O Que é Um Nome de Domínio e Como Criar o Seu- Guia Completo
access_time
hourglass_empty
person_outline

O Que é Um Nome de Domínio e Como Criar o Seu- Guia Completo

O nome de domínio é basicamente um endereço físico de um site. Da mesma forma que uma navegação por satélite precisa de um endereço ou código postal para fornecer orientações, um navegador da web precisa de um nome de domínio para direcioná-lo a um site.

Um nome de domínio assume a forma de dois elementos principais. Por exemplo, o nome de domínio Facebook.com consiste no nome do site (Facebook) e na extensão de nome de domínio (.com). Quando uma empresa (ou pessoa) adquire um nome de domínio, eles podem especificar para qual servidor o nome de domínio aponta.

Tem o domínio perfeito?

Registre Seu Domínio Agora


Os registros de nomes de domínio são supervisionados por uma organização sem fins lucrativos chamada ICANN (Corporação da Internet para Nomes e Números Atribuídos), no caso dos registros .com.br, o responsável pela supervisão é o RegistroBR. Esses “fiscais” especificam quais extensões de nome de domínio estão disponíveis e mantém um banco de dados centralizado de onde os nomes de domínio apontam.

Cada site que você visita efetivamente consiste em dois elementos principais: um nome de domínio e um servidor web.

  1. Um servidor da Web é uma máquina física que hospeda os arquivos e os bancos de dados dos quais seu site é feito e os envia para as pessoas na Internet quando elas acessam seu site a partir de seus computadores.
  2. O nome de domínio é o que as pessoas digitam para acessar algum site, após digitar o endereço e aponta o navegador para o servidor que armazena esses recursos. Sem o nome de domínio, as pessoas precisariam lembrar o número de IP do servidor para acessar o site desejado, o que seria realmente bem irritante.

Como os domínios funcionam?

Os nomes de domínio funcionam agindo como um atalho para o servidor que hospeda seu site.

Sem um nome de domínio, qualquer pessoa que quisesse visitar seu site teria que digitar o endereço IP completo. Mas o problema é que um endereço de IP é difícil para as pessoas memorizarem ou incluírem em materiais publicitários.

No nosso caso, Hostinger.com.br é o nome de domínio. Digamos que o endereço de IP seja 100.90.80.70. Ele aponta para um servidor, mas não mostra o site se os visitantes tentarem usá-lo. Isso porque, para um endereço de IP mostrar um site, o servidor remoto precisa estar usando a porta 80 com uma página padrão (ou seja, index.html) armazenada em seu diretório de aplicativos da Web.

Como você pode ver, mexer nos padrões do servidor e nos endereços de IP pode ser confuso e demorado. É por isso que a grande maioria dos proprietários de sites opta por usar um serviço como o da Hostinger, que oferece nomes de domínio agrupados com pacotes anuais de hospedagem.

Os domínios também podem usar redirecionamentos, o que basicamente permite que você especifique que, se as pessoas visitarem seu domínio, elas serão automaticamente encaminhadas para outro. Isso pode ser útil para campanhas e microsites ou para encaminhar pessoas para páginas de destino dedicadas em seu site principal. Eles também podem ser úteis para evitar confusão em torno de grafias. Por exemplo, se você visitar www.fb.com, será encaminhado para www.facebook.com.

Diferentes tipos de domínios

Nem todos os nomes de domínio seguem a mesma fórmula, e embora os domínios .com sejam responsáveis por 46,5% de todos os sites globais, isso ainda deixa muito espaço para outros tipos de nome de domínio, como .org, e .net. No geral, os tipos mais comuns de nomes de domínio incluem:

TLD (domínios de nível superior)

Top-level domain, ou, domínio de nível superior, é exatamente o que parece: um tipo de nome de domínio que está no nível superior do sistema de nomes de domínio da Internet. Existem mais de mil TLDs disponíveis, mas os mais comuns incluem .com, .org, .net e .edu.

