O Que é Domínio? Guia de Domínio para Iniciantes

O Que é Domínio? Guia de Domínio para Iniciantes

Em sua essência, o domínio seria o equivalente a um endereço físico para seu site. Da mesma maneira um GPS precisa do nome da rua ou de um CEP para mostrar o caminho, um navegador precisa de uma URL para direcioná-lo para um site.

Um domínio de site é composto de dois elementos principais. Por exemplo, o domínio Facebook.com consiste no nome do site (Facebook) e na extensão do domínio (.com). Quando uma empresa (ou uma pessoa) compra um endereço, eles podem especificar para qual servidor a URL vai apontar.

Quem cuida dos registros de domínio é uma organização chamada ICANN (Corporação da Internet para Atribuição de Nomes e Números). A ICANN especifica quais extensões de domínio estão disponíveis e mantém um banco de dados centralizado indicando para onde cada domínio aponta.

Cada site que você visita efetivamente consiste em dois elementos principais: um domínio e um servidor.

  1. Um servidor é uma máquina física que hospeda os arquivos e os bancos dados que compõem seu site, e os envia para os computadores das pessoas através da internet quando elas visitam a sua página.
  2. Um domínio é o que as pessoas digitam para acessar o seu site, e que aponta o navegador para o servidor que armazena esses recursos. Se ele não existisse, as pessoas precisariam lembrar do endereço de IP específico do seu servidor — e isso definitivamente não vai rolar.

Como Funcionam os Domínios?

Os domínios funcionam ao agir como um atalho para o servidor que hospeda o seu site. Sem isso, qualquer um que quisesse visitar o seu site precisaria inserir o endereço de IP completo dele. Mas o problema é que um endereço de IP é algo difícil para as pessoas memorizarem, ou até mesmo para ser incluído em material promocional.

Para exemplificar, nosso nome de domínio é Hostinger.com.br. Vamos dizer que ele aponta para o endereço de IP 100.90.80.70. O endereço de IP aponta para um servidor, mas ele não vai encontrar o site se algum visitante tentar usá-lo. Isso porque, para um endereço de IP encontrar um site, o servidor remoto precisa estar usando a porta 80 com uma página padrão (ex.: index.html) armazenada no seu diretório de aplicativos para a web.

Como você pode ver, lidar com padrões de servidor e endereços de IP pode ser algo confuso e que consome bastante tempo. É por isso que a vasta maioria dos donos de site prefere usar um serviço como a Hostinger, que oferece pacotes incluindo domínios e planos anuais de hospedagem de site.

Os domínios também podem usar redirecionamentos. Isso essencialmente permite que, quando as pessoas tentarem acessar um domínio, elas sejam automaticamente redirecionadas para outro. É algo que pode ser útil para campanhas e microsites.

Também pode ser usado para evitar confusão com maneiras diferentes de escrever o mesmo nome. Por exemplo, se você visitar www.fb.com, será redirecionado para www.facebook.com.

Diferentes Tipos de Domínios

Nem todos os domínios seguem a mesma fórmula. Enquanto os endereços .com são responsáveis por 46,5% de todos os sites do mundo, ainda há muito espaço para outros tipos de domínio, como .org e .net. Em geral, os tipos mais comuns de domínios incluem:

TLD: Domínios de Topo

Um domínio de topo é exatamente o que o nome diz: um tipo de endereço que fica no topo do sistema de nomes de domínio. Existem mais de mil TLDs disponíveis, porém os mais comuns incluem .com, .org, .net e .edu.

A lista oficial de TLDs é mantida por uma organização chamada Internet Assigned Numbers Authority (IANA), e pode ser conferida aqui. A IANA nota que a lista de TLDs também inclui ccTLDs e gTLDs, sobre os quais falaremos a seguir.

ccTLD: Domínios de Topo de Código de País

Os ccTLDs usam apenas duas letras e são baseados em códigos internacionais de países, como .us para os Estados Unidos e .jp para o Japão. Eles são frequentemente usados por empresas que constroem sites dedicados para regiões específicas, e podem ser uma boa maneira de comunicar para os usuários que eles chegaram ao lugar certo.

gTLD: Domínios de Topo Genéricos

Um gTLD é essencialmente um domínio de topo que não depende de um código de país. Muitos gTLDs são pensados para uso em casos específicos, como o .edu — pensado para instituições educativas. Dito isso, você não precisa atender a critérios específicos para registrar um gTLD. Isso explica porque o .com não será usado necessariamente para propósitos comerciais.

Outros exemplos de gTLDs incluem .mil (militar), .gov (governo), .org (para organizações e instituições sem fins lucrativos) e .net — que foi originalmente pensado para operadoras de internet, mas agora é usado de maneira mais ampla.

