Quanto Custa Manter um Site em 2021: Análise Completa de Preços

Quanto Custa Manter um Site em 2021: Análise Completa de Preços

Criar um site hoje em dia pode ser fácil, mas mantê-lo no ar é algo que corre o risco de custar bem caro se você não tomar cuidado. Existem muitos gastos a se considerar, como renovações de hospedagem e de domínio, web design, estratégias de marketing e atualizações constantes de conteúdo.

O quanto você vai pagar pelos custos de manutenção vai depender do tipo de site que você tem e a abordagem que vai escolher. Por exemplo, manter o site por conta própria normalmente é mais barato do que contratar serviços profissionais de manutenção.

Neste artigo, vamos trazer uma visão geral dos custos de manutenção de site para que você possa preparar seu orçamento. Vamos discutir aspectos cruciais que precisam ser considerados na hora de manter um site no ar e categorizá-los com base em sua importância.

Quanto Custa Manter um Site — Uma Rápida Visão Geral

Dependendo do tipo de site que você tem, os custos médios de manutenção podem variar de R$ 10/mês até R$ 25.000/mês.

Note que esses preços são apenas estimativas. Sites muito grandes e populares como Amazon e Netflix têm um custo ainda maior.

Para dar uma ideia, confira abaixo uma tabela detalhando as taxas mensais médias de manutenção, dependendo do tipo de site.

Tipo de SiteCusto Médio Mensal de Manutenção do Site
Site Pessoal
Exemplos: Portfólios digitais e blogs pessoais.
R$ 5 – R$ 50/mês
Blog Profissional
Exemplos: Blogs populares com tráfego médio a alto.
R$ 50 – R$ 150/mês
Site de empresas pequenas ou médias
Exemplos: Restaurantes, landing pages corporativas simples e instituições educacionais pequenas ou médias.
R$ 70 – R$ 1.000/mês
Site de grande empresa
Exemplos: Companhias muito populares e grandes instituições educacionais.
R$ 400 – R$ 7.000/mês
Site de Entretenimento multimídia
Exemplo: Revistas digitais populares.
R$ 600 – R$ 5.000/mês
Site de eCommerce
Exemplo: Lojas online.
R$ 3.000 – R$ 25.000/mês

Além do tamanho e do tipo de site, os custos de manutenção também variam dependendo da abordagem ou dos serviços que você usa.

Por exemplo, pequenos blogs ou sites de portfólio não vão custar o mesmo que um grande eCommerce ou que um site de empresa.

De maneira similar, os custos de manutenção de site aumentam se você contratar serviços profissionais ou comprar ferramentas e softwares premium.

9 Custos Essenciais de Manutenção de Site

Alguns custos de manutenção de site essenciais incluem pagar pelo registro do domínio, por certificados SSL e por planos de hospedagem de site.

Outros custos como serviços de email, suporte técnico premium e design de site são importantes, mas nem sempre essenciais. Muitos donos de sites optam por buscar o maior custo/benefício possível na hora de manter esses aspectos.

1. Domínio

ferramenta de pesquisa de domínio da hostinger
  • Custo médio: R$ 5 – R$ 52/ano + renovações entre R$ 50 – R$ 200/ano. A proteção opcional de privacidade de domínio sai por R$ 13,15/ano.
  • Nível de necessidade: Opcional | Importante | Necessário.

Todo site precisa de um domínio. É o endereço que os visitantes vão digitar no seu navegador para acessar o seu site.

Como os domínios não podem ser mudados após o seu registro, é crucial encontrar um que represente de maneira precisa a sua marca ou sua empresa. Considere usar um gerador de nome de domínio para ajudar nesse processo.

Os preços podem variar, mas o custo médio de um domínio fica entre R$ 5 – R$ 52/ano. A opção de melhor custo/benefício é registrar o seu domínio através de um provedor de hospedagem. Alguns até oferecem um domínio grátis com os seus planos.

Antes de finalizar sua escolha, use um verificador de domínio para ver se o nome que você quer está disponível.

custo de manutenção de um domínio

Existem dois elementos num domínio. Considere Hostinger.com.br, por exemplo. “Hostinger” é o nome do site, enquanto “.com.br” é a extensão de domínio, ou domínio de topo (TLD).