A lista oficial de TLDs é mantida por uma organização chamada Internet Assigned Numbers Authority (IANA) e pode ser vista aqui. A lista de TLDs também inclui ccTLDs e gTLDs, sobre os quais falaremos a seguir.

ccTLD: domínio de topo de código de país

Os ccTLDs usam apenas duas letras e são baseados em códigos de países internacionais, como .us para os Estados Unidos, .jp para o Japão e .br para o Brasil. Eles costumam ser usados por empresas que estão criando sites dedicados para regiões específicas e podem ser uma boa maneira de sinalizar para os usuários que eles chegaram no lugar certo.

gTLD: domínio de topo genérico

Um gTLD é essencialmente um TLD que não depende de um código de país. Muitos gTLDs destinam-se a um caso de uso específico, como o .edu, voltado para instituições educacionais. Dito isso, você não precisa atender a nenhum critério específico para registrar um gTLD, e é por isso que o .com não é usado apenas para fins comerciais. Outros exemplos de gTLDs incluem .mil (militar), .gov (governo), .org (para organizações sem fins lucrativos e organizações) e .net, que foi originalmente projetado para provedores de serviços de Internet (ISPs), mas que agora é usado muito mais amplamente.

Outros Tipos de Domínios

Embora as categorias de nomes de domínios acima mencionadas sejam as mais frequentes, existem outras variações que você pode encontrar por aí;

Domínios de Segundo Nível

Você provavelmente já viu isso antes. Estamos falando de um domínio diretamente abaixo de um nome de domínio de nível superior. Não vamos profundar na parte técnica aqui, porque é mais fácil ir direto aos exemplos, principalmente quando se trata de códigos de outros países.

Por exemplo, as empresas britânicas geralmente usam .co.uk em vez de .com. Outro domínio de segundo nível é .gov.uk, mais usado por instituições governamentais, e ac.uk, usado por instituições e universidades.

Subdomínios

Os subdomínios são úteis porque não exigem que os donos de sites comprem um nome de domínio a mais para criar divisões no site. Eles podem criar um subdomínio que aponta para um diretório específico no servidor. Isso pode ser super útil para sites de campanha e outros tipos de conteúdo web que devem ser mantidos separados do site principal.

Um exemplo disso é o próprio Facebook que usa o developers.facebook.com para fornecer informações específicas para desenvolvedores de aplicativos e da web que desejam usar a API do Facebook. Outro exemplo é o support.google.com.

Diferença entre domínio e hospedagem de site

Voltando no que foi dito no início deste artigo, se o seu nome de domínio é o seu endereço físico, então uma hospedagem é como se fosse o local que você está.

Os nomes de domínio são usados para criar um pequeno atalho prático para vincular o que os visitantes digitam em uma barra de endereço ao servidor usado para hospedar o site. Eles são totalmente digitais e armazenados em um banco de dados centralizado.

Hospedagem é um pouco diferente, porque requer um servidor físico que esteja conectado a internet. O servidor funciona como um HD de um computador, contendo todos os arquivos e banco de dados dos sites.

Quando você digita um URL (ou seja, www.hostinger.com.br) em seu navegador da Web, ele envia uma solicitação ao servidor específico em que seu site está hospedado. O servidor faz o upload dos arquivos e os transmite pela internet para o dispositivo que você está usando, o qual faz o download dos arquivos e os exibe.

Como escolher um domínio?

Antes de saber como comprar um domínio, é interessante que você faça uma espécie de investigação. Afinal, o nome do seu site é uma das primeiras coisas que seus visitantes vão ver. Abaixo estão 9 dicas matadoras para conhecer e, se puder, praticar antes de comprar qualquer domínio.

  1. Faça sua pesquisa. É importante que você estude o seu nicho de atuação e saiba o que a média dos usuários quer. Ficar atento às principais palavras-chaves e termos de busca mais procurados vai ajudar você a encontrar um domínio que representa bem seu negócio.
  2. Tenha um nome de domínio cativante e fácil de lembrar. Não escolha algo que seja exageradamente longo ou difícil de se pronunciar. Um domínio cativante e curto vai aumentar suas chances dos visitantes se lembrarem do nome do seu site.
  3. Escolha a extensão .com ou .com.br, se possível. Atualmente, as extensões .com e .com.br são as mais populares entre os sites de internet. Por isso, é interessante priorizar estes elementos quando for comprar um domínio na internet, pois os usuários logo os reconhecerão.
  4. Verifique violações de marcas registradas. Para evitar problemas legais, não é uma boa ideia comprar e registrar domínios muito parecidos com domínios já existentes e que são muito populares. Por exemplo: grandes marcas. Você pode usar várias ferramentas online para conseguir informações de registro de marca e evitar essas situações.   
  5. Evite números e hífens. Ainda que números e hífens possibilitam uma variedade maior de domínios, às vezes eles podem fazer mais mal do que bem. Por exemplo, as pessoas podem confundir o número 0 (zero) com a letra O. Ou trocar o número 2 pela palavra DOIS. Por conta disso, evitar esses tipos de caracteres pode ser uma boa ideia.  
  6. Veja alternativas próximas. Se você já tem um domínio em mente, pense em variações de erros de escrita que podem acabar levando todo tráfego em potencial ao seu site. Um ótimo exemplo de como isso acontece é o amzon.com, que leva o visitante para o site da Amazon. Ou o fb.com, que leva ele diretamente para a o Facebook.
  7. Pesquise nas redes sociais. Assim que já tiver um leque de opções para seu futuro domínio, dê uma pesquisa em redes sociais como Twitter, Facebook, Instagram e YouTube. Mesmo que você não tenha planos de usá-lo logo de cara, é interessante reservar uma página para seu projeto nessas plataformas. Assim, ninguém pega ela primeiro.
  8. Pense na longevidade do domínio. Sites e domínios são investimentos de longo prazo. Assim, pensar em possibilidades de nomes exagerados para seu domínio pode não ser a melhor abordagem a longo prazo. Por isso, não tenha medo de pensar fora da caixa e elabora uma lista generosa com ideais em potencial.
  9. Debata suas ideias. Se achar que está passando dificuldades em escolher um nome de domínio, talvez você precise de alguma ajuda. Apresente suas ideias para familiares, amigos e colegas de trabalho. Quem sabe eles tenham aquela dica ou conselho que pode estar faltando no seu projeto.

