Melhorando o Desempenho do Site com LiteSpeed
access_time
hourglass_empty
person_outline

Melhorando o Desempenho do Site com LiteSpeed

No começo de 2019, a Hostinger decidiu testar o LiteSpeed Web Servers (LSWS) como principal servidor web ao invés do Apache. O LiteSpeed é um substituto para o Apache com suporte a arquivos .htaccess.

Quando comparado ao Apache, ele possui algumas vantagens:

Mas esse é só o começo da história!

hPanel

O LiteSpeed suporta painéis populares de provedores de hospedagem, como WHM/ cPanel, DirectAdmin, Plesk e outros.

No entanto, o Hostinger usa um painel de hospedagem personalizado – hPanel – que possui gerenciamento dinâmico de vhost baseado em  Redis e Openresty + scripts LUA personalizados.

Funciona assim: os dados do vhost são salvos no Redis. O Openresty recupera os dados quando uma solicitação da web é recebida. Em seguida, é passado para o servidor da Apache web.

Originalmente, o LiteSpeed é configurado usando config files. No entanto, queríamos implementar um gerenciamento totalmente dinâmico, que não precisa recarregar serviços para atualizar a configuração, como fizemos com a instalação do Openresty.

Entramos em contato com o suporte do LiteSpeed, explicamos nossa configuração atual e o fato de que queremos torná-lo gerenciado dinamicamente.

E daí nos deparamos com a sorte, pois eles já estavam desenvolvendo o LiteSpeed versão 5.4. Eles ficaram felizes em ajudar e em implementar no ramo de desenvolvimento. Isso foi uma ótima notícia para nós, pois não precisamos reimplementar nosso processo atual de gerenciamento de vhost.

Portanto, não só substituímos o Apache, mas também nos livramos do Openresty, reduzindo a pilha de software usada para processar solicitações, o que também aumenta o ganho de desempenho.

Ritmo do Desenvolvimento

Quando inicialmente planejamos migrar para o LiteSpeed, pensamos que isso levaria cerca de um mês. Depois de discutirmos como ela deveria ser implementada, os engenheiros da LiteSpeed desenvolveram uma versão funcional com gerenciamento dinâmico de vhost em cerca de uma semana, o que é realmente rápido para esse software.

Nós o instalamos em nosso ambiente de desenvolvimento e preparamos ferramentas de migração para substituir o Apache.

O suporte Redis foi adicionado ao LSWS 5.4RC3. Infelizmente, não percebemos quantas mudanças foram planejadas e já realizadas no LSWS 5.4RC3. A data de lançamento da versão estável ainda era desconhecida para nós.

O RC4 também estava a caminho com mudanças adicionais que precisavam ser testadas. Aqui na Hostinger, geralmente enfrentamos problemas de tráfego ruim com os sites de nossos clientes, portanto era um bom ambiente para detectar todos os erros inesperados.

Após a primeira implantação em nosso servidor de produção, começamos a receber relatórios de falhas. Neste ponto, a temporada de caça aos bugs começou. Por quase dois meses desde a primeira implantação, começamos a relatar bugs para os engenheiros do LiteSpeed ​​diariamente.

O bom é que, quando o LSWS trava por qualquer motivo, apenas um visitante que acerta esse bug é afetado, pois o LSWS gera um arquivo principal e é reiniciado normalmente em pouco tempo.

Os engenheiros da LiteSpeed ​​estavam concentrados em corrigir esses bugs e recebemos um novo lançamento em apenas algumas horas após relatá-los todos os dias.

Quando paramos de receber relatórios de falhas do primeiro servidor, aumentamos o pool de servidores em execução com o LiteSpeed, e novos bugs começaram a aparecer.

Após uns três meses desses testes, a verificação, o relatório e a correção de bugs por semana chegaram sem nenhum relatório de falha e pudemos dizer que a versão estável finalmente chegou.

O Resultado

Depois de implantarmos o LiteSpeed, vimos uma melhoria notável de desempenho em comparação com nossa configuração antiga.

A maioria de nossos clientes usa o WordPress como sistema de gerenciamento de conteúdo, então o testamos como LiteSpeed em nossos servidores. Vimos uma grande melhoria no Time To First Byte (TTFB) em comparação com o Apache.

openresty apache vs litespeed

Plugin LiteSpeed Cache

Os engenheiros do LiteSpeed desenvolveram seu próprio plugin LiteSpeed Cache para WordPress. Com este plugin instalado, o TTFB melhorou ainda mais.

wordpress with litespeed-cache plugin

Para saber mais sobre como o plugin LiteSpeed Cache funciona, você pode ler este artigo (em inglês).

Além disso, a versão mais recente do LiteSpeed 5.4 apresenta grandes melhorias no SSL/ TLS, QUIC e recursos de segurança integrados, que são ativados por padrão em todos os servidores Hostinger.

WordPress/ SSL
WordPress/ SSL com plugin cache

Depois de obter uma melhora de desempenho, decidimos instalar o plugin LiteSpeed Cache para todos os usuários que instalam o WordPress com o autoinstalador da Hostinger.

Também encorajamos todos os usuários que usam o WordPress ou outros CMSs populares a instalar o plugin LiteSpeed Cache para se beneficiar de suas vantagens.

O LiteSpeed desenvolveu plugins de cache para os CMS mais populares, como WordPress, Magento, Joomla, PrestaShop, OpenCart, Drupal e muito mais. Confira a lista completa aqui.

Na Hostinger, sempre nos esforçamos para oferecer a melhor experiência para nossos usuários, permitindo que usem a tecnologia mais recente. Queremos facilitar a instalação, o uso e a manutenção dos sites dos nossos clientes.

O Autor

Author

Ariane G. / @arianegoncalves

Ariane é SEO Manager na Hostinger Brasil e está há três anos na "casa" atuando com os times de conteúdo, localização e SEO. Formada em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo, mantém o compromisso diário de contar para todo mundo o poder transformador da internet aqui, no blog da Hostinger.

Tutoriais relacionados

Deixe uma resposta

Comentário*

Nome*

Email*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Faça parte da Hostinger agora!