Outros Tipos de Domínio

Apesar das categorias de domínio citadas acima serem as mais comuns, você ainda poderá encontrar outras variações.

Domínio de Segundo Nível

Você provavelmente já viu esses domínios antes. Estamos falando sobre um endereço que fica exatamente abaixo do domínio de topo. Não vamos entrar muito na parte técnica aqui, já que fica mais fácil de mostrar com exemplos, especialmente quando se trata de códigos de países.

Por exemplo, empresas brasileiras ocasionalmente usam .com.br ao invés do .com, e esse é um exemplo perfeito de domínio de segundo nível. Outro domínio de segundo nível é o .gov.br, que normalmente é usado por instituições governamentais, e o .edu.br, utilizado por instituições acadêmicas e universidades.

Subdomínios

Subdomínios são úteis porque eles não exigem que webmasters comprem um domínio extra na hora de criar divisões dentro do seu site. Ao invés disso, eles podem criar um subdomínio que efetivamente aponta para um diretório específico no seu servidor. Isso pode ser super útil para sites de campanhas e outros tipos de conteúdo para a internet que precisam ficar separados do site principal.

Por exemplo, o Facebook usa developers.facebook.com para oferecer informações específicas para desenvolvedores de sites e de aplicativos que querem usar a API do Facebook. Outro ótimo exemplo é o support.google.com.

Domínios Grátis

Também existem domínios grátis que você pode obter de diferentes construtores de sites, como WordPress.com, Squarespace, Weebly, etc.

Eles são similares aos subdomínios, já que usam o nome do site na sua URL pessoal. Por exemplo, ao invés de ter lojadelivros.com, seu site seria lojadelivros.wordpress.com ou lojadelivros.squarespace.com.

Domínios gratuitos não são bons para os objetivos de longo prazo de uma empresa, nem para quem quer ter uma marca única. Nós recomendamos que você pague alguns reais a mais e obtenha o seu próprio endereço. Além disso, você pode optar por um pacote de plano de hospedagem + nome de domínio e ganhar o seu domínio de graça.

Como Registrar um Domínio

Diferentes provedores usam diferentes sistemas. Portanto, este tutorial vai mostrar como funciona o processo de modo geral, só que isso pode variar de um provedor para outro. Para um artigo mais aprofundado sobre o tema, confira nosso guia de compra de domínio.

Você normalmente vai começar fazendo uma busca de domínio. A maioria dos provedores vai permitir que você digite o seu endereço desejado e veja o seu preço de registro, assim como conferir se ele está disponível ou não. Aqui na Hostinger, nós também oferecemos diversas sugestões de URLs em potencial, o que pode ser útil quando o endereço que você queria já foi pego.

opções de domínio disponíveis na hostinger

A partir daí, basta completar o processo de checkout e pagar pelo seu novo domínio. Assim que ele estiver registrado, você terá acesso ao painel de controle com todas as ferramentas essenciais de gestão.

Como Transferir um Domínio

Domínios também pode ser transferidos entre diferentes registrars. Apesar disso, há algumas condições especiais que precisam ser observadas:

  1. Passaram 60 ou mais dias desde o registro ou da última transferência.
  2. O nome de domínio não pode estar com status de Redenção ou esperando para ser deletado.
  3. Você deve ter o código de autorização do seu endereço (também conhecido como código EPP).
  4. Os dados de propriedade do domínio devem ser válidos e os serviços de proteção à privacidade devem estar desabilitados.

Não é obrigatório transferir seu domínio, mas ter todos os serviços no mesmo lugar simplifica bastante o processo de gerenciamento.

transferência de domínios através da hostinger

Aqui na Hostinger, você pode transferir seu domínio a partir de qualquer registrar. O processo pode levar entre 4 e 7 dias para finalizar. Contudo, nosso time dedicado de sucesso ao cliente estará lá para te ajudar em cada passo desse processo.

Diferença Entre Domínio e Hospedagem

Voltando para o começo deste artigo, se o domínio é como se fosse o seu endereço físico, então a hospedagem é como se fosse o prédio onde os conteúdos são armazenados.

Os domínios funcionam como um atalho conveniente, que será digitado pelos visitantes numa barra de endereços e os levará para o servidor onde o site está hospedado. Eles são totalmente digitais e armazenados num banco de dados centralizado.

A hospedagem é um pouco diferente porque ela requer um servidor físico localizado em algum lugar do mundo, e que está conectado à internet. Essencialmente, é como se fosse o disco rígido de um computador que armazena todos os arquivos e bancos de dados do seu site. Ele se chama servidor porque literalmente “serve” o seu site para os visitantes.

