O Que é CMS (Sistema de Gerenciamento de Conteúdo)?

O Que é CMS (Sistema de Gerenciamento de Conteúdo)?

Um Sistema de Gerenciamento de Conteúdo, ou simplesmente CMS, é um software executado no navegador permite que você crie, gerencie e modifique um website e seu conteúdo sem a necessidade de conhecimento de programação.

Assim sendo, ele possui uma interface gráfica para ajudar no gerenciamento de todos os aspectos do seu site. Você pode criar e editar conteúdos, adicionar imagens e vídeos, e montar o layout do site. WordPress, Magento, e Drupal são alguns dos CMS mais populares do mercado.

O Que é CMS e Como Funciona?

Sem um sistema CMS, você precisaria conhecer algumas linguagens de programação para criar um site. Além disso, você também precisaria fazer o upload de todos os arquivos para o servidor manualmente.

Afinal, um site moderno consiste em duas partes principais: front-end e back-end. O front-end é a parte do seu site que os visitantes conseguem visualizar. Isto é, posts do blog, imagens, vídeos, páginas de contato, formulário de inscrição, etc. No entanto, a parte de texto é mostrada com a linguagem de marcação padrão HTML, enquanto o design é adicionado com CSS e JavaScript.

Ao passo que o back-end consiste do banco de dados e as funcionalidades do site. O conteúdo é armazenado no banco de dados e é disponibilizado no front-end sempre que o usuário faz uma solicitação pela página. Portanto as funcionalidades do back-end podem ser escritas em diferentes linguagens de programação, como PHP, Python, JavaScript, e outras.

Se você utiliza um CMS, não há necessidade de escrever os códigos de front ou back-end. De tal sorte que é uma aplicação amigável para o usuário que é executada diretamente no navegador.

Dessa forma, um Sistema de Gerenciamento de Conteúdo permite que você use um editor de conteúdo para criar posts, páginas, lojas virtuais, e coloque todo seu conteúdo online.

Você também pode mexer nas configurações com a ajuda de menus, caixas de marcação e outras opções de controle. Por exemplo, um editor do WordPress possui a seguinte aparência:

exemplo do editor wordpress

Com um sistema CMS, você não precisa fazer upload manual do conteúdo para o servidor, já que ele cuida de todo o processo. Afinal quando o conteúdo estiver pronto basta clicar no botão Publicar e vai estar online.

O Que é CMS – Vídeo

Prós e Contras de Usar CMS

Apesar de todos os benefícios, utilizar um sistema de gerenciamento de conteúdo também tem suas desvantagens. Esses são alguns dos prós e contras de usar CMS.

Prós

  • Não é necessário conhecimento em programação para usar um CMS.
  • Fácil instalação e atualização tanto do CMS quanto de plugins, temas e extensões.
  • Centenas, até milhares, de temas prontos.
  • Você pode adicionar funcionalidades extras com a ajuda de plugins e extensões, como SEO, segurança, newsletters, ícones de redes sociais e lojas virtuais.
  • Funcionalidades de gerenciamento de usuário. Você pode facilmente determinar as funções de cada usuário, como inscrito, autor, editor e administrador.
  • A maioria dos CMS possuem uma grande comunidade, incluindo fóruns de suporte, chats online, canais no Slack, grupos de encontro e mais.
  • Os CMS possuem um bom manual. Você tem acesso a documentos online, páginas de FAQ, descrição de temas e plugins, tutoriais e vídeos.
  • A maioria dos CMS são grátis, então você só precisa pagar pelo domínio e hospedagem.

Contras

  • Os temas prontos muitas vezes são bastante genéricos. Mesmo que sejam customizáveis, se você escolher um tema popular é possível encontrar vários sites com o estilo semelhante.
  • Sites criados com CMS são menos flexíveis do que sites criados com códigos. Se você precisar de alguma funcionalidade específica que não tenha plugin, provavelmente vai precisar contratar um programador para implementá-la.
  • Já os sites criados com CMS populares são alvos de hackers. Mas os riscos de segurança podem ser diminuídos significativamente com ajuda de plugins.
  • Os CMS também podem deixar os sites lentos. Suas páginas geralmente demoram mais para carregar do que as criadas com código. Na maioria dos casos você precisa usar plugins e extensões para melhorar o tempo de carregamento das páginas.

Plugins, Temas e Extensões

A maioria dos CMS permitem que você adicione funcionalidades extras em forma de extensões, plugins e temas. Por padrão, com um CMS você pode criar posts, páginas e modificar a aparência do site.

página de plugins do wordpress

Em contrapartida, recursos adicionais como SEO, segurança, formulários de contato e de cadastro ou galerias de imagem precisam ser adicionados separadamente. A ideia por trás dessa estrutura é que diferentes sites possuem necessidades diferentes, permitindo que você tenha somente o que seu site realmente precisa.