O custo de um domínio depende principalmente do seu TLD. Confira abaixo uma visão geral rápida das diferentes categorias de TLD:

  • Domínio de Topo Genérico (gTLD). Seu custo varia bastante, dependendo do quão popular é o gTLD. Eles podem ser usados por qualquer tipo de site. Exemplos dos gTLDs mais caros e populares incluem .com, .net e .org. Opções menos comuns incluem .info, .news e .biz.
  • Domínio de Topo de Código de País (ccTLD). Geralmente são usados para sites de países específicos. Exemplos incluem .us para os Estados Unidos, .jp para o Japão e .fr para a França.
  • Domínio de Topo Patrocinado (sTLD). O uso de sTLDs é restrito a sites com donos ou propósitos específicos. Exemplos incluem .edu para instituições educacionais, .gov para sites governamentais e .int para organizações ou tratados internacionais.

Comprar um domínio geralmente significa registrá-lo por um período mínimo de um ano. Para continuar usando o mesmo domínio customizado, o dono do site precisa renová-lo. Note que os preços de renovação são frequentemente mais caros do que o custo inicial do registro do domínio.

Você também pode escolher comprar proteção de privacidade de domínio. Este serviço ajuda a esconder e proteger as informações pessoais e os detalhes de contato do dono de um endereço.

O preço que as empresas cobram por esse serviço pode variar, mas a Hostinger oferece proteção de privacidade de domínio por R$ 13,15/ano.

2. Hospedagem

diferentes opções de hospedagem da hostinger
  • Custo médio: R$ 5,99 – R$ 479,99+/mês, dependendo do tipo de hospedagem e da duração do plano.
  • Nível de necessidade: Opcional | Importante | Necessário.

A hospedagem de sites é um serviço que permite que um site seja publicado na internet. Um provedor de hospedagem essencialmente aluga o espaço nos seus servidores físicos para que as pessoas possam armazenar os arquivos e os dados dos seus sites.

O provedor de hospedagem e o plano de hospedagem que você escolher vão afetar quanto você gasta nesta parte do processo. Para estimar um preço médio, vamos focar na Hostinger e na nossa variedade de planos de hospedagem.

Diferentes tipos de hospedagem de site incluem:

  • Hospedagem compartilhada. A opção ideal para sites pequenos e médios, como portfólios digitais, sites simples de empresas e blogs. Com esse tipo de hospedagem, um site compartilha os recursos de um servidor com outros sites, o que mantém os custos baixos.

A hospedagem compartilhada é uma opção popular para iniciantes com pouco ou nenhum conhecimento técnico. Também é o tipo mais acessível de hospedagem, com preços que variam entre R$ 5,99 – R$ 18,99/mês.

  • Hospedagem VPS. Uma excelente opção para sites de tamanho médio. A hospedagem de Servidor Virtual Privado (VPS) oferece recursos dedicados para os sites dentro de um servidor compartilhado. Ela também oferece maior controle sobre as configurações da hospedagem para os donos do site.

Planos de hospedagem VPS geralmente custam entre R$ 16,99 – R$ 479,99/mês. São ótimos para usuários com conhecimento técnico e empresas com uma equipe técnica dedicada.

  • Hospedagem Cloud. Ideal para sites com bastante tráfego ou que tenham potencial para crescimento. Os dados do site são armazenados num cluster de servidores que garantem grande uptime. É uma opção amigável para os usuários, já que a manutenção técnica é conduzida pela empresa de hospedagem.

O custo da hospedagem cloud varia, mas é sempre maior do que uma hospedagem compartilhada. Os planos ficam entre R$ 51,99 – R$ 379,90/mês.

  • Hospedagem dedicada. Recomendada para empresas consolidadas que não se importam em pagar muito mais para ter mais desempenho. Este tipo de hospedagem oferece um servidor dedicado para cada site. Os usuários também têm controle completo sobre os arquivos e as configurações do servidor.

Os custos de hospedagem dedicada variam entre R$ 500 – R$ 2.500/mês. É o tipo de hospedagem mais cara disponível no mercado.

  • Hospedagem WordPress. Um tipo de hospedagem é projetada para otimizar sites construídos neste sistema de gestão de conteúdo. É uma excelente opção para aquelas que querem especificamente criar um site no WordPress. Também é ótima para inciantes, já que não é necessário ter conhecimento técnico.

Os preços da hospedagem WordPress variam entre R$ 5,99 – R$ 62,99/mês.

