você se estabeleça como um especialista no mercado, elevando sua receita.

Por exemplo, a Inventando Sites foca em ajudar organizações a construir sites baseados em Magento, enquanto a Intelectua é uma agência digital especializada em desenvolvimento Drupal.

Página de "Lojas Magento" do site Inventando Sites

Defina seu cliente ideal baseado em suas habilidades únicas ou no diferencial que sua empresa oferece. Por exemplo, os desenvolvedores da Unity são especialistas em alta tecnologia. Então o público alvo da marca são clientes que precisam de programas de realidade aumentada, serviços 3D, inteligência artificial, e aprendizagem de máquinas em seus sites e softwares.

Alternativamente, repare em seus clientes atuais. Liste com quais deles você prefere trabalhar e se relacionar, faça pesquisas e análises quanto aos dados demográficos e características gerais — como em qual indústria estão inseridos e quais os níveis médios de renda.

Depois de listar seus melhores clientes, se faça as perguntas abaixo para identificar semelhanças entre eles:

  • Eles estão na mesma região?
  • Fazem parte de uma mesma indústria?
  • São startups, pequenos negócios ou grandes corporações?

Ao fazer isso, você terá uma visão geral do seu público e assim será possível  definir seu cliente ideal.

Também recomendamos que você identifique as necessidades dos clientes para desenvolver soluções adequadas. Por exemplo, pense num designer gráfico que opta por prestar serviços a casais que planejam se casar. Ele deve criar ilustrações para convites e desenvolver ideias para lembrancinhas.

2. Otimize seu site

Antes de começar a fazer alterações aleatórias no seu site, crie uma lista de pontos específicos que você deseja melhorar nele. Três áreas importantes para otimização são: navegação web, página inicial e design.

Navegação Web

Mapeie a jornada do cliente desde a primeira visita dele no seu site. Pense em desenvolver os pontos-chave do site, como página inicial, página de teste ou demonstração gratuita, e blog.

Entender quais dos elementos são importantes te ajuda a criar um site útil e organizado, que seja agradável para os visitantes e que ajude na nutrição de leads através do funil de vendas.

Utilize o Google Analytics para entender os caminhos de navegação dos seus visitantes. Através dessa ferramenta, você pode acessar o Relatório de Visualização de Navegação e verificar de que maneira os clientes encontram certas páginas em seu site, e para quais costumam ir logo depois. 

Captura de tela do Relatório de Visualização de Navegação do Google Analytics

Verifique o Relatório de Fluxo de Usuários para ter uma visualização mais detalhada de como as pessoas navegam pelo seu site.

Captura de tela do Relatório de Fluxo de Usuários do Google Analytics

Página Inicial

Uma página inicial funciona como o “portão” do site. Inclua de três a cinco seções nessa página. Posicione de forma estratégica seus botões de call-to-action (CTA) para direcionar novos clientes às partes essenciais do site, como páginas de serviços, preços e formulário de contato.

A página inicial da Gummy Digital é um ótimo exemplo. A primeira parte da página atrai clientes com um título em negrito e um botão CTA colorido. Abaixo dessa primeira seção, a agência de marketing digital exibe alguns de seus serviços e também as marcas dos clientes — com a opção de um botão de “saiba mais” para chegar aos depoimentos.

Landing page do site da agência de marketing digital Gummy

Design do site

Uma vez que você tiver configurado a navegação e desenvolvido o conteúdo da página inicial, é hora de criar um design atrativo – já que 94% das primeiras impressões de um site estão relacionadas ao seu design.

Construa uma identidade para sua marca que reflita sua personalidade e destaque suas especialidades. Por exemplo, se sua empresa oferece serviços de design 3D, faça uso das muitas ferramentas de construção de sites do mercado para ofertar e exibir esse serviço em seu site profissional.

Tenha seu público-alvo sempre em mente quando estiver desenvolvendo o estilo do seu site. Por exemplo, o site AcessóriosBG vende itens impressos em impressoras 3D, além de outros itens para jogos de tabuleiro e games em geral. O design é voltado para o público gamer, com elementos atrativos para essa audiência.

Landing page do site Acessórios BG

3. Crie um Portfólio Atrativo

Criar um portfólio digital é uma forma fantástica de conquistar novos clientes e fazer a captura de leads. Um portfólio é uma coleção dos melhores trabalhos de um profissional ou empresa. Sua função é exibir as habilidades e serviços da marca, demonstrando a qualidade dos serviços e, assim, atraindo clientes.