Quanto custa um domínio?

Com custos a partir de R$ 40,00 por ano, o domínio será o menor dos investimentos que você terá na hora de criar um site.

Existe registro domínio grátis? Sim. É possível criar um domínio grátis na hora de comprar uma hospedagem, por exemplo. A Hostinger oferece planos de hospedagem com registro de domínio grátis, consulte os valores e economize.

Outra alternativa é o site Dot.tk, que oferece domínios grátis com extensões .tk, .ml, .ga, entre outros.

Porém criar um domínio grátis vinculado à plataforma não é bem vistos pelos usuários. Isto porque o registrador do domínio deixará visualmente exposto que aquele domínio pertence a ele e não ao dono do site.

Além disso, você não terá total autonomia total do seu projeto e da sua marca já que seu domínio será algo parecido com sua marca.wordpress.com.br, entendeu?

O mesmo acontece com o e-mail da sua empresa que não será personalizado. Acreditamos que isso afeta sua credibilidade e profissionalismo no mundo digital.

Mas não se preocupe. Ao criar um domínio grátis na Hostinger te dá gestão completa do seu site e você poderá ter contas de e-mail ilimitadas.

Como comprar um domínio (em 3 passos)

Agora que você já sabe como escolher um nome de domínio, deve estar se perguntando como comprar um domínio. Esse processo é um tanto simples. Abaixo, vamos guiar você em um passo a passo para conseguir fazer tudo sem problema. Apenas siga as instruções mostradas.

Passo 1 – Encontre um verificador de domínio

A sua jornada para saber como comprar um domínio começa com verificando se um domínio está disponível para compra. A propósito, a Hostinger tem uma ferramenta que verifica a disponibilidade de qualquer domínio que você deseja ter.   

Comprar domínio

Passo 2 – Faça uma pesquisa de nome de domínio

Agora, insira o nome que você quer usar no seu domínio no campo mostrado e aperte em CONFIRA. Espere pelos resultados e a ferramenta vai apresentar para você quais domínios e extensões estão disponíveis para comprar e registrar.

Passo 3 – Escolha seu domínio

Assim que encontrar o nome perfeito para o seu negócio na internet, é hora de escolhê-lo. Você pode seguir com esse processo escolhendo a opção ADICIONAR AO CARRINHO. Continue a compra e selecione a forma de pagamento.

Pronto! Agora que você já comprou um domínio, vai precisar registrá-lo para, de fato, ele funcionar. Desta forma, você poderá ter acesso ao seu site e começar a criar conteúdos rumo a sua jornada de sucesso na internet.

Como registrar um domínio?

Chegou a hora de pôr a mão na massa. Vamos registrar um domínio.

Para registrar um domínio nacional, saiba que é preciso ter um CPF ou CNPJ válido e sem nenhum problema na Receita Federal. Feito isso, basta seguir os passos abaixo para conseguir registrar um domínio. 

Como Registrar um domínio na Hostinger

Primeiro, veja como registrar um domínio na Hostinger através deste vídeo. O conteúdo mostra um passo a passo bem detalhado das opções e botões que você deve apertar para concluir o processo. 

Este passo a passo de como registrar um domínio se aplica para extensões .com e .com.br por causa da permissão que explicamos anteriormente. Aguarde para que o suporte finalize o processo com o registro e ativação do domínio.