  • Hospedagem WooCommerce. A hospedagem WooCommerce é projetada para otimizar lojas online construídas no WordPress. É uma excelente opção para aqueles que querem uma integração fácil com recursos de eCommerce.

Os preços de planos de hospedagem WooCommerce variam entre R$ 8,99 – R$ 139,99/mês.

Note que o preço mensal inicial de um plano de hospedagem de sites muda assim que o plano é renovado. Os custos de renovação geralmente dependem da duração do plano que você pagou.

Por exemplo, o plano de Hospedagem Compartilhada Single da Hostinger parte de R$ 5,99/mês. Se você escolher um plano de 48 meses, o custo mensal da hospedagem de sites vai permanecer o mesmo durante os quatro anos. Depois desse período, a taxa mensal muda para R$ 9,99/mês.

carrinho de compras da hostinger

Contudo, se você escolher o plano mais curto, o preço mensal inicial e o seu custo de renovação aumentam. Por exemplo, um plano de Hospedagem Compartilhada Single de 12 meses custa R$ 8,99. Depois que o ano acaba, o seu preço de renovação sobe para R$ 14,99/mês.

Antes de finalizar a sua escolha, é essencial considerar esses custos de hospedagem a longo prazo e pesá-los dentro do seu orçamento e do seu plano de manutenção.

3. Certificado SSL

landing page de ssl da hostinger
  • Custo médio: R$ 16,69 – R$ 2.000/ano. Economize ao comprar um certificado SSL vitalício, que parte de R$ 44,89.
  • Nível de necessidade: Opcional | Importante | Necessário.

SSL, que significa Secure Sockets Layer, é um protocolo de transferência que habilita comunicação criptografada entre um servidor da internet e um navegador.

Os benefícios de ter um certificado SSL num site incluem melhor segurança, privacidade de dados e maior credibilidade para seu site. Todos os sites que processam informações sensíveis dos usuários como senhas ou dados de cartão de crédito precisam de um certificado SSL.

Certificados SSL têm um preço variado, que depende do número de domínios ou subdomínios que eles vão cobrir. Para um único domínio, os preços variam entre R$ 16,69 – R$ 900. Já certificados SSL Wildcard, que cobrem múltiplos domínios, custam entre R$ 100 – R$ 2.000.

Para economizar dinheiro, você pode obter um certificado SSL vitalício. Por exemplo, a Hostinger oferece um certificado vitalício por uma taxa única de R$ 44,89 por domínio. É uma opção com ótimo custo/benefício para quem tem uma pequena empresa.

Você também pode procurar por um provedor de hospedagem que ofereça um certificado SSL grátis com seu plano de hospedagem. É a maneira mais fácil de obter um certificado do tipo para o seu site.

Para ver se um site usa certificado SSL, confira se existe um ícone de cadeado antes da URL ou um “HTTPS” antes do domínio.

exemplo do cadeado de ssl no google chrome

4. Serviços de Email

promoção de black friday da hostinger
  • Custo médio: R$ 3,85 – R$ 9,69/usuário/mês.
  • Nível de necessidade: Opcional | Importante | Necessária

A hospedagem de email profissional permite que os donos de sites criem endereços de email customizados com o seu nome de domínio. Por exemplo, suporteaocliente@seudominio.com.br.

Ter um email customizado para sua marca ou empresa pode ajudar com o seu branding, transmitir profissionalismo e aumentar a confiança dos clientes.

Para reduzir os gastos, procure provedores que oferecem serviços de email gratuitos com o seu plano de hospedagem. Contudo, note que serviços de email grátis geralmente vêm com limitações de espaço e recursos.

Tratando de serviços de email premium, o Google Workspace é uma opção popular para donos de empresas. O preço é de R$ 28,65/usuário/mês.

A Hostinger também oferece hospedagem de email profissional com escaneamento automático de vírus e uma agenda incorporada. Os usuários podem escolher o Plano de Hospedagem de Email Business que custa R$ 3,85/mês ou o Plano de Email Enterprise por R$ 9,69/mês. Note que essas taxas são cobradas por cada caixa de email.

5. Suporte Técnico

página inicial do suporte técnico da hostinger
  • Custo médio: GrátisR$ 70/mês.
  • Nível de necessidade: Opcional | Importante | Necessário

Não importa se você é um usuário iniciante ou avançado, ter acesso à equipe de suporte ao cliente é essencial caso enfrente problemas.