O primeiro passo desse processo é fazer uma curadoria cautelosa dos seus melhores trabalhos, incluindo entre quatro e seis projetos. Esse é o número indicado pois, ao mesmo tempo que possibilita mostrar uma variedade de experiências e competências, não sobrecarrega o leitor com um arquivo de muitas páginas.

Exemplo de portfólio
(Fonte: Freepik/Reprodução)

Se você é um profissional criativo, como designer ou desenvolvedor web, mas ainda não tem muitos projetos para exibir em seu portfólio, recomendamos:

  • Se inscrever em desafios da comunidade do seu ramo;
  • Criar um projeto pessoal para sua marca;
  • Inovar o logo ou o site de uma marca que você goste. 

Depois de selecionar seus melhores projetos, descreva o processo criativo por trás deles para oferecer uma ideia de como você trabalha. O portfólio da Melanie Daveid é um excelente exemplo, já que cada página descreve os principais objetivos, conceito e fluxo de trabalho de cada projeto.

Captura de tela do portfólio de Melanie Daveid disponível em seu site

Para descrever ainda mais seu estilo, considere:

  • Explicar o contexto referente ao cliente e ao trabalho em si
  • Indicar quais as ferramentas que você utilizou para fazer o projeto
  • Expor os desafios que você encontrou e superou durante a execução
  • Listar os prêmios conquistados com o projeto
  • Inserir depoimentos e feedbacks de clientes

Uma vez que você publicar o portfólio, não se esqueça de atualizá-lo com frequência, exibindo seus novos trabalhos para mostrar ao público que você está ativo e se desenvolvendo.

4. Crie Conteúdos Inteligentes

O marketing de conteúdo ajuda a construir relacionamentos com clientes e também a atrair mais consumidores. Aproximadamente 72% dos agentes de marketing concordam que essa estratégia aumenta a quantidade de leads e as taxas de engajamento.

Abaixo você confere três exemplos de marketing de conteúdo e como utilizá-los para ter mais clientes.

Blog

Comece criando um blog, já que este recurso pode atrair pessoas para seu site, transformá-las em leads e melhorar seu ROI (Retorno sobre Investimento) em até 13 vezes. Escreva conteúdos para o blog relacionados com seus serviços e com os interesses de seus clientes. Por exemplo, Lauren Hom compartilha ferramentas e dicas de caligrafia em seu blog.

Faça questionários e pesquisas com seu público, ou visite blogs de outros pequenos negócios para se inspirar em ideias de conteúdo.

Você pode utilizar ferramentas como o Google Trends, que mostra as tendências quanto aos termos mais pesquisados na internet recentemente.

Captura de tela do site Google Trends

Lead Magnets

Lead magnets são ferramentas de captação de leads, e incluem itens ou serviços gratuitos para visitantes. Esses recursos são excelentes métodos práticos para obter as informações de contato de clientes em potencial. Pode ser um curso online, uma consulta de demonstração, ou um template que pode ser baixado de graça.

Dica do Especialista

Vale a pena investir tempo e energia nos lead magnets para torná-los únicos e de alta qualidade. Seus visitantes vão perceber que, se uma marca oferece brindes de qualidade, ela não oferecerá um produto ou serviço pago que seja de baixa qualidade.

Editor

Bernadeta Kairyte

Especialista em Inbound Marketing

Teela Cunningham oferece um ótimo exemplo de como desenvolver bons lead magnets. Essa designer gráfica oferece arquivos de template e guias de estilo para seus visitantes caso eles insiram seus endereços de email em um formulário de contato no site da artista, o Every-Tuesday.

Captura de tela do site Every-Tuesday, seção de cadastro

Base de Conhecimento

Uma base de conhecimento consiste em uma coleção de documentos, incluindo perguntas frequentes, soluções de problemas, instruções e guias. 

Como exemplo, você pode verificar o que nós aqui da Hostinger fizemos. A equipe de sucesso do cliente categoriza nossa base de conhecimento em diversos tópicos, baseados nos serviços que a Hostinger oferece. Nesses artigos, é utilizada uma linguagem mais informal para formar conexões com os clientes.

Captura de tela da base de conhecimento da Hostinger

Dica do Especialista

Nas bases de conhecimento, é válido adicionar não somente termos oficiais e conhecidos no mercado, mas também frases e palavras que as pessoas podem utilizar para pesquisar artigos desse tipo. Em outras palavras, você deve falar a linguagem do seu público. Evite utilizar apenas jargões da indústria. Por exemplo, além de “recomendações de otimização de sites”, utilize termos como “meu site está lento”.
Yuliia Buhay
Especialista em Aprendizado e Desenvolvimento

5. Utilize Estratégias de SEO 

Para aumentar sua visibilidade, utilize estratégias de SEO (Search Engine Optimization – Otimização para Ferramentas de Busca). Através do SEO, você consegue posicionar seu site no topo dos resultados dos mecanismos de busca, como o Google. Isso torna seu site mais visível para potenciais clientes. O SEO é a principal fonte de geração de leads para 60% dos agentes de marketing, já que 68% das experiências online começam com uma pesquisa nesses mecanismos. 