Do mesmo modo, você também não precisa de nenhum conhecimento em programação para utilizar plugins ou extensões. Posto que normalmente os CMS possuem uma área onde você pode instalá-los em poucos cliques. Melhor ainda, muitos desses recursos são gratuitos, porém os mais avançados vão provavelmente ter algum custo.

lista de temas do wordpress

Por exemplo, o WordPress possui milhares de plugins gratuitos em seu repositório de plugins oficial. Você provavelmente já ouviu falar em alguns dos plugins mais populares do WordPress como o Yoast SEO, W3 Total Cache, WooCommerce, ou WordFence Security. Do mesmo modo, existem plugins de integração com ferramentas externas como o MailChimp, PayPal, Eventbrite, e redes sociais como Facebook e Twitter.

CMS Populares

Atualmente existe muitos CMS’s disponíveis. Cada um deles foca em diferentes necessidades dos usuários. Então é bem provável que tenha algum que se adeque especialmente à você. Dessa forma, vamos mostrar alguns exemplos de CMS mais populares do mercado.

WordPress.org

wordpress.org

O WordPress é o CMS número 1 do mercado há um bom tempo. De acordo com o BuiltWith’s, ele atualmente ocupa 30% da web.

Apesar de ter começado como uma plataforma para blogs, atualmente ele é utilizado na criação de diversos tipos de sites, desde portfólios até sites de empresas e lojas online.

Tal popularidade se deve principalmente pela versatilidade que oferece mesclada com a facilidade de uso. Como resultado, existem literalmente milhares de temas e plugins para criar qualquer site que você puder imaginar.

É importante salientar que estamos falando do WordPress.org, e não WordPress.com. Está se perguntando o que os dois têm de diferente? Veja nosso artigo sobre as diferenças entre o WordPress.org e WordPress.com.

Drupal

O Drupal é um CMS profissional utilizado principalmente no mundo corporativo.

Assim sendo, NASA, Tesla, Sony Music, Nokia, e muitos outros negócios utilizam o Drupal como seu sistema de gerenciamento de conteúdo.

Sites criados com Drupal possuem um excelente tempo de resposta e segurança. Isso acontece porque ele possui muitos módulos nativos que integram com várias ferramentas populares analíticas, de marketing e ecommerce.

Antes de começar seu site com o CMS, primeiro você vai precisar de uma hospedagem Drupal. Depois, basta seguir com as configurações inciais

cms drupal

PrestaShop

cms prestashop

PrestaShop é um sistema de gerenciamento de conteúdo em grande ascensão para lojas virtuais.

Atualmente, 270,000 lojas virtuais utilizam o CMS no mundo. Com toda a certeza, o PrestaShop é uma excelente solução para negócios de pequeno e médio porte. Ele permite a rápida criação de uma loja, customização do layout e upload de produtos.

Além disso, o PrestaShop permite configurar os impostos de acordo com sua localização, tornar o processo de compra de acordo com a legislação local e mais.

Magento

O Magento é uma plataforma de ecommerce popular usada por empresas como Samsung, Nike e Ford.

Com ele, você pode criar um loja virtual complexa com diversas funcionalidades avançadas. Fora isso, você pode criar produtos profissionais e páginas de entrega, gerenciar inventários, pedidos, entregas e muito mais.

Com o Magento, você também pode adicionar cupons, landing pages e campanhas de up-sell e cross-sell para sua loja. Você só precisa ter uma hospedagem Magento em mãos para começar as primeiras configurações.

cms magento

Como Escolher o Melhor CMS

Existem muitas coisas para serem consideradas na escolha de um CMS. Um CMS que funciona bem em um site pode não ser a melhor escolha para outro.

Portanto, é sempre bom pesquisar a opinião de outros usuários, mas você precisa priorizar suas necessidades na hora de tomar a decisão.

Essas são as perguntas mais importantes que você precisa se fazer:

  1. Que tipo de site eu preciso? Para uma loja virtual escolha um CMS voltado para esse propósito, como WooCommerce ou Magento. Se for blog ou site de uma pequena empresa o WordPress é ideal. Para um site corporativo de grandes companhias vale a pena considerar o Drupal.
  2. Qual tipo de design eu quero? Antes de escolher o CMS preste atenção nos temas que cada um oferece. Algum dos temas se enquadra com como você imagina seu site?
  3. Que tipos de funcionalidades eu preciso? Confira se o CMS possui plugins ou extensões com as funcionalidades que você procura, incluindo segurança, cache, marketing, compartilhamento em redes sociais, ads e SEO.
  4. Quanto eu posso gastar no site? Você precisa pagar pelo domínio e hospedagem. Mesmo que a maioria dos plugins e temas são grátis, os mais avançados certamente possuem um custo. Calcule o valor geral que você vai precisar desembolsar a cada ano.
  5. Vou precisar de mais recursos no futuro? Por exemplo, se você pretende criar um portfólio online, escolha um CMS que possui uma seleção decente de plugins de portfólio.