O suporte técnico vem em diferentes formas, como:

  • Chat em tempo real. Perfeito para quando você está em crise. Especialmente útil se você enfrenta travamentos, erros ou falhas de segurança no seu site.
  • Sistema de tickets por email. Usa um sistema online de rastreamento para solicitações de assistência técnica. É ideal para qualquer um que queira estabelecer um registro por escrito com a equipe de suporte.
  • Serviço por telefone. Melhor para aqueles que se sentem mais confortáveis falando por voz com um representante do suporte técnico e precisam de soluções imediatas para perguntas rápidas.
  • Base de dados de conhecimento. Muitas empresas de hospedagem criam tutoriais e guias para seus usuários. É um excelente recurso para quem precisar pesquisar e resolver os problemas de maneira independente.
  • Fóruns da comunidade. Uma excelente solução para aqueles que querem ter feedbacks de múltiplas fontes. Essas plataformas permitem que os usuários interajam entre si e peçam assistência e conselhos de desenvolvedores ou usuários avançados.

A maioria dos provedores de hospedagem oferecem suporte via chat em tempo real e email com cada plano de hospedagem. Se você quer tocar um site pequeno ou médio, esses recursos de suporte devem ser suficientes. Também é uma ótima maneira de reduzir os custos mensais.

Alguns provedores de hospedagem também oferecem suporte pago opcional para serviços instantâneos e personalizados. Um excelente exemplo é o suporte prioritário que oferecemos na Hostinger.

suporte prioritário da hostinger

A decisão de pagar ou não por suporte técnico premium depende das necessidades do seu site. Se você está gerenciando o website de uma pequena empresa, um site pessoal ou um blog particular, recomendamos que fique com os serviços de suporte grátis e contrate serviços mais caros conforme seu projeto for crescendo.

Por outro lado, lojas de eCommerce e sites de grandes empresas podem se beneficiar mais de serviços de suporte premium.

6.  Design do Site

opções de tema do zyro
  • Custo médio: Grátis – R$ 79/mês para design próprio. Média de R$ 4.000 para um projeto básico e de R$ 250 – R$ 500/ano para manutenção regular.
  • Nível de necessidade: Opcional | Importante | Necessário

O design de um site é a representação digital virtual de uma marca ou de um negócio. É a primeira coisa que os visitantes veem e vai ajudá-los a decidir se vale a pena ou não navegar por determinado site.

Os custos de design de site podem variar dependendo da abordagem. A primeira opção é desenhar por conta própria, e a segunda é contratar um profissional.

Faça Você Mesmo o Design…

Com tantos recursos disponíveis, projetar um site por conta própria virou algo possível. Usar ferramentas gratuitas de design de site é uma excelente maneira de reduzir os custos de manutenção.

Uma ótima opção para iniciantes é usar construtores de sites como Shopify, Weebly ou Zyro para criar e projetar um website a partir do zero.

Os construtores de site oferecem templates gratuitos projetados por profissionais com cada plano pago. Alguns até possuem uma ferramenta de arrastar e soltar para tornar o processo mais fácil e intuitivo.

Contudo, tenha em mente que usar um construtor de sites pode resultar numa flexibilidade limitada na hora de customizar o seu design. Usuários mais avançados podem preferir uma solução mais versátil.

ferramenta de arrastar e soltar do zyro

Se você quiser mais liberdade e flexibilidade enquanto ainda tira vantagem de ferramentas amigáveis, use um sistema de gestão de conteúdo (CMS) tipo o WordPress para construir e projetar o seu site.

Existem mais de 8.000 temas gratuitos para você escolher, como o Neve e o Ultra. Os temas premium estão disponíveis para aqueles que querem atualizações automáticas de design, recursos customizáveis e acesso a suporte prioritário.

Exemplos de temas pagos do WordPress incluem o OceanWP e o Astra. Os custos giram em torno de R$ 25 – R$ 100/mês, mas também podem ser cobrados anualmente ou através de uma taxa única.

Tenha em mente que, ao projetar um site, você fica responsável por atualizar e instalar temas, garantir a otimização do site e — se necessário — cuidar da programação.

…Ou Contrate um Profissional

Esta é uma opção que pode resultar num maior custo de manutenção, mas contratar um profissional para projetar seu site tem diversos benefícios.