Há quatro tipos de SEO:

  • SEO On-page: estratégias de SEO que focam no blog e em outras páginas de conteúdo, como otimização de palavras-chave e alt-text em imagens. 
  • SEO Off-page: práticas fora do site, como construção de links e marketing de mídias sociais. 
  • SEO Técnico: métodos para otimização de elementos técnicos de um site, incluindo velocidade de carregamento e responsividade das páginas.
  • SEO Local: técnicas para melhorar a visibilidade do negócio em resultados de pesquisas locais, utilizando palavras-chave e conteúdo localizados.

Você pode utilizar estas ferramentas para melhorar seu SEO:

  • Google Trends: explore os interesses de pesquisa do seu público alvo e os termos que são tendência no momento.
  • Alexa: identifique a popularidade e dificuldade de palavras-chave específicas e faça uma análise dos seus competidores ao encontrar suas principais consultas e backlinks críticos.
  • Yoast SEO: analise sua performance de SEO no WordPress através desse plugin, que oferece orientações para escrever conteúdos otimizados no blog.
  • PageSpeed Insights: esse site faz a leitura das principais pontuações referentes ao desempenho do seu site, que são partes importantes da experiência do usuário e influenciam nos fatores de ranqueamento do Google.
  • Teste de Compatibilidade com Dispositivos Móveis do Google: verifique se seu site está responsivo para navegação móvel nesta ferramenta de teste do Google.

Se o campo de SEO é novo para você, procure fazer alguns cursos online, como a certificação do HubSpot e o guia de uma hora do Moz. Esses cursos online explicam os conceitos básicos de SEO, incluindo pesquisa de palavras-chave e construção de links.

6. Utilize o Recurso de Social Proof (Prova Social)

Social proof é uma evidência de que seus serviços valem a pena e são confiáveis. 

Um exemplo popular de prova social são as avaliações de produtos. Mais de 80% das pessoas no mundo todo leem das avaliações antes de comprar um produto ou contratar um serviço, já que assim é possível conhecer a experiência de outros clientes com a marca.

Para maximizar os benefícios desse recurso, posicione as avaliações dos clientes de forma estratégica em suas páginas. Por exemplo, o criador de sites Zyro exibe as avaliações na página inicial mesmo.

Enquanto isso, aqui na Hostinger possuímos uma página específica para depoimentos e avaliações, que fica disponível para acesso através de um link no rodapé do site.

Captura de tela da sessão de depoimentos e avaliações de clientes no site do construtor de sites Zyro

Você também pode exibir depoimentos nas páginas dos próprios serviços. Ainda dá para fazer a integração de sites de terceiros especializados avaliações de serviços, como por exemplo o TripAdvisor.

Independente do posicionamento que você escolher, recomendamos fazer testes A/B para conferir em que local do site as avaliações performam melhor com seus clientes.

Crie formulários fáceis de preencher para Incentivar seus clientes a dar feedbacks e depoimentos. Há ferramentas específicas para isso, como Survey Monkey e Typeform.

Captura de tela de um exemplo de questionário digital

Faça um questionário curto e considere começar com perguntas simples e fáceis de serem respondidas. Isto é, com respostas de sim e não, ou aquelas em que os clientes podem escolher uma opção em um espectro — por exemplo, de péssimo a ótimo ou de 0 a 5.

Ao final, conclua o questionário com uma pergunta aberta, dando espaço para que elaborem a resposta e forneçam dicas.

Adicionalmente, você pode oferecer incentivos, como cupons de desconto ou eBooks gratuitos. Artifícios como esses tendem a aumentar suas taxas de resposta nos questionários entre 10% e 15%

Exibir conquistas e certificações também é uma ótima ideia para demonstrar suas especialidades e competências. Por exemplo, o Magebit exibe logos dos parceiros Magento Solution, e a Agência Q lista todos seus prêmios na página inicial.

Captura de tela da página de prêmios da agência Q

Se algum dos seus projetos recebeu um reconhecimento especial, mencione ele na página do portfólio, como Xavier Cussó fez.

Captura de tela do site de Xavier Cussó

7. Entre em Plataformas de Trabalho Freelance

Algumas pessoas podem achar que participar de sites de freelancer pode ser uma perda de tempo. Afinal, você pode enfrentar processos de verificação, baixas remunerações dos projetos, e ampla competição com outros profissionais freelancers.