Como Registrar um domínio no Registro.br

Agora veja como registrar um domínio no Registro.br. Você deve seguir os passos abaixo.

  1. Acesse registro.br
  2. Pesquise o domínio desejado e clique em registrar se estiver de acordo.como registrar um domínio passo a passo

Note: caso queira comprar este domínio por prazos mais longos, clique em Outros Valores e consulte os preços.Consultar valores de domínios

  1. Preencha o campo a seguir com o CPF ou CNPJ do proprietário do domínio.Registrando um domínio
  2. Caso já tenha cadastro no site, entre com seu login e senha para prosseguir. Mas se esta é sua primeira vez ao registrar domínios, preencha todos os dados.
  3. Clique no botão para concordar com os termos de serviço e em seguida clique em Registrar.Termos para registrar um domínio
  4. Você receberá uma mensagem sobre o status do seu pedido. Prossiga quando receber a notificação por e-mail.Comprar um domínio
  5. Siga as instruções de pagamento que receber no e-mail e pronto.

Confirme o status do seu domínio no próprio painel de domínios. No print abaixo, note que têm dois exemplos.Finalizando o registro de um domínio

O primeiro domínio ainda não foi pago e por isso ainda sinaliza apenas como “novo” e o botão para paga.

No segundo domínio, o status já é publicado.

Com qualquer uma destas opções, por uma empresa de hospedagem ou direto no registro.br você já tem o seu domínio próprio.

Como transferir um domínio de um provedor para outro

Nomes de domínio também podem ser transferidos através dos registros de domínio, porém, existem algumas condições para isso.

  1. 60 dias ou mais devem ter passado desde o registro ou última transferência.
  2. O domínio não deve estar no status “Redenção” ou “Exclusão pendente”.
  3. Você deve ter o código de autorização do seu domínio (também conhecido como código EPP).
  4. Os detalhes de propriedade do domínio devem ser válidos e os serviços de proteção de privacidade devem ser desativados.

Embora não seja obrigatório transferir seu domínio, ter todos os serviços em um único local pode simplificar bastante o processo de gerenciamento.

Então, o que é um nome de domínio?

Seu domínio será seu endereço na web. Aqui está tudo o que você precisa saber de forma resumida:

  1. Um nome de domínio é o endereço do seu site.
  2. Eles consistem em um nome de site (por exemplo, Hostinger) e uma extensão de dome de domínio (por exemplo, .com).
  3. Todos os domínios registrados são supervisionados pelo ICANN.
  4. Os domínios têm o papel de encaminhar os visitantes para o servidor apropriado.
  5. Os domínios .com são os mais populares, com 46,5% da web.
  6. Os ccTLDs usam códigos de países e designam áreas geográficas (por exemplo, .cn, es).
  7. Os gTLDs tendem a ser projetados para casos de uso específicos (por exemplo, org para organizações).
  8. Cada registrador de nomes de domínio possui um processo de inscrição diferente.
  9. Você pode os mecanismos de pesquisa de domínio para encontrar nomes de domínios disponíveis.
  10. Os domínios podem ser transferidos de um provedor para outro.
  11. Servidores são máquinas físicas que armazenam os arquivos do seu site.
  12. Se precisar de ajuda, nossa equipe de suporte ficará feliz em ajudar.

Pesquise Seu Domínio Agora

Recomendação de Leitura

Quer saber mais sobre sites, domínios e hospedagem de sites? Aqui estão alguns artigos que podem te ajudar imediatamente:

Conclusão

Uau, você conseguiu aprender tudo de mais importante sobre domínios e como eles funcionam. Também viu o básico fa transferência de domínio e do processo de registro.

Tem algo mais que você queira saber sobre como registrar um domínio? Deixe sua sugestão nos comentários que estamos aqui para te ajudar.

O Autor

Author

Ariane G. / @arianegoncalves

Ariane é SEO Manager na Hostinger Brasil e está há três anos na "casa" atuando com os times de conteúdo, localização e SEO. Formada em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo, mantém o compromisso diário de contar para todo mundo o poder transformador da internet aqui, no blog da Hostinger.

Tutoriais relacionados

Author

Gesseiro Mogi das Cruzes SP Responder

fevereiro 22 2019

Muito Interessante.

    Author

    Ariane G.

    Respondeu em fevereiro 26 2019

    ;)

Deixe uma resposta

Comentar*

Nome*

Email*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Faça parte da Hostinger agora!