Desenvolvedores e web designers profissionais estão de olho nas tendências e podem programar um site com especificações únicas. Com expertise em linguagens de programação como JavaScript, um desenvolvedor pode criar sites envolventes e customizados que se destacam dos concorrentes.

Desenvolvedores também oferecem outros serviços de manutenção como atualização de softwares e suporte técnico. Contratar um especialista para criar o design do seu site também vai garantir que as funcionalidades sejam otimizadas.

As taxas cobradas por web designers variam dependendo do tipo de site que você quer. Eles cobram em média R$ 4.000 por um projeto básico, enquanto o custo de manutenção de site gira entre R$ 250 – R$ 500/ano.

7. Plugins

página de plugins do wordpress
  • Custo médio: Grátis – R$ 270/mês.
  • Nível de necessidade: Opcional | Importante | Necessário.

Plugins são extensões que expandem os recursos e as funcionalidades de um site WordPress. Com mais de 58.000 plugins gratuitos disponíveis, existem diversas excelentes opções, como:

Para reduzir os custos de manutenção do site, considere instalar um plugin gratuito de cache como o W3 Total Cache — que vai ajudar a manter suas páginas no ar.

Outro excelente exemplo de plugin gratuito é o Sucuri Security, que ajuda a escanear malware e a manter o seu site WordPress mais seguro.

Por outro lado, plugins premium estão disponíveis para donos de site do WordPress que querem recursos avançados como suporte técnico dedicado ou funções customizadas. Exemplos incluem WP Rocket e OptinMonster.

O preço de plugins pagos pode variar de uma pequena taxa mensal como R$ 20 até opções mais caras que saem por R$ 270/mês. Também há diversos plugins que oferecem taxas anuais ou de pagamento único.

8. Recursos de eCommerce

página de loja virtual da hostinger
  • Custo médio: R$ 100 – R$ 5.000+/mês.
  • Nível de necessidade: Opcional | Importante | Necessário

Ao contrário do que acontece com outros tipos de sites, ganhar dinheiro online com um site de eCommerce significa custos de manutenção maiores, por causa dos recursos adicionais necessários. Isso pode incluir gateways de pagamento, ferramentas de gestão de inventário, recursos de carrinho de compra ou função de chat em tempo real.

Apesar dos recursos de eCommerce serem opcionais para sites normais, eles são necessários se você for tocar uma loja online.

Os recursos dos quais você vai precisar dependem do que você vende. Por exemplo, se você comercializa produtos digitais como eBooks ou cursos online, provavelmente não vai precisar de ferramentas de gestão de inventário.

Uma ótima maneira de minimizar os custos é criar uma loja online com um construtor de sites ou um plano de hospedagem otimizado para eCommerce.

Essa é uma excelente opção para pequenas empresas ou iniciantes, já que as plataformas de eCommerce oferecem excelentes ferramentas de integração e recursos para lojas virtuais — incluindo templates para lojas online.

Os preços médios para um plano de construtor de sites ficam entre R$ 39,90 – R$ 79,90/mês. Os planos de hospedagem WooCommerce ficam entre R$ 8,99 – R$ 139,99/mês.

Gateways de Pagamento

formas de pagamento do zyro

Os gateways de pagamento têm um papel crucial no processamento de transações digitais. Com ferramentas anti-fraude tipo o Valor de Verificação do Cartão (CVV) e a autenticação do pagador, esses gateways garantem que dados sensíveis, como detalhes do cartão de crédito, estão seguros.

Um gateway de pagamento seguro também é um ativo que pode inspirar confiança nos seus clientes e encorajar transações. Usar serviços conhecidos como PayPal e Stripe pode até mesmo ajudar a aumentar as taxas de conversão

Isso é importante se considerarmos que a taxa média de abandono de carrinhos de compra em eCommerces é de 69,8%.

Vamos dar uma olhada nos preços do PayPal. Os custos variam dependendo do método de pagamento que você escolher, assim como da moeda que está sendo processada. Por exemplo, ele pode custar ao dono do site desde 3,60% + R$ 0,60 por transação até 4,79% + R$ 0,60 por transação.

O custo real que você vai pagar por gateways de pagamento vai depender do tamanho do site, do tráfego e do número médio de transações. Como uma estimativa aproximada, espere pagar entre R$ 80 – R$ 140/mês se você possui uma loja online de tamanho médio.