Porém, essas plataformas podem ser um local muito eficiente para encontrar novos e potenciais clientes, especialmente quando consideramos sua enorme base de contratantes. Por exemplo, o Fiverr tem mais de 3 milhões de compradores ativos, e o Upwork conta com mais de 140 mil.

Alternativamente, você pode pesquisar pelos melhores sites de trabalho freelance baseado na indústria específica em que você atua.

Behance, 99designs e Dribble são locais perfeitos para pesquisar projetos de ilustração e design, enquanto o Toptal foca em trabalhos de desenvolvimento de softwares. Profissionais freelancers que fazem redação de textos podem se inscrever em plataformas como Flexjobs e ServiceScape.

Essa estratégia não é aplicável apenas para trabalhadores autônomos, mas também para agências. Por exemplo, o Capital Numbers oferece seus serviços de desenvolvimento web no Upwork

Outra opção é buscar vagas de freelancer em bancos de dados de vagas de emprego, como Indeed e Glassdoor

Captura de tela de uma pesquisa de vagas no site Indeed

Perceba que muitos provedores de serviço se cadastram nesses sites para adquirir mais clientes, então profissionais autônomos iniciantes podem ter dificuldades em atrair a atenção de compradores.

Siga estas dicas para se destacar nas plataformas de trabalho freelance:

  • Otimize seu perfil utilizando palavras-chave relevantes na descrição dos serviços.
  • Exponha seus trabalhos passados e os resultados deles. Por exemplo, “eu refiz o design de um site e assim ajudei o cliente a aumentar seus leads em 20%”.
  • Identifique os elementos que fazem você se destacar, colocando em evidência sua especialidade e competências, ou oferecendo serviços extras, como revisões.
  • Inclua os links dos seus perfis dessas plataformas no seu site profissional e em seus portfólios digitais.
  • Sempre que possível, mantenha coesa a identidade da marca no seu site e nos seus perfis de freelancer. Principalmente com relação ao estilo de escrita, tom de voz, cores e fontes.

8. Encontre Novos Clientes nas Redes Sociais

Redes sociais como Instagram e Linkedin são úteis para promover seus serviços, considerando que 83% dos usuários do Instagram descobrem novos produtos através da plataforma.

Escolha duas ou três redes sociais e maximize o potencial delas ao invés de se dividir em todas as plataformas disponíveis.

As quatro principais plataformas sociais para conquistar clientes são:

  • Instagram: crie conteúdos inteligentes em diversos formatos para atrair potenciais clientes. Por exemplo, Joshua Noom compartilha no Instagram seus projetos e o processo dos bastidores, utilizando Reels, Carrossel e Stories.
  • Facebook: entre em grupos específicos do seu nicho para encontrar novos clientes. Por exemplo, um designer web pode entrar em grupos no Facebook para blogueiros ou donos de pequenos negócios, já que esses profissionais geralmente precisam de serviços de design para seus sites.
  • Linkedin: adicione serviços no seu perfil do Linkedin navegando no menu e clicando em Oferecer Serviços. Preencha as descrições e permita que os membros do Linkedin que ainda não possuem conexões com você possam te enviar mensagens. 
Tela de configuração de prestação de serviços no Linkedin
  • YouTube: 70% do público diz que faz uma compra depois de ver a marca no YouTube. Você pode compartilhar vídeos demonstrativos ou instrucionais que mostram suas habilidades e ajudam nas pesquisas de produtos de potenciais clientes.

Dica do Especialista

Faça pesquisas de palavras-chave dentro do seu nicho de mercado utilizando ferramentas gratuitas, como o vidIQ e TubeBuddy. Essas ferramentas também te ajudam a verificar o ranqueamento dos seus vídeos. Faça vídeos baseado nessas palavras-chave para que eles fiquem melhor posicionados nos resultados de buscas do YouTube. Isso te ajudará a conquistar novos clientes e aumentar a visibilidade da sua marca na plataforma.

Editor

Gökhan O.

Gerente de YouTube

 

A regra de ouro é publicar de forma consistente, assim tornando sua marca memorável. Note que as pessoas geralmente reconhecem uma marca e se lembram dela depois de 5 a 7 impressões.

Encontre a melhor frequência para fazer suas publicações em cada rede social, e faça cronogramas para colocar esses conteúdos no ar. Ferramentas de gerenciamento de projetos, como Trello e Notion, são muito úteis para organização do calendário de postagens.