Ainda não sabe qual escolher? Confira nossa lista dos melhores CMS de 2018.

Como Começar a Usar um CMS

Antes de começar a usar um CMS, você precisa completar duas tarefas. Em primeiro lugar, você precisa de uma empresa de hospedagem de site para hospedar a instalação do CMS.

O servidor armazena todos os conteúdos, arquivos e bancos de dados do seu site. Por consequência, seu CMS está em contato direto com o servidor, fazendo upload e download de arquivos sempre que você adicionar um novo conteúdo ou um usuário abre seu site no navegador.

autoinstalador wordpress

Você precisa de um provedor de hospedagem que seja compatível com o CMS de sua escolha. Por exemplo, a Hostinger oferece planos de hospedagem WordPress focados especialmente no CMS. Também tem outros pacotes de hospedagem CMS otimizada para o CMS que você escolher. 

Então, depois de escolher o provedor de hospedagem, é necessário escolher e registrar um domínio. O domínio é o nome do seu site que vai ser colocado no navegador. Geralmente é necessário comprar o domínio separado da hospedagem, mas nos planos anuais Premium e Business da Hostinger você ganha o domínio grátis.

Depois de escolher o provedor de hospedagem e comprar o domínio, é hora de instalar o CMS na sua conta de hospedagem. Atualmente a maioria dos provedores, incluindo a Hostinger, possuem instalação automática dos CMS mais populares.

Então, todo o processo é automatizado e leva apenas alguns minutos. Depois de instalado e funcionando, você pode acessar o site pelo seu domínio e começar a trabalho no design e conteúdo.

Precisa de um passo a passo? Confira nosso tutorial sobre como criar um site

.

Como Escolher a Melhor Hospedagem

Um fator que muita gente neglicencia na hora de escolher um content management system é a hospedagem que será usada em conjunto com ele. Afinal, de nada adianta ter o CMS perfeito para a sua empresa se o servidor do seu site não está a altura.

Por isso, o primeiro passo é verificar se a hospedagem que você vai contratar tem suporte para o content management system que você quer usar. Aqui na Hostinger, nós temos planos de Hospedagem WordPress.

Eles se destacam por serem otimizados para a plataforma, com um rico conjunto de recursos que permite gerenciar o seu site com facilidade.

página de hospedagem wordpress da hostinger

Também oferecemos planos especiais para Joomla e para Drupal para você tirar o máximo proveito dessas plataformas.

Se você estiver interessado em outro content management system, não se preocupe. Nosso hPanel é compatível com dezenas de CMS’s, desde PrestaShop até o Magento. Basta usar nosso instalador automático para instalar o sistema desejado no seu site.

opções de cms no hpanel da hostinger

Como Migrar de CMS

Se você leu este texto e percebeu que está usando o content management system errado, não se preocupe. Basta realizar o processo de migração para o CMS ideal para a sua empresa.

Esse processo varia de sistema para sistema, mas tem algumas coisas que nunca mudam. A primeira é que você deve sempre fazer backup dos seus arquivos e, principalmente, das suas databases.

Afinal, se tudo der errado, sempre haverá a possibilidade de restaurar o seu site no content management system anterior.

Outra dica é sempre procurar a base de conhecimento ou o suporte do seu novo CMS. A maioria deles tem diversos tutoriais para ajudar novos usuários, e sempre dá para contar com os fóruns e comunidades dedicadas a esse tipo de sistema.

Se você estiver migrando o seu site para a Hostinger, pode contar com a ajuda do nosso time de Customer Success para ajudá-lo neste processo!

E não se esqueça de conferir nossos tutoriais sobre migrações de diferentes plataformas:

Conclusão

Saber o que é CMS e para que serve permite que você crie e edite sites ou blogs sem precisar de qualquer tipo de conhecimento em programação.

Embora apresentem facilidade no uso, os CMS também são famosos pela flexibilidade de customização. Com vários temas prontos, plugins e extensões, você pode escolher os designs e recursos que atendam as necessidades do seu site.

Sistemas de Gerenciamento de Conteúdo tornam possível que qualquer pessoa tenha uma presença online marcante. Seja um artista independente, uma startup ou uma grande empresa.

Author
O autor

Ariane G.

A Ariane é SEO Team Leader com experiência em conteúdo, localização e SEO. Seu desafio é levar a Hostinger ao topo dos resultados no Brasil, França e Reino Unido. Eventualmente ela compartilha seu conhecimento no blog e nos tutoriais da Hostinger e no tempo livre ela gosta de explorar lugares novos e viver intencionalmente.