Gestão de Inventário

Um terço das lojas já vendeu um item que estava fora de estoque. Um sistema de gestão de inventário pode ajudar a evitar esse problema.

Muitas ferramentas de gestão de inventário oferecem rastreamento e organização de produtos de ponta a ponta. Elas podem, por exemplo, ajudar com a catalogação de pedidos, o rastreamento de cargas, com os números de série e integrações de envio.

Plugins de gestão de inventário como o WP Inventory Manager ou o WooCommerce Zoho estão disponíveis para um site de eCommerce.

Muitos plugins de inventário oferecem versões gratuitas com opções de add-ons premium disponíveis. As versões pagas custam entre R$ 80 – R$ 1.000/ano, dependendo se for uma instalação num único site ou em múltiplos endereços.

Alternativamente, existem softwares de gestão de inventário como o Zoho, o Orderhive e o Ordoro — que podem ser instalados em sites construídos sob diversas plataformas.

Os preços do Zoho variam entre grátis – R$ 1.300/mês. O Orderhive oferece um plano grátis para usuários do Shopify e planos pagos que custam entre R$ 275 – R$ 1.700/mês. Os preços do Ordoro variam entre R$ 350 – R$ 5.500/mês.

9. Marketing e SEO

página inicial do mailchimp
  • Custo médio: Grátis – R$ 50.000+/mês.
  • Nível de necessidade: Opcional | Importante | Necessário.

Para garantir que o tráfego chegue ao seu site, é importante considerar os custos recorrentes das suas estratégias de marketing e de search engine optimization (SEO).

Para atrair o público, é essencial publicar conteúdo de boa qualidade como artigos, vídeos e fotos. Isso também pode ajudar você a conquistar credibilidade, encorajar o engajamento do público e gerar leads.

Para promover sua marca e o seu site de modo eficiente, considere implementar as seguintes estratégias de marketing digital enquanto leva em consideração o seu nicho e os objetivos a longo prazo:

  • SEO. Refere-se ao processo de otimizar páginas da web para ranquear melhor nos sites de busca. Esta estratégia ajuda o público a descobrir um site de maneira eficiente, o que leva a um aumento no volume de tráfego.

Exemplos de ferramentas de SEO incluem Ahrefs, Ubersuggest e Moz. Também estão disponíveis opções grátis, enquanto as assinaturas pagas variam entre R$ 70 – R$ 850/mês.

  • Marketing de conteúdo. Refere-se à estratégia de criar conteúdo relevante e dentro das tendências atuais para atrair, engajar e reter o público.

Muitas empresas terceirizam esse serviço para agências de marketing digital ou freelancers. As taxas dependem do tipo de conteúdo que será produzido e podem custar desde R$ 5/palavra por um artigo até R$ 50 – R$ 15.000 por projeto.

  • Marketing de influenciadores. Refere-se às colaborações de marketing com figuras populares nas redes sociais, que têm como objetivo promover uma marca e seus projetos ou serviços. É uma excelente maneira de trabalhar a consciência de marca e impulsionar as conversões.

O quanto os influenciadores cobram dependem de diversos fatores como a quantidade de seguidores, o tipo de conteúdo e o engajamento do público. Os preços geralmente giram entre R$ 50 – R$ 50.000/publicação.

  • Email Marketing. Refere-se à distribuição de newsletters via email para manter o público informado sobre as atividades de uma empresa.

Ferramentas de email populares incluem Mailchimp e Constant Contact. Também existem diversos plugins de email marketing disponíveis para sites do WordPress. Seus preços geralmente giram entre grátis – R$ 1.800/mês.

  • Marketing de redes sociais. Refere-se a todas as atividades de marketing conduzidas nas plataformas de redes sociais de uma marca. Elas podem incluir posts, propagandas e estratégias de SEO.

Uma empresa média gasta cerca de R$ 30.000 – R$ 50.000/mês em marketing nas redes sociais. Esse valor geralmente inclui ferramentas de marketing digital, propagandas e a contratação de um gerente de redes sociais.

Tenha em mente que nem todas essas estratégias de marketing devem ser implementadas de uma só vez. Por exemplo, pequenos sites podem se safar apenas trabalhando com SEO, email marketing e estratégias simples de marketing de conteúdo.

Com que frequência é necessário fazer a manutenção do site?