Exemplo de organização no Trello
(Fonte: Wikimedia/Reprodução)

Alternativamente, você pode utilizar ferramentas de mídias sociais mesmo, como Hootsuite e Buffer, para fazer o planejamento de posts e publicá-los de forma automática na data determinada. O próprio WordPress possui recursos e plugins para agendar publicações. 

Exemplo de publicação agendada no WordPress

Antes de publicar qualquer conteúdo, adicione hashtags populares e relevantes para que mais clientes possam chegar até seu post.

Plataformas de redes sociais, como Instagram e LinkedIn, permitem que usuários sigam hashtags. Por exemplo, se você utilizar #uxdesign em uma de suas publicações, as pessoas que seguem essa hashtag poderão ver seu post na linha do tempo delas. Talvez elas acabem se interessando pela sua marca.

Encontre as melhores hashtags utilizando ferramentas como Hashtagify.me e TagsFinder, já que esses sites mostram as tendências da indústria.

Landing page do site TagsFinder

Além disso, utilize recursos de engajamento, como enquetes e caixinha de perguntas, para criar conexões com potenciais clientes. Não se esqueça de usar stickers para responder aos comentários e mensagens. Assim, você mostra que sua marca conta com um bom suporte ao cliente, e não some quando mais precisam dela.

9. Esteja Presente e Ativo em mais Plataformas Online

Além de sites de freelancer e redes sociais, considere se cadastrar em algumas das plataformas abaixo para aumentar sua presença online:

Diretórios Online

Registrar uma empresa em diretório online, como o Google Meu Negócio e o Yelp, pode melhorar seu SEO local e atrair mais clientes para o site do seu negócio. 

Os elementos mais importantes para colocar na descrição do empreendimento são:

  • Nome do negócio
  • URL do site
  • Endereço físico
  • Número de telefone
  • Horário de funcionamento
  • Imagens dos serviços, dos produtos e do escritório

Sites Específicos de TI

Além de sites gerais de negócios, recomendamos que você se cadastre em plataformas especializadas na indústria de tecnologia e informação, como a Clutch. Esses sites poupam o tempo que o cliente levaria comparando as empresas com as quais pode trabalhar.

Eles fazem isso através da exibição de uma “visão geral” da companhia e de uma categorização personalizada baseada nas necessidades do cliente. 

Landing page do site Clutch

Esses são clientes ideais buscando serviços específicos na web, então listar seu negócio nesses sites te ajudará a ser encontrado.

Siga estes passos para configurar uma empresa no Clutch:

  • Faça seu login utilizando sua conta do Linkedin.
  • Selecione o plano que deseja obter – Basic, Premium, ou Sponsored.
  • Configure o perfil inserindo os dados da empresa, como o nome, preço médio dos serviços, e portfólio.
  • Envie as referências dos seus clientes do passado, e deixe que a Clutch entreviste-os e publique as avaliações e depoimentos no seu perfil.

Plataformas de Comunidade

Esse tipo de plataforma, como Quora e Reddit, são excelentes locais para encontrar mais clientes. Por exemplo, o Quora conta com 300 milhões de usuários ativos mensais, e ajuda negócios a aumentar suas conversões em até 4 vezes. 

Para começar a atrair clientes a partir do Quora, pesquise e crie uma lista de perguntas que são frequentemente feitas dentro da sua indústria. Então priorize-as de acordo com sua relevância, número de visualizações e proeminência no Google. 

Responda a essas perguntas de forma clara e concisa, incluindo imagens relevantes do seu site e dos serviços, se for o caso. Peça à sua equipe e aos seus amigos para que votem na sua resposta, ajudando a melhor posicioná-la no ranking da discussão e ganhando ainda mais visibilidade. 

10. Crie Conexões com Outros Negócios e Ofereça Soluções

Pequenos negócios são prospectos perfeitos, especialmente aqueles da sua própria região, já que é possível apresentar-se pessoalmente e construir relações reais, “cara-a-cara”. Considere participar de eventos regionais, conferências, encontros com donos de pequenos negócios em coworkings, e fazer parte de alguma comunidade local.

Antes de se encontrar com empreendedores locais, prepare materiais de marketing que mostrem seu profissionalismo e o estilo da sua marca, como:

  • Cartão de visitas
  • Brochura
  • Kit de mídia
  • Portfólio

Uma ótima ideia também é disponibilizar consultorias para conhecer os problemas dos seus potenciais clientes. Ofereça soluções personalizadas e conselhos durante essas reuniões ou eventos. A partir daí, fica mais fácil guiá-los aos seus serviços e fornecer um orçamento que atenda às necessidades deles. 