Quando você digita uma URL (ex.: www.hostinger.com.br) no seu navegador, ele envia uma solicitação para o servidor específico onde o seu site está hospedado. O servidor então faz upload dos arquivos e os transmite pela internet para o aparelho que você está usando. O seu dispositivo então baixa os arquivos e os exibe. Sinta-se livre para dar uma olhada no nosso guia detalhado sobre a relação entre hospedagem e domínio.

Então, O Que é um Domínio?

Um domínio é, essencialmente, o equivalente a um endereço postal dentro do universo de hospedagem de sites. Aqui está o principal que você precisa saber sobre o assunto:

  1. Um domínio é o equivalente ao endereço de rua do seu site
  2. Ele consiste num nome de site (ex.: Hostinger) e uma extensão de domínio (ex.: .com).
  3. Todos os registros de URLs são supervisionados por ICANN.
  4. Eles funcionam ao direcionar os visitantes para servidor apropriado.
  5. Os domínios .com são os mais populares, usados em 46,5%  da web.
  6. ccTLD usam códigos de países e designam áreas geográficas (ex.: .cn, .es)
  7. gTLDs tendem a designar casos de uso específicos (ex.: .org para organizações)
  8. Cada registrar de domínio possui diferentes processos de contratação.
  9. Você pode usar motores de busca para encontrar domínios disponíveis.
  10. Domínios podem ser transferidos de um provedor para outro.
  11. Os servidores são máquinas físicas que armazenam os arquivos do seu site.
  12. Se você precisar de ajuda, nosso time de suporte vai estar mais que feliz em ajudar.

Perguntas Frequentes sobre Domínios

Aqui estão algumas das perguntas mais frequentes sobre domínios e as suas respostas.

Como eu Encontro um Domínio para mim?

A Hostinger oferece uma ferramenta de busca de domínio para ajudar você a encontrar um endereço adequado. Simplesmente insira a URL da sua escolha na caixa de busca e pressione Enter. Nosso sistema então vai exibir uma lista de TLDs ou extensões com base na sua sugestão.

Se o seu endereço preferido já tiver sido registrado, escolha outra extensão ou tente criar outras variações usando o nome da sua marca. Assim que você encontrar seu nome único, é possível reivindicá-lo através de um registro de URL.

Qual é a diferença entre domínio e site?

Um domínio se refere ao endereço do site. É o que as pessoas inserem na aba da URL dos seus navegadores para acessar um site. Por outro lado, um site é feito da coleção de arquivos, páginas, dados e imagens. É isso que as pessoas veem e com o que elas interagem nas telas dos seus navegadores.

O importante é saber que você não pode criar um site sem registrar um endereço. De modo similar, comprar uma URL não lhe dá automaticamente um site funcional.

Se você quer usar sua URL num site, primeiro precisa criar um site e conectá-lo com o seu endereço.

Eu preciso de um domínio para ter um site?

A resposta é sim. Um domínio dá um endereço único e buscável para o seu site, fazendo com que ele seja acessível para usuários da internet.

Sem uma URL, os seus visitantes teriam que procurar pelo endereço de IP no qual seu site está hospedado. Como o endereço de IP consiste numa série de números e caracteres, seria muito difícil para seus visitantes memorizá-los.

Quem é o dono de um domínio?

Um domínio é legalmente propriedade de um registrante. Quando alguém registra um endereço, o registrar vai reunir as informações pessoais do registrante e enviá-las para o diretório WHOIS.

Com isso em mente, se você registrar a sua URL, automaticamente se tornará o registrante e continuará o sendo enquanto renovar as taxas.

Como posso obter um domínio grátis?

A Hostinger oferece um domínio grátis para usuários com planos de hospedagem premium ou business. Os usuários podem obter .com, .net, .org e outros TLDs únicos de graça pelo primeiro ano.

Leituras Adicionais

Quer aprender mais sobre sites, domínios e hospedagem de sites? Aqui estão alguns artigos que você pode ler agora mesmo.

Palavras Finais

Neste tutorial, nós aprendemos tudo o que há para saber sobre domínios e como eles funcionam. Também passamos pelo básico sobre transferência de URL e o processo de registro.

Se você tem quaisquer perguntas extras relacionadas a endereços da web, sinta-se livre para enviá-las nos comentários abaixo.

Author
O autor

Carlos E.

Carlos Estrella é formado em jornalismo pela UFSC e tem as funções de redator, tradutor e SEO na Hostinger Brasil. Já trabalhou com jornalismo de games e tecnologia e hoje aplica essa experiência escrevendo posts e tutoriais no blog da Hostinger. Suas paixões incluem games, dar rolês com a namorada e amigos e ler artigos aleatórios da Wikipédia de madrugada.