Não existem regras definidas sobre a frequência em que as manutenções devem acontecer. Contudo, é uma boa ideia conduzir manutenções mensais no seu site para garantir que está tudo funcionando direitinho.

A manutenção de rotina ajuda a verificar que os seus softwares estão atualizados, evitar erros e atrasos, assim como identificar pontos fracos na segurança do seu site. Ela também te dá a chance de encontrar bugs ou problemas logo que surgirem, evitando que eles tenham um impacto negativo no desempenho das suas páginas.

Também considere comprar pacotes de manutenção de site trimestrais ou anuais. Isso pode ser especialmente útil se você precisar de ajuda com aspectos mais técnicos, como backups, firewalls, atualizações de núcleo, ou com a resolução de problemas.

Devo Manter o Site por Conta Própria ou Contratar um Desenvolvedor?

Não importa se você vai contratar um profissional ou conduzir a manutenção por conta própria, cada abordagem tem seus prós e contras.

No final das contas, o quanto você gasta com a manutenção vai depender de quanto tempo, dinheiro e esforço você tem disposição para investir.

Contratar um Profissional

  • Custo médio: Entre R$ 200 – R$ 50.000+/mês.

Essa opção ajuda a evitar que os donos do site gastem seu tempo e o seu esforço. Assim sendo, os desenvolvedores profissionais lidam com os aspectos técnicos e as coisas mais complexas associadas à manutenção do site.

Isso pode incluir conduzir atualizações de software regulares, otimizar o desempenho e implementar estratégias de SEO.

Contratar um especialista é uma excelente opção se você quer alocar seu tempo para focar em outras tarefas, como estratégias de marketing e criação de conteúdo.

O lado negativo de contratar um serviço profissional de manutenção de site é que isso resulta num custo de manutenção maior, já que você paga um valor adicional pela sua expertise e pelo trabalho de maior qualidade.

Manter o Site por Contra Própria

  • Custo médio: Menos de R$ 500/mês.

Uma abordagem “faça você mesmo” representa custos de manutenção mais acessíveis. É uma excelente opção para iniciantes que querem economizar um dinheiro, ou para aqueles que querem colocar a mão na massa em tarefas de manutenção técnica.

Com uma grande quantidade de recursos de aprendizado gratuitos disponíveis hoje, você pode aprender relativamente rápido como conduzir a manutenção de um site. Por exemplo, muitos artigos descrevem como executar backups regulares ou melhorar o desempenho em sites do WordPress.

Existem dois ótimos motivos para manter um site por conta própria. O primeiro é que você pode aprender muita coisa e desenvolver novas habilidades. O segundo motivo é que isso permite que você tenha maior controle sobre as configurações do seu site.

O lado negativo é que sempre vai demorar algum tempo para você aprender algo novo por conta própria e implementar essa técnica de maneira correta. Também pode ser muito pesado lidar com todos os aspectos técnicos do seu site, especialmente para quem é iniciante e não possui qualquer experiência técnica.

Conclusão 

Os custos de manutenção de site variam dependendo do tipo e do tamanho do site — assim como da abordagem que você escolhe e da sua estratégia em geral.

Neste artigo, nós exploramos alguns dos aspectos essenciais relacionados ao custo de manutenção de um site. Eles incluem registro de domínio, certificados SSL e hospedagem.

Por outro lado, também falamos de áreas onde é possível economizar um pouco, o que inclui web design e estratégias de marketing.

Finalmente, discutimos as duas abordagens possíveis para a manutenção de sites: fazer isso por conta própria ou terceirizar o serviço. A primeira opção é ótima para pequenos sites ou para quem não se importa em passar um tempo executando tarefas técnicas. Já a segunda opção é ideal para quem pode pagar e deseja focar em outros aspectos do seu negócio.

Agora que você aprendeu os principais aspectos do custo de manutenção de site, é hora de definir um orçamento, considerar seus objetivos a longo prazo e definir um plano para a manutenção das suas páginas!

Author
O autor

Carlos E.

Carlos Estrella é formado em jornalismo pela UFSC e tem as funções de redator, tradutor e SEO na Hostinger Brasil. Já trabalhou com jornalismo de games e tecnologia e hoje aplica essa experiência escrevendo posts e tutoriais no blog da Hostinger. Suas paixões incluem games, dar rolês com a namorada e amigos e ler artigos aleatórios da Wikipédia de madrugada.