Além de empresas locais, entre em contato com donos de negócios online, utilizando campanhas de “cold mailing” — quando você envia um email a um possível novo cliente sem ter tido algum contato anterior.

Para fazer isso, escreva uma mensagem que contenha:

  • Seus serviços disponíveis
  • Uma explicação sobre como esses serviços podem beneficiar o novo cliente
  • Um resumo do seu histórico de trabalho
  • Informações de contato

Então, busque possíveis empreendedores para os quais você enviará ess

e email. 

Para listas de empresas, utilize o Lusha ou Lead411, que são ferramentas que possuem informações de contato de empresas do mundo todo. 

O próximo passo é garantir que você vai utilizar um assunto interessante na mensagem. É importante pensar bastante no assunto do email.

Afinal, se ele não for criativo e intrigante, o destinatário poderá ficar desconfiado e marcar sua mensagem como spam, sem nem mesmo abrir o email. 

Por fim, crie uma assinatura de email profissional e envie os “emails frios” aos prospectos selecionados.

11. Envie Emails de Follow-Up

Envie de dois a três emails de follow-up para os potenciais clientes que não responderam ao seu primeiro contato, ou para aqueles que inicialmente se interessaram sobre seus serviços mas nunca mais responderam.

Descubra quem são essas pessoas verificando os formulários de contato ou habilitando o recurso de IDs de usuário do Google Analytics. Utilize um modelo de email de follow-up e envie depois de alguns dias, mas não mais do que uma semana depois do último contato. Um exemplo é oferecido abaixo:

Olá, [nome do cliente]

Acredito que você tenha recebido meu último email e verificado nosso site, então penso que esse seria o momento ideal para levarmos essa conversa adiante.

Você considerou minha oferta? Pensou um pouco mais sobre ela? Por favor, me comunique quando posso agendar um horário para revisarmos alguns pontos e discutirmos como podemos trabalhar juntos.

Fico no aguardo do seu contato. 

Atenciosamente,

[Sua assinatura]

Depois, envie emails de follow-up para clientes prévios que solicitaram novos trabalhos. Essa estratégia de retenção de clientes te ajuda a se reconectar com contratantes passados e aumentar suas receitas em 25% a 95%

Você deve lembrá-los do último projeto que realizaram juntos e perguntar sobre novas oportunidades para colaborarem novamente. Recomendamos que você proponha ideias de projetos que seriam viáveis para você e para o cliente, com base nos resultados do trabalho anterior e nos objetivos da empresa dele.

Outra forma de conquistar mais clientes com emails follow-up é pedindo referências para parceiros anteriores e atuais. O marketing de referência te ajuda a fechar novos negócios através da sua base de contatos já existente.

Mais de 90% das pessoas confiam nas recomendações de seus familiares e amigos, e clientes conquistados a partir de referências são quatro vezes mais prováveis de levar mais pessoas à sua marca.

Comece enviando uma pesquisa de NPS (Net Promoter Survey), que é uma métrica de fidelidade e satisfação dos clientes, e funciona através de um questionário que verifica qual a probabilidade deles indicarem seus serviços a algum conhecido.

Depois desse questionário, envie um email para clientes satisfeitos e que recomendariam seus serviços (que tenham atingido de 9 a 10 no NPS).

Considere oferecer incentivos para encorajá-los a recomendar mais clientes, como um brinde ou upgrade do serviço.

12. Alavanque sua Rede de Contatos para Construir Parcerias Estratégicas

Construir relacionamentos com outros freelancers ou agências é uma ótima maneira de conquistar novos clientes. Eles podem te recomendar para projetos específicos que conhecerem, ou ainda te convidar para seus próprios projetos. Também é possível trocar boas práticas e receber conselhos úteis para melhorar seu portfólio.

Considere verificar os sites Eventbrite e Meetup para encontrar eventos de networking, como conferências e encontros, seja pessoalmente ou online.

Exemplo de pesquisa de eventos feita no site Eventbrite

Além de colaborar com pessoas de uma profissão similar, considere fazer parcerias com negócios complementares ao seu. Por exemplo, um designer gráfico pode trabalhar com um freelancer redator ou copywriter para criar o conteúdo do site a ser desenvolvido.

Você também pode trabalhar com blogueiros, fazendo conteúdos para seus sites e inserindo os links para o seu negócio quando conveniente. Tudo isso ajuda sua estratégia de SEO off-page, coloca em destaque suas competências e expertise em plataformas diversas, e ainda atrai visitantes de outro site para o seu.

Ferramentas de SEO como Ahrefs e Alexa são excelentes para encontrar oportunidades para atuar como “blogueiro convidado”. Afinal, elas exibem sites que são relevantes para tópicos específicos, além de checar os backlinks da concorrência. 

Tenha certeza que você consegue cumprir todos os requisitos antes de escrever um post como convidado. Por exemplo, o Inkbot Design só aceita posts externos de pelo menos 2 mil palavras e com apenas um link promocional.

13. Convide Influenciadores para Promover sua Marca

O marketing de influenciadores é um método muito efetivo para encontrar clientes, já que o processo consiste em atrair o público de outra pessoa para uma empresa ou negócio. Isso pode aumentar o seu ROI em até 11 vezes

Além disso, 30% das pessoas considera comprar um produto ou serviço depois de ouvir uma recomendação de algum influencer digital.

Tipos de influenciadores que podem te ajudar a aumentar o público da sua marca:

  • Criador de conteúdo em redes sociais
  • Blogueiro
  • Coach do seu ramo
  • Empreendedores
  • Autores

Quando for selecionar os influenciadores com quem pretende trabalhar, tenha certeza de que o público alvo deles está alinhado com o seu. Você pode utilizar ferramentas como Airfluencers e Influency.me para encontrar influenciadores para o seu negócio.

Esses sites analisam as estatísticas e dados demográficos da audiência dos influenciadores em diversas plataformas de redes sociais.

Landing page do site Airfluencers

O próximo passo é verificar se os influenciadores em questão estão no seu orçamento. As taxas variam de US$ 100 até US$ 10.000.

Tudo depende, é claro, do tipo e da popularidade do influenciador que você escolher.

Para novos donos de negócio, recomendamos que você trabalhe com microinfluenciadores ou influenciadores regionais, com um número de seguidores que varia de 10 mil a 50 mil.

Eles têm menos seguidores que os grandes influencers, mas são mais acessíveis e podem servir melhor a um nicho específico, o que pode aumentar a qualidade dos clientes levados até você.

Discuta o formato da parceria assim que eles concordarem em trabalhar com você. Brindes e conteúdo patrocinado são ideias comuns de colaboração. Por exemplo, um ilustrador envia um retrato para o influenciador e solicita que ele faça uma publicação da ilustração em seus perfis nas redes sociais. 

Você também pode oferecer descontos através deles e solicitar uma menção nas redes e sites.

14. Organize Eventos Virtuais para Encontrar Clientes

Organizar um evento virtual é uma forma criativa de conquistar novos clientes. Eventos são úteis para conseguir as informações de contato dos participantes, para os quais você pode enviar emails de follow-up.

Além, é claro, de oferecer a possibilidade de você desenvolver um trabalho com uma figura já conhecida no ramo, ou até encontrar um parceiro de negócios.

Estas são algumas ideias de eventos virtuais que você pode organizar:

  • Webinars
  • Conferências virtuais
  • Workshops online
  • Streaming ao vivo
  • Exibições e mostras
  • Discussões virtuais para construir um networking

Antes do evento iniciar, compartilhe suas informações de contato e seus canais de marketing. Aqui na Hostinger, divulgamos no site e nas redes sociais qual o propósito do evento a ser realizado, quais os tópicos serão abordados, e quem serão os convidados.

Publicação da Hostinger Brasil no Instagra,

Considere listar as referências e históricos dos palestrantes, ou ainda bônus e brindes para atrair mais clientes potenciais.

Palestrantes do RD Summit de 2019
(Palestrantes do RD Summit de 2019)

Além disso, não se esqueça de fazer o processo de inscrição ser simples e fluido, utilizando Zoom e Google Calendar como ferramentas de organização. É importante ter formas de pagamento populares caso decida cobrar pela participação.

Para criar uma atmosfera divertida para o evento, utilize ferramentas de engajamento, como quizzes, enquetes e seções de perguntas e respostas. Outro fator importante é tornar o evento acessível em todos os dispositivos, pois nem todos participantes entram nas atividades através de um computador ou notebook.

Na verdade, pesquisas indicam que mais de 30% das pessoas participam de reuniões virtuais a partir de celulares.

15. Crie Campanhas de Anúncios

O último método listado neste guia para atrair mais clientes é a campanha publicitária, que tende a ser paga. Essa estratégia de marketing online permite que o dono de uma empresa insira anúncios em plataformas através do pagamento da palavra-chave ou espaço publicitário.

Três canais populares de anúncios pagos são:

  • Redes sociais
  • Mecanismos de busca
  • Redes de promoção de conteúdo digital

Esses canais te permitem atingir um público específico, configurar um orçamento que caiba no seu bolso e ainda monitorar o desempenho dos anúncios. Através dessa estratégia, você consegue alcançar seu público alvo mais rapidamente do que com abordagens orgânicas de marketing.

Na grande maioria das plataformas, o processo de anunciar é pago, geralmente no formato de leilão: você determina um lance máximo para um resultado específico que deseja, como cliques ou visualizações. Você ainda pode determinar um valor máximo que deseja gastar por dia com isso.

Agora vamos explorar e conhecer mais sobre esses canais de anúncios:

Redes Sociais

Exemplo de post patrocinado no Linkedin

Coloque seus anúncios em uma rede social específica, como Instagram ou Linkedin. No canal que escolher, você terá algumas opções de formato, podendo inclusive incluir coisas de uma rede, em outra. Exemplos são:

  • Vídeos: Reels do Instagram, vídeos do TikTok, e vídeos do YouTube.
  • Coleções: Carrossel do Instagram e do LinkedIn.
  • Mensagens Patrocinadas: Mensagens no LinkedIn e Facebook.
  • Imagens: Posts no Facebook, LinkedIn e Instagram.

Opte por um formato que sirva ao seu propósito. Por exemplo, escolha as mensagens patrocinadas caso queira encorajar conversas e relacionamentos com clientes.

Mas fique com a opção de vídeo caso o objetivo seja engajar o público com elementos visuais atrativos.

Mecanismos de Busca

Um mecanismo de pesquisa como o Google mostra anúncios nos resultados das buscas, além de sites e aplicativos parceiros.

Exemplo de anúncio no Google - Hostinger

Nesse canal, há muitos formatos de anúncios disponíveis em diversos dispositivos. Cada formato tem seus benefícios, como a possibilidade de usar um anúncio em texto, ou incentivar o storytelling através de uma imagem ou vídeo.

Redes de promoção de conteúdo digital

70% das pessoas prefere conhecer uma marca a partir de seu conteúdo, e não a partir de campanhas publicitárias tradicionais.

Felizmente, é possível combinar conteúdo com publicidade utilizando redes de promoção de conteúdo, como Outbrain e Dianomi. Esses canais conseguem distribuir seu conteúdo por meio de uma seção de conteúdo paga em um grande site, como a CNN.

Exemplo de seção de anúncio para conteúdo pago no site da CNN Business

Conclusão

Conquistar um fluxo contínuo de clientes é a base do sucesso de um negócio. Por mais que possa parecer simples para algumas agências e profissionais, outros encontram algumas dificuldades no caminho.

Vamos relembrar as 15 maneiras comentadas aqui para atrair mais clientes:

  1. Identifique o seu cliente ideal ao entender sua proposta de valor e o perfil dele
  2. Melhore o design e estrutura do seu site
  3. Crie uma página de portfólio atrativa
  4. Desenvolva blog posts informacionais, uma base de conhecimentos com guias, e utilize lead magnets
  5. Otimize seu site para os mecanismos de busca com estratégias SEO
  6. Exponha provas sociais no seu site, como depoimentos, avaliações e certificações
  7. Busque novos clientes em plataformas de trabalho freelancer e em sites de divulgação de vagas 
  8. Atraia mais clientes através das redes sociais
  9. Registre seu negócio em múltiplas plataformas, como em diretórios online e sites específicos da comunidade do seu mercado/indústria
  10. Crie conexões com donos de negócios locais e online
  11. Envie emails de follow-up para clientes anteriores e para potenciais novos clientes
  12. Construa parcerias estratégicas com negócios complementares ou similares ao seu
  13. Impulsione sua marca com marketing de influenciadores
  14. Organize eventos virtuais, como webinars e workshops 
  15. Utilize anúncios pagos para atingir mais clientes

Encontrar possíveis consumidores e fechar projetos é uma jornada contínua. Esperamos que as dicas oferecidas neste artigo te ajudem a conquistar uma base sólida de clientes, impulsionando o crescimento do seu negócio.Se tiver quaisquer questões, não hesite em deixar um comentário abaixo. E não se esqueça de escolher um provedor de hospedagem rápido e de confiança, garantindo que seus visitantes tenham uma ótima experiência no seu site!

Author
O autor

Bruna B. Barro

Bruna é formada em relações internacionais pela UFSC e atualmente faz mestrado em sociologia pela UFRJ. Determinada em tornar o conhecimento sobre tecnologia acessível a todas as pessoas, atua como tradutora e redatora freelancer na Hostinger. Tem experiência com tradução, localização, redação, gerenciamento de projetos, atendimento ao cliente e escrita acadêmica. No seu tempo livre gosta de assistir séries, cozinhar e jogar jogos